Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

Alucinação e delírio

Imagem
Os sinais e sintomas chamadosa psicóticos, também conhecidos como sintomas positivos da psicose são, principalmente, as Alucinações e os Delírios. Vejamos o que significam:

Delírio
Uma descrição demasiado fácil do delírio seria dizer: o delírio é uma convicção errônea não-corrigível. Mas, seria preciso lembrar que nem toda convicção errônea não-corrigível é um delírio.

Se essa convicção se relacionar com falta de cultura ou erudição, com a falta de conhecimentos ou de inteligência, então não será um delírio, seria mais uma ignorância. Tampouco será delírio aquelas representações errôneas que se originam de sentimentos compreensíveis.

Se o amante, por exemplo, está convicto da perfeição da amada imperfeita não se trata de idéias delirantes. As convicções filosóficas ou religiosas também não são delírios, mesmo que muitas pessoas as considerem errôneas, elas devem ser classificadas como idéias supervalorizadas.

Se desejarmos qualificar o delírio como um erro, é preciso que se trate …

O que é melhor correr, andar ou pedalar?

Imagem
Com as Olimpíadas de Londres a tendência é que as pessoas se sintam mais estimuladas para começar a praticar atividades físicas, e muitas optam por exercícios mais simples, como a corrida, a caminhada ou andar de bicicleta. Mas, qual dessas atividades é melhor?

Na verdade, não existe um melhor que o outro. Todos têm suas vantagens e desvantagens, sendo que a escolha vai depender do estilo de vida da pessoa. Pesquisadores da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, fizeram uma comparação que pode ajudar na escolha. Veja os resultados:

Caminhada: Caminhar é a atividade que menos exige esforço do organismo, fazendo com que o corpo se canse menos. Contudo, dependendo da distância que se percorre, a caminhada pode oferecer menos benefícios que os outros exercícios. Pesquisas mostram que caminhadas diárias de 30 minutos ajudam a reduzir o risco de várias doenças crônicas. Além disso, ela funciona como uma atividade de entrada, pois melhora a circulação sanguínea e coloca os músculos e…

Consumo exagerado de sal pode diminuir níveis de cálcio no corpo

Imagem
Dietas ricas em sal podem trazer maiores riscos de desenvolvimento de pedras nos rins e osteoporose. De acordo com pesquisadores canadenses, quando o sódio abandona o organismo, o cálcio faz o mesmo.

Essas substâncias parecem ser reguladas pela mesma molécula, e quando o consumo de sal é muito elevado, ele passa a ser eliminado através da urina, levando o cálcio consigo.

“Quando o corpo tenta se livrar do sal pela urina, nossos resultados mostram que o corpo também se livra do cálcio ao mesmo tempo. Isso é significativo porque nós estamos comendo mais e mais sal em nossas dietas, o que significa que nossos corpos estão se livrando de mais e mais cálcio. Nossos resultados reforçam porque é importante ter uma dieta pobre em sódio e porque é importante ter baixos níveis de sódio em alimentos processados”, explica o pesquisador Todd Alexander, da Universidade de Alberta.

A pesquisa foi publicada no periódico Renal Physiology.

Obesidade em crianças

Imagem
O aparecimento da obesidade tem sido antecipado em idades mais precoces e sua prevalência tem aumentado dramaticamente em todo o mundo nas últimas décadas. A epidemia de obesidade é atribuída principalmente ao estilo de vida moderno, porém, estudos familiares provam a importância do papel dos genes na predisposição do indivíduo à obesidade. Os avanços das tecnologias de genotipagem têm levantado grande esperança e expectativa de que os testes genéticos irão pavimentar o caminho para a medicina personalizada e que características complexas como a obesidade serão evitadas, mesmo antes do nascimento. Na urgência da oferta dos serviços de testes genéticos, diretamente ao consumidor, pelas empresas privadas para estimar o risco de fenótipos complexos, incluindo a obesidade, a presente revisão oferece aos pediatras uma atualização do estado da arte sobre a genômica da obesidade na infância. Após uma avaliação dos resultados dos estudos de associações do genoma em populações pediátricas, a …

Hipocondria

Imagem
A hipocondria é um estado psíquico crônico em que a pessoa crê, sem fundamentos, ter uma doença grave, sente um irrazoável medo da morte, é acometida por uma verdadeira obsessão com sintomas ou defeitos físicos irrelevantes, mantém uma auto-observação constante do corpo e mostra descrença nos diagnósticos médicos. Trata-se de uma patologia séria que prejudica muito a vida dos pacientes.

