Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Tremor essencial

Imagem
O tremor essencial (Essential Tremor - ET) é um distúrbio do movimento que geralmente afeta as mãos, mas que também pode afetar a cabeça, a voz e as pernas.

O tremor essencial não é uma doença ameaçadora à vida, mas pode ser um problema que altera a vida. As pessoas com tremor essencial frequentemente perdem a capacidade de executar tarefas simples como dirigir ou ir trabalhar. Enfrentar os sentimentos de isolamento resultantes pode ser difícil.

Entre os mais de 20 diferentes tipos de tremor, o tremor essencial é o mais comum.

Uma em cada 20 pessoas com mais de 40 anos de idade e uma entre cinco pessoas com mais de 65 anos de idade podem ter tremor essencial.

Embora a idade média para o início do tremor essencial seja 40 anos, ele pode aparecer primeiramente em qualquer idade entre a infância e a velhice.

O tremor essencial é caracterizado por uma agitação rítmica que ocorre durante o movimento voluntário ou ao se manter uma posição contra a gravidade. O tremor essencial é frequent…

Halitose: noções.

Imagem
As causas da halitose conhecidas são mais de 60 e as causas bucais correspondem a mais de 90% dos casos.

Dentre as causas mais importantes e comuns originadas na cavidade bucal, temos a saburra lingual e as doenças da gengiva (gengivite e periodontite).

Nas causas do mau hálito originado nas vias aéreas superiores, os principais responsáveis são os cáseos amigdalianos, e de origem sistêmica ou metabólica, temos o jejum prolongado, a ingestão de alimentos odoríferos (capazes de alterar o hálito), o diabetes não compensado, a hipoglicemia e as alterações hepáticas, renais e intestinais como causas principais, mas que como vimos acima, correspondem somente a uma porcentagem muito pequena dos casos.

O MAU HÁLITO NÃO VEM DO ESTÔMAGO, sendo que este é frequentemente responsabilizado pela alteração no odor do hálito, exceto em raros casos de Diverticulose esofágica (especialmente o divertículo de Zencker - que é uma causa originada na transição entre o esôfago e a faringe) ou ainda devido…

Cortisol

Imagem
É importante salientar que o cortisol não é inteiramente um mal como algumas pessoas tendem a pensar.

Tem funções primordiais em nosso organismo, tais como: modulador do metabolismo de carboidratos, proteínas e gorduras; efeito antiinflamatório - através da inibição da síntese dos mediadores da resposta inflamatória - e ainda, a ausência do cortisol pode acarretar a diminuição da contratilidade e do desempenho dos músculos esquelético e cardíaco.

Por outro lado, níveis excessivos de cortisol, a longo prazo, produzem redução da massa muscular através da inibição da síntese protéica e estímulo da proteólise, perda de massa óssea, inibição dos níveis de hormônio do crescimento (GH), resistência à insulina, supressão da conversão do inativo hormônio da tireóide T4 no ativo T3 e redução da temperatura corporal

Cortisol, também conhecido como hidrocortisona, é um hormônio do córtex adrenal, é o glicocorticóide principal. A preparação sintético é utilizado para a sua anti-inflamatório aç…

Hormônio do Crescimento 2

Imagem
Segunda Parte:

A obesidade diminui a secreção pulsátil do GH e pode também causar aceleração na desagregação do GH pelo corpo.

Por outro lado, o sustento de exercício intenso aumenta a quantidade e números de impulsos do GH a ser secretado.

Ênfase na palavra intenso, exercícios comuns não são o suficiente para obter este efeito.

O jejum aumenta a freqüência pulsátil e a quantidade de GH secretado.

A alimentação acaba com a secreção do GH através da estimulação da insulina, que se opõe o GH.

Ao longo prazo, uma dieta pobre pode interferir tremendamente com a liberação adequada do GH e a formação do IGF-1.

A dieta correta irá contribuir para superação do excesso da insulina, a fim de promover a secreção do hormônio do crescimento.

A testosterona, estrogênio e outros hormônios realça a secreção do GH.

O efeito sinérgico da substituição de uma variedade de hormônios deficientes não pode ser sobre declarado.