Eu arrisco em afirmar que se trata de uma modalidade do transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).

Inconformados com os médicos que afirmam que eles estão em perfeita saúde, muitas dessas pessoas procuram por outro profissional na busca por encontrar um diagnóstico para o mal que supõem acometê-los.

Na melhor das hipóteses pensarão: “quem sabe se a doença não começou depois do último exame?”.

Algumas vezes concentram suas preocupações sobre um determinado órgão ou sistema corporal (o coração ou o sistema digestivo, por exemplo) e outras vezes variam alternativamente suas preocupações, as quais podem ati…

Novo medicamento para tratamento de obesidade aprovado pelo órgão de controle dos EUA

Imagem
O Food and Drug Administration (FDA) aprovou o Qsymia (fentermina e topiramato de liberação prolongada), segundo medicamento para perda de peso que recebeu aprovação da agência em menos de um mês de intervalo, ampliando o leque de opções terapêuticas para um terço dos adultos americanos que são obesos.

O medicamento Qsymia ofereceu a maior perda de peso em ensaios clínicos com medicamentos usados para emagrecer, quando comparado aos três remédios que foram considerados pelo FDA nos últimos anos. Em fase final de ensaios clínicos, os pacientes em uso de uma dose intermediária de Qsymia perderam em média 8,4% do seu peso corporal, após um ano de tratamento. Pacientes em uso de Belviq, medicamento aprovado no mês passado, perderam em média 5,8% do seu peso depois de um ano de uso da droga.

No entanto, o novo medicamento também aumenta o risco de defeitos congênitos, quando utilizado por mulheres grávidas e pode causar taquicardia e problemas cognitivos.
Qsymia, anteriormente conhecido …

Ovários Policísticos

Imagem
Os ovários são dois, localizados um de cada lado do útero, que respondem pelo desenvolvimento e amadurecimento dos óvulos e pela produção dos hormônios sexuais femininos. Os cistos existem normalmente e são pequenas bolsas dentro das quais os óvulos amadurecem e dos quais se liberam (ovulação), após o que são preenchidos por uma massa orgânica amarelada (corpo lúteo) que produz estrógeno. Os cistos anômalos ocorrem em 20% a 30% das mulheres e contêm material líquido em seu interior que podem produzir hormônios androgênicos ou serem inativos.

Como esses cistos são múltiplos e pequenos (usualmente em número superior a 10, medindo de 6 a 10 mm de diâmetro), fala-se em ovários policísticos. Em virtude de produzirem uma quantidade maior de hormônios masculinos, a mulher que os tem pode ter sua ovulação e sua fertilidade afetadas. Ao mesmo tempo, a testosterona aumenta a possibilidade da ocorrência dos cistos e por isso os ovários policísticos são considerados uma enfermidade reprodutiva …

O que é infertilidade/esterilidade?

Imagem
Fala-se de infertilidade quando um casal não consegue a gravidez desejada ao fim de um ano (ou dois, na Europa) de vida sexual ativa e contínua, sem estar usando qualquer método contraceptivo. A infertilidade resulta de uma disfunção dos órgãos reprodutores, dos gametas ou do concepto. A esterilidade, por seu turno, é a impossibilidade que tem o homem ou a mulher de produzir gametas (células sexuais: óvulos para a mulher; espermatozoide para os homens) ou zigotos (ou ovos - células que resultam da fusão entre óvulos e espermatozoides) viáveis.