Resultados nesta área são reforçados com a utilização das fórmulas adequad…

Hormônio do Crescimento 1

Imagem
Primeira parte

O hormônio do crescimento humano é um dos vários hormônios endócrinos, como estrogênio, progesterona, testosterona, melatonina e DHEA que diminui com a idade.

Enquanto muitos destes hormônios podem ser substituídos para deter algum efeito no envelhecimento, o hGH atinge muito além do alcance de qualquer um desses hormônios, não só para prevenir o envelhecimento biológico mas também para inverter significativamente uma ampla gama dos sinais e sintomas associados com envelhecimento.

O hGH, também conhecido como somatotropina, é o hormônio mais abundante secretado pela glândula pituitária.

É produzido quando ocorre uma aceleração no crescimento, sendo seu pico durante a adolescência.

A secreção diária do hormônio do crescimento diminui com a idade, na medida em que uma pessoa de 60 anos pode secretar 25% do hGH da quantidade total secretada por um jovem de 20 anos.

O hormônio do crescimento é primeiramente liberado em pulsos presentes durante as primeiras fases do son…

Desvantagens da barriga grande

Imagem
Ter barriga avantajada por volta dos 40 anos pode quase triplicar o risco de desenvolver mal de Alzheimer e outros tipos de demência aos 70 anos, de acordo com um estudo realizado nos Estados Unidos.

Os pesquisadores monitoraram, ao longo de uma média de 36 anos, 6.583 pessoas com idades entre 40 e 45 anos, do norte do Estado da Califórnia, e registraram suas medidas do abdômen.

Ao chegar aos 70 anos, quase 16% dos participantes receberam um diagnóstico de demência.

O estudo constatou que quem tinha um abdômen mais avantajado tinha uma probabilidade quase três vezes maior de desenvolver doenças deste tipo do que os que tinham pouca gordura abdominal.

Ter uma barriga grande aumentou o risco de demência mesmo em casos em que os participantes tinham um peso geral normal.

Pessoas com o peso um pouco acima do considerado normal e com uma barriga avantajada tinham uma probabilidade 2,3 vezes maior de desenvolver demência em relação a pessoas com o peso normal e medida abdominal normal.

Sistema Endócrino

Imagem
As glândulas endócrinas, também chamadas de glândulas de secreção interna produzem hormônios, que são distribuídos por todo o organismo através da corrente sanguínea.

Os hormônios têm a responsabilidade de controlar a ordem e a harmonia do organismo.

Eles regulam a química corporal, o preparo do corpo para a atividade física e sua reação à fome, estresse, infecção e enfermidades.

Funções do Sistema Hormonal

A função central do Sistema Hormonal é regular e controlar o emprego dos alimentos, inclusive a digestão de alimentos sólidos, a ingestão e uso de Oxigênio, o metabolismo e o equilíbrio dos carboidratos, gorduras, proteínas, sais minerais e água.

Estas funções resultam no desenvolvimento do corpo, manutenção da vitalidade e capacidade de reprodução e manutenção da espécie.

Os sistemas de comunicação hormonais ampliam os sistemas de comunicação nervosos dentro do organismo.

Os Hormônios

Os hormônios são moléculas químicas (peptídeos, proteínas ou esteróides) produzidas em uma …

Cogitações sobre o cérebro

Imagem
O Romano Marco Túlio Cícero disse por volta de 65 antes de Cristo... "O exercício fisico que sustenta o espírito e mantém o vigor da mente"

O que ingerimos apresenta impacto real nas funções cerebrais. Isso significa dizer que os nutrientes têm, sim, o poder de aumentar nossa inteligência,memória, coordenação e até de nos proteger de doenças caracterizadaspor desequilíbrios bioquímicos, como a depressão.

Não há dúvida de que os alimentos são como um composto farmacêutico, um remédio, que atua sobre o cérebro.

Podem elevar nosso potencial de raciocínio eaprimorar muitas outras funções.

Em 1 quilo e 200 gramas de cérebro, o peso médio da massa encefálica de um adulto, 100 bilhões de células nervosas estão em atividade.

Cada uma se liga a milhares de outras em mais de 100 trilhões de conexões.

Dos 30 anos em diante, o cérebro perde algo em torno de 10 Mil neurônios por dia.

Isso mesmo – 300 Mil por mês, 3,6 milhões por ano.