A diferença entre infertilidade e esterilidade nem sempre é feita com precisão e nem sempre se baseia em critérios idênticos. Daquilo que se depreende do conceito acima, podemos dizer que um casal é infértil se tem apenas uma diminuição das chances da gravidez, que podem ser contornadas por medidas médicas, e que é estéril quando a capacidade de gerar filhos é nula.

A infertilidade e a esterilidade podem ser femininas, masculinas, femininas e m…

Miopia

Imagem
Uma visão normal depende, dentre outros fatores, de que as estruturas do olho façam os raios luminosos captados no exterior convergirem exatamente sobre os pontos sensíveis da retina.

A miopia (ou hipometropia) é um dos mais frequentes distúrbios de refração visual. Ela faz com que a imagem dos objetos focalizados seja formada à frente da retina, seja por uma menor distância focal do cristalino, seja por um alongamento anormal do olho ou por uma curvatura anormal da córnea, o que faz com que a pessoa míope veja os objetos distantes como se estivessem embaçados (desfocados), embora os mais próximos possam ser vistos com melhor nitidez.

A pessoa míope enxerga melhor de perto do que de longe. Por isso é comum que ela procure aproximar dos olhos aqueles objetos que deseja visualizar ou contraia os olhos na tentativa de ver com mais clareza. A palavra “miopia” vem do grego e significa "olho fechado", numa alusão a esta atitude das pessoas míopes de apertar os olhos para enxerga…

Tratamento da doença de Behçet

Imagem
O tratamento para doença de behçet é feito de acordo com os sintomas apresentados por cada paciente. É possível controlar a doença, mas não curá-la.

Entre os medicamentos utilizados no tratamento, os corticosteróides são os que revelam mais eficácia no controle das inflamações, são utilizados principalmente em crianças com alterações oculares, vasculares e no sistema Nervoso.

Imunossupressores como azatioprina, ciclosporina A e ciclofosfamida, são utilizados na forma mais grave da doença, assim como anti-agregantes e anti-coagulantes.

O uso desses medicamentos inclui muitos efeitos colaterais como diabetes, diarréia, hipertensão e problemas nos ossos, logo devem ser usados com moderação.

O fato da causa ser desconhecida, complica ainda mais o tratamento da doença de behçet que inclui tanto o paciente como a orientação da família.

Hidrocele

Imagem
Hidrocele é o acúmulo anormal de fluido no interior da túnica vaginal, a membrana que reveste internamente a bolsa que contém os testículos. A hidrocele pode ser uni ou bilateral (geralmente unilateral), congênita ou adquirida, primária ou secundária e afeta principalmente os bebês recém-nascidos e os adultos acima de 45 anos.

Chama-se primária a hidrocele devido a uma absorção deficiente do fluido e secundária aquela devido a uma inflamação (infecção ou trauma) ou neoplasia do testículo.

Nem sempre é fácil determinar-se a causa da hidrocele.

Normalmente, os testículos são envolvidos por um pequeno volume de líquido que tem como função lubrificá-los A hidrocele ocorre quando há algum desequilíbrio entre a produção e a absorção desse líquido, levando-o a acumular-se.

A hidrocele pode ser causada por processos inflamatórios dos próprios testículos ou de estruturas vizinhas ou por traumatismos, obstruções dos vasos linfáticos ou tumores.

No feto, os testículos são formados na cavidade a…

Lipoma

Imagem
Lipoma é um tumor benigno de tecido gorduroso que surge na região subcutânea, mais comum no adulto. Seu crescimento ocorre de forma progressiva, gerando grande incômodo estético e físico, pois esses tumores podem crescer bastante.

O lipoma é um tumor resultante do acúmulo de células gordurosas (adipócitos), mais frequentes entre os 40 e 60 anos, mas podem acometer crianças. Geralmente eles apresentam pequeno tamanho, mas podem crescer lentamente até adquirirem uma grande dimensão. Quando há lesões múltiplas e, algumas vezes, dolorosas, denomina-se lipomatose, que é uma síndrome familiar adquirida.