Mas os estudos mais recentes, feitos a partir d…

Ácido Gama Linolênico

Imagem
São fontes de ácido gama-linolênico (GLA): óleos de Boragem, Prímula , Gergelim e Spirulina havaiana.

O GLA, ou Ácido Gama Linoleico (GLA), faz parte da família dos ácidos graxos ômega 6.

GLA tem demonstrado resultados interessantes no tratamento de artrites, doenças cardiovasculares e obesidade.

Promove a sensação de saciedade, reduzindo o apetite...

Embora os derivados do ômega 6 sejam em sua maioria de caráter inflamatório, a exceção fica para o GLA.

A presença do óleo de gergelim aumenta a produção do Ácido Di-Homo Gama Linoléico (DGLA) e também impede a conversão do GLA em mediadores pró-inflamatórios, como ácido araquidônico.

Nos humanos ocorre a conversão do ácido linoleico – presente em óleos vegetais – em GLA através da ação de uma enzima específica.

Caso essa enzima esteja deficiente ou com dificuldades de atuação devido a fatores como idade, consumo de álcool, cafeína e gordura trans, baixo consumo de vitamina C, E B6 e B3, zinco e magnésio e excesso de insulina, não …

Refluxo Gastro-Esofágico e Otite Média em crianças

Imagem
A otite média é caracterizada por uma inflamação com acúmulo de secreção no ouvido médio.

Os mecanismos moleculares subjacentes à patogênese da doença, particularmente a resposta inflamatória, são ainda desconhecidos.

A hipótese do presente estudo é de que a aspiração do conteúdo gástrico para a nasofaringe pode ser responsável pelo início do processo inflamatório ou agravar uma condição pré-existente.

Um estudo publicado pelo periódico JAMA Otolaryngology - Head Neck Surgery investigou a correlação entre a pepsina A gástrica, as citocinas inflamatórias, a infecção bacteriana e os resultados clínicos.

O estudo prospectivo contou com 129 pacientes pediátricos submetidos à miringotomia com colocação de tubo de ventilação para tratamento da otite média (veja imagem acima) em um hospital pediátrico de nível terciário.

Amostras de ouvido foram testadas para a pepsina A, citocinas interleucinas (IL-6, IL-8 e fator de necrose tumoral) e inoculação de bactérias para cultura.

Os dados fora…

Uma visão geral do HIV (AIDS)

Imagem
O HIV (Human Immunodeficiency Virus) é um vírus que infecta exclusivamente os seres humanos e ataca e enfraquece seu sistema imunológico, causando uma imunodeficiência que possibilita o surgimento de outras infecções oportunistas e de doenças autoimunes.

Em certos aspectos o HIV é semelhante a outros vírus mais comuns, como o da influenza, por exemplo, mas há importantes diferenças.

O sistema imunológico humano consegue eliminar do organismo a maioria dos vírus, mas isso não acontece com o HIV e uma vez que a pessoa o contraia será portador dele pelo resto da vida.

O HIV está presente em quase todos os fluidos corporais, tanto na forma de partículas livres como no interior de células imunitárias infectadas.

A transmissão acontece sempre que o vírus é introduzido no organismo do receptor. As principais vias de transmissão do vírus são o contato sexual, a transmissão sanguínea, o compartilhamento de seringas, a transmissão da mãe para filho (transmissão vertical), a transmissão ocup…

Picnodisostose

Imagem
A picnodisostose (palavra oriunda do grego, picnos=denso; dis=defeituoso; ostose=osso) também denominada síndrome da mucopolissacaridose VI ou síndrome de Maroteaux-Lamy, trata-e de uma rara displasia esquelética autossômica recessiva.
Foi em 1962 que Maroteau e Lamy reconheceram esta afecção foi como uma entidade distinta.

Acomete ambos os sexos, havendo relatos de consanguinidade entre os progenitores em cerca de 30% dos casos. A alteração genética é observada no cromossomo 1q21, mais especificamente no gene codificador da enzima catepsina K, que é secretada pelos osteoclastos, responsáveis pela divisão das proteínas da matriz óssea.

Esta patologia é caracterizada pela baixa estatura, osteoesclerose, com propensão a fraturas ósseas múltiplas, hipoplasia da mandíbula, ângulo mandíbula obtuso, atraso no fechamento das fontanelas, presença de anormalidades na formação dentária, displasia das clavículas e desenvolvimento insuficiente das falanges terminais.