Os lipomas podem ser únicos ou múltiplos e o tamanho deles é variável, indo de meio centímetro a vários centímetros. Em sua maioria são tumores pequenos.

Em geral, os lipomas são assintomáticos, mas podem se tornar dolorosos. São lesões percebidas no exame clínico do paciente, através das queixas, da inspeção e da palpação. Os lipomas são tumores de consistência mole, fazem relevo sob a pel…

Suplementação de magnésio ajuda a melhorar força muscular respiratória em pacientes com fibrose cística.

Imagem
O magnésio é um dos mais importantes minerais no corpo. Embora alguns estudos tenham demonstrado que pacientes com fibrose cística têm carência de magnésio, nenhum estudo internacional avaliou a importância da suplementação de magnésio por via oral nesses pacientes.

O estudo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), divulgado pelo The American Journal of Clinical Nutrition, investigou de forma prospectiva os efeitos em longo prazo da suplementação de magnésio por via oral sobre a força muscular respiratória usando o escore clínico de Shwachman-Kulczycki (SK) entre crianças e adolescentes com fibrose cística (FC).

Este estudo incluiu 44 pacientes com FC que foram aleatoriamente designados para receber magnésio ou placebo durante 8 semanas com um período de descanso de 4 semanas entre os ensaios.

Todos os pacientes foram submetidos a tratamento convencional da fibrose cística. O protocolo experimental incluiu avaliação clínica, avaliação da concentração urinária de magnésio e me…

Hérnias cerebrais

Imagem
Hérnias cerebrais são hérnias caracterizadas pelo avanço do tecido encefálico, líquido cefalorraquidiano (ou líquor) e vasos sanguíneos para cavidades cranianas não originais, para o exterior da caixa craniana ou para o forame magno (abertura do osso occipital localizada no centro da fossa posterior do crânio que conecta o cérebro com a medula espinhal).

As hérnias cerebrais, em geral, são um efeito colateral do aumento da pressão intracraniana, mas algumas vezes ocorrem por um defeito congênito da formação do cérebro (encefalocele). A hipertensão intracraniana pode ocorrer por um aumento da massa cerebral (hematomas, hidrocefalia, abscessos, tumores, etc.), sendo agravada pela presença de um edema cerebral associado ou por fatores que atuem de forma difusa, como anóxia e processos inflamatórios.

Os sintomas da hipertensão intracraniana dominam o quadro clínico das hérnias cerebrais. Eles se caracterizam basicamente por cefaleia que envolve toda a cabeça, vômitos em jato e edema de p…

Por que nossa pele se regenera e outros órgãos não?

Imagem
Que a pele se regenera não é novidade, mas por que ela é capaz de se reconstruir continuamente enquanto outros órgãos, quando danificados, não conseguem e acabam por levar a complicações de saúde?

Segundo pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, as células epidermais progenitoras e as células-tronco da pele controlam os fatores de transcrição para evitar uma diferenciação prematura, ou seja, é isso que preserva sua capacidade para produzir novas células da pele ao longo de toda a nossa vida.

As células troco são capazes de se replicar continuamente, transformando em qualquer outro tipo de célula, em um processo chamado de diferenciação. Já as células progenitoras são mais limitadas, e se diferenciam em um tipo especifico de células e um número limitado de vezes.

Para renovar a pele ao longo da vida, as células-tronco e as células progenitoras produzem células chamadas queratinócitos, que vão “subindo” pelas camadas da pele à medida que esta se desgasta. Todos …

Enurese

Imagem
Enurese noturna infantil é a falta de controle da micção noturna em idade em que isto já deveria ter ocorrido, ou seja, por volta dos cinco ou seis anos. Até essa idade, o fato de uma criança, sem querer, molhar a cama no máximo uma vez por semana é aceitável, já que o mecanismo urinário da criança ainda está em amadurecimento. O importante é que não tenham outros sintomas associados; tais como, dor ou urgência para urinar, febre, perdas involuntárias de urina durante o dia, sangue na urina, etc. Após essa idade já se pode falar de uma condição chamada enurese noturna infantil.

Teoricamente, a enurese noturna primária monossintomática pode ser definida como “ato involuntário de molhar a cama duas ou mais vezes por semana, em crianças saudáveis, após os cinco ou seis anos de idade.”

A incidência da enurese noturna é maior no sexo masculino, na proporção de 2:1. Aos cinco anos de idade ocorre em 15% das crianças; aos 10 anos, em 3% delas e em 1% dos adultos acima de 20 anos. Há criança…

Matemática causa mais ansiedade em meninas

Imagem
A matemática é uma matéria que causa medo em um grande número de alunos, mas uma nova pesquisa mostra que ela pode causar mais ansiedade em meninas do queem meninos. Essesentimento pode prejudicar o desempenho das estudantes e evitar que elas escolham seguir carreiras que envolvam habilidades quantitativas.

“Esses resultados sugerem que as meninas podem ter o potencial de ter desempenhos melhores em matemática do que os meninos. Porém, seu desempenho pode ser atenuado por níveis mais altos de ansiedade”, explicam os pesquisadores da Universidade de Cambridge, na Inglaterra.

Os cientistas têm apenas especulações quanto aos motivos dessa questão. Pode ser que as meninas estejam mais dispostas a admitir seus sentimentos de ansiedade ou sejam mais críticas quanto a si mesmas, já que meninos são mais auto-confiantes.

A pesquisa foi apresentada no periódico Behavioral and Brain Functions.

Depressão no Mundo

Imagem
A Organização Mundial de Saúde (OMS) prevê que nos próximos 20 anos, o problema sairá do quarto para o segundo lugar no ranking de doenças dispendiosas e fatais. Ele deverá perder apenas para as enfermidades do coração.

Os últimos dados revelam que hoje a depressão atinge 15% da população em todo o mundo, em pelo menos um momento de suas vidas. Desses casos, aproximadamente a metade irá ter episódios repetitivos de crise e precisará de tratamento contínuo.

Programa

Devido aos números assustadores sobre o assunto, algumas entidades e empresas estão fazendo trabalhos especiais voltados para a conscientização da população.

Dados

Os últimos dados revelam que a depressão vem alcançando índices preocupantes.

Veja as estatísticas

— Mais de 400 milhões de pessoas no mundo sofrem de depressão

— O risco de um homem sofrer da doença é de 11%, enquanto que o da mulher pode chegar a 18,6%

— Das pessoas que sofrem de depressão, aproximadamente 15% cometem suicídio

— A falta ou o excesso de sono a…

Essa é boa: Comportamento adolescente pode ser causado por crescimento repentino do cérebro!

Imagem
A adolescência é um momento difícil para os jovens, mas também para quem precisa conviver com eles. A puberdade faz com que os jovens se tornem dramáticos e irracionais, exigindo mais independência ao mesmo tempo em que querem cuidados e carinhos da família.

Uma nova pesquisa pode mostrar a causa dessas mudanças. Assim como na infância, a adolescência é um momento de crescimento repentino do cérebro. “O cérebro continua a mudar ao longo da vida, mas acontecem grandes saltos de desenvolvimento durante a adolescência”, explica a pesquisadora Sara Johnson, da Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health.

Até que o adolescente consiga lidar com todas as mudanças ocorrendo em sua vida, suas reações podem ser realmente exageradas e trazer conflitos para a vida familiar. A pesquisadora acredita que seja parte do papel dos pais ajudarem os filhos a explorar as questões pelas quais eles estão passando e dar apoio e compreensão.

Corticóides

Imagem
Corticoides são um grupo de hormônios esteroides produzidos pelas glândulas suprarrenais.

A descoberta dos corticoides, também chamados de corticosteroides, constitui um dos maiores progressos da farmacologia moderna. Eles são sintetizados a partir do cortisol (que por sua vez deriva do colesterol), um hormônio normalmente fabricado pela glândula suprarrenal.

O cortisol e seus derivados naturais cumprem importantes funções no organismo, como assimilação das proteínas, hidratos de carbono, açúcar, gorduras e minerais, além de terem ações anti-inflamatórias e imunossupressoras e exercerem estimulação cerebral. Quando, por qualquer razão, não são naturalmente providos pelo organismo nas quantidades necessárias, devem ser supridos artificialmente. Por outro lado, o excesso deles acarreta importantes (e às vezes graves) reações.

Quais são os tipos de corticoides existentes?

Há, basicamente, três famílias de corticoides: os glicocorticoides, os mineralocorticoides e os andrógenos.

• Glicoc…

Estabilizadores do humor

Imagem
Estabilizadores do Humor são substâncias utilizadas para a manutenção da estabilidade do humor, não sendo essencialmente antidepressivas nem sedativas. Internacionalmente reconhecem-se três substâncias capazes de desempenhar tal papel: o Lítio, a Carbamazepina e o Ácido Valpróico, mais recentemente o Divalproato de Sódio.

Alguns outros anticonvulsivantes estão merecendo estudos sobre sua eficácia como Estabilizadoras do Humor, como é o caso da Lamorigina e da Gabapentina.

CARBAMAZEPINA Carbamazepina, Tegretard, Tegretol
CARBONATO DE LITIO Carbolim, Carbolitium, Litiocar, Neurolithiun
ÁCIDO VALPRÓICO Depakene, Valpakine
DIVALPROATO DE SÓDIO Depakote
LAMOTRIGINA Lamictal, Neurim
GABAPENTINA Neurotontin, Progresse

A indicação exclusiva para Estabilizadores do Humor são os Transtornos Afetivos Bipolares e os Episódios de Mania (Euforia) ou de Hipomania.

O tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar sem estes Estabilizadores do Humor se complica devido ao fato dos antidepressivos estarem s…

HDL Colesterol

Imagem
O HDL colesterol, conhecido como “colesterol bom” ou lipoproteína de alta densidade, é um tipo de colesterol que ajuda a limpar o excesso de colesterol da parede das vasos sanguíneos. Ele leva esta gordura que está sobrando – a qual pode ser usada para formar as placas de gordura que causam doenças coronarianas – de volta ao fígado para ser processada.

Quando os níveis de HDL de uma pessoa são medidos, está sendo verificado como estão seus vasos sanguíneos e o quanto eles estão livres de colesterol.

Quais são as dosagens ideais de HDL no sangue?

Níveis de HDL abaixo de 40 mg/dL resultam em aumento do risco para doenças coronarianas, mesmo naquelas pessoas com níveis normais de colesterol total e de LDL colesterol (“colesterol ruim”). Dosagens entre 40 e 60 mg/dL são consideradas “normais”. Entretanto, níveis de HDL acima de 60 mg/dL podem proteger contra doenças do coração.

Sabe-se, há vários anos, que quanto maiores os níveis de HDL colesterol, melhor a proteção cardíaca.

Como podemos …

Alergias

Imagem
Alergias são respostas exageradas do sistema imunológico a substâncias estranhas ao organismo e que geram uma hipersensibilidade a um estímulo externo específico (alergenos). Elas também podem acontecer pelo contato da pele com determinados objetos, como pulseiras de plástico, metal ou couro, óculos, botões de metal, elásticos e esmalte.

As substâncias geralmente são inaladas, ingeridas, injetadas ou colocadas em contato com a pele.

Pode haver também hipersensibilidade congênita ou hereditária. Quando o organismo apresenta uma reação de hipersensibilidade, diz-se que ele está sensibilizado. As reações alérgicas são bastante específicas a um determinado estímulo e o organismo sensibilizado só reage a ele ou a outros de estrutura muito semelhante.

Uma substância que cause alergia em determinada pessoa, não necessariamente causa alergia em outra.

Quando os alergenos entram em contato com o organismo, as células produtoras de anticorpos são ativadas e determinam a liberação de mediado…

Rugas? Ai, ai, ai!

Imagem
O que são rugas?

As rugas são consequência do fenômeno fisiológico evolutivo e irreversível do envelhecimento cutâneo. Elas constituem um pregueamento da superfície da pele devido à degeneração e diminuição de seus tecidos elásticos e de sustentação. Constituem uma mostra da idade biológica do indivíduo, que nem sempre corresponde à sua idade cronológica. Na verdade, o envelhecimento celular da pele também tem a colaboração de fatores externos, entre os quais a exposição ao sol parece ser o principal.

Quais são as camadas da pele?

A pele é constituída de três camadas que, de fora para dentro, são:

• Epiderme: camada mais superficial da pele, constituída de células produzidas na sua camada germinativa mais interna e que sofrem um processo de queratinização, o qual confere a impermeabilização da pele à medida que ascendem à superfície. As células mais superficiais sofrem uma descamação e substituição contínuas. Embora esse processo se enfraqueça com o passar do tempo, a epiderme vai se…

Toxoplasmose

Imagem
Toxoplasmose é uma doença infecciosa, congênita ou adquirida, causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii, encontrado nas fezes dos gatos e outros felinos. Homens e outros animais também podem hospedar o parasita.

A toxoplasmose pode ser adquirida pela ingestão de alimentos contaminados — em especial carnes cruas ou mal passadas, principalmente de porco e de carneiro, e vegetais que abriguem os cistos do Toxoplasma, por terem tido contato com as fezes de animais hospedeiros ou material contaminado por elas mesmas.

A toxoplasmose pode ser transmitida congenitamente, ou seja, da mãe para o feto, mas não se transmite de uma pessoa para outra.

Seu diagnóstico é feito levando em conta exames clínicos e exames laboratoriais de sangue.

A toxoplasmose pode ser uma doença absolutamente assintomática ou provocar quadros graves no miocárdio, fígado e músculos, encefalite e exantema máculo-papular (vermelhidão pelo corpo em forma de pequenas manchas e pápulas).

No caso de haver sinais o…

Menopausa

Imagem
A menopausa não é uma doença, mas um estágio normal na vida da mulher. Tecnicamente, chama-se menopausa a última menstruação da mulher, que marca o encerramento dos ciclos menstruais e da ovulação. Essa cessação não acontece abruptamente, na maioria das vezes. Ao aproximar-se a menopausa, os ciclos menstruais tornam-se mais irregulares e escassos e o espaçamento entre eles vai ficando maior. Por isso, considera-se que uma mulher esteja efetivamente na plena menopausa depois que ela deixou de menstruar há mais de um ano.

Chama-se climatério a fase, de limites imprecisos, que assina a transição dos períodos fértil para o não mais fértil da mulher. O uso popular nem sempre faz distinção entre menopausa e climatério e consagrou para ambos o uso do termo menopausa. Em termos cronológicos, a menopausa acontece entre os 45 e 55 anos. Daí em diante, a mulher se torna incapaz de gerar filhos.

Ao nascer, a menina já traz em seus ovários a totalidade dos folículos que se transformarão em óvulos …

Hérnia de Hiato

Imagem
O músculo diafragma(Diafragma: 1. Na anatomia geral, é um feixe muscular e tendinoso que separa a cavidade torácica da cavidade abdominal. 2. Qualquer membrana ou placa que divide duas cavidades ou duas partes da mesma cavidade. 3. Em engenharia mecânica, em um veículo automotor, é uma membrana da bomba injetora de combustível. 4. Na física, é qualquer anteparo com um orifício ou fenda, ajustável ou não, que regule o fluxo de uma substância ou de um feixe de radiação. 5. Em ginecologia, é um método contraceptivo formado por uma membrana de material elástico que envolve um anel flexível, usado no fundo da vagina de modo a obstruir o colo do útero. 6. Em um sistema óptico, é uma abertura que controla a seção reta de um feixe luminoso que passa através desta, com a finalidade de regular a intensidade luminosa, reduzir a aberração ou aumentar a profundidade focal) localizado na transição entre o tórax e o abdome, separa as duas cavidades corporais. Neste músculo existe um orifício, conhe…