Pode haver um risco de uma…

Resveratrol

Imagem
O resveratrol é uma substância (polifenol) que pode ser encontrada nas sementes e na pele da uva tinta (e outras plantas), bem como no vinho tinto, produzido pela planta para se defender de bactérias, fungos e parasitas e que, além da sua ação anti-fúngica e anti-bacteriana, é um potente antioxidante que pode proteger a saúde e a longevidade humanas de diversas maneiras.

Ele é a grande revelação dos estudos sob a denominação de “paradoxo francês” que levou os investigadores durante décadas a cuidar de saber o porquê de, apesar de levarem um modo de vida com muitas gorduras saturadas alimentares, tabaco e alcool, os franceses apresentarem uma rídicula incidência de patologias cardiovasculares.

O segredo, afinal, estava no vinho tinto com que os franceses gostam tanto de acompanhar as suas refeições ou uma simples conversa.

Infelizmente a quantidade de resveratrol habitualmente presente nas uvas tintas tem vindo a diminuir drasticamente em virtude da utilização mais ou menos indiscrimi…

A teoria da alimentação alcalina

Imagem
Controlar o pH do corpo significa ter saúde e ficar livre de doenças

O pH do corpo afeta toda a nossa saúde, equilibrar o pH é um passo importante para manter a saúde física, mental e emocional, é vital para a saúde de todo o nosso organismo.

O equilíbrio entre acidez e alcalinidade, e sua importância para a saúde, pode ser explicado de um modo simples. Este equilíbrio é essencial para uma boa saúde de todo nosso corpo.

O Básico

Cada solução ou é ácida ou é alcalina. Essas soluções podem ser qualquer coisa como fluidos corporais, o ácido
do estômago e do sangue, bebidas como vinho ou café ou a água do mar.

Acidez e alcalinidade são medidas em pH (potencial de hidrogênio). A escala de pH vai de 0 a 14, com 0 a mais ácida, e 14 o mais alcalino.
O pH ácido do estômago é 1
O vinho é de 3,5
A água é 7 (neutro)
O sangue venoso é 7,35
O sangue arterial é de 7,4
A água do mar é de 8,5
O bicarbonato de sódio é de 12.

Idealmente, o nosso pH deve permanecer no lado alcalino: entre 7,35 e 7,…

Notícias do Planalto Central

Imagem
Capital estrangeiro na Saúde

Um fato marcante que merece debate é a aprovação, em dezembro, da Medida Provisória 656.

Inicialmente, tratava de matéria tributária e financeira, contudo foi enxertada com mais de trinta temas que não possuem qualquer pertinência à tributação.

Um deles é a autorização para o ingresso de capital estrangeiro nos hospitais e clínicas. Em 1988, nossa Constituição vedava a participação de empresa ou capital estrangeiro na assistência à saúde, com poucas exceções, como doações ou cooperação técnica. Progressivamente, foi liberada a participação em seguradoras, planos de saúde, laboratórios e agora se abre a possibilidade de atuar diretamente nas ações e serviços de saúde.

O tema é polêmico, pois de um lado traz novos recursos com a perspectiva de melhoria tecnológica e ampliação da capacidade de investimento.

Por outro, não há duvida de que estes recursos vêm em busca de lucro, o que pode levar a um viés no interesse de investir em áreas com maior potencia…

DRESS

Imagem
A síndrome DRESS é uma reação adversa rara e grave a medicamentos, potencialmente fatal.

DRESS é o acrônimo de Drug Reaction with Eosinophilia and Systemic Symptoms, que é mais conhecido no meio médico e em português por Síndrome de Hipersensibilidade Sistêmica a Drogas (SHSD).

Embora vários outros medicamentos também possam desencadear a síndrome DRESS, mais comumente ela é desencadeada por anticonvulsivantes aromáticos e sulfonamidas.

Os mecanismos fisiopatológicos da síndrome DRESS ainda não estão totalmente elucidados, contudo parecem envolver aspectos metabólicos das drogas que a causam, bem como dos eventos imunes desencadeados por elas.

A incidência da síndrome DRESS entre os familiares de primeiro grau do paciente é elevada e a condição pode também ser desencadeada por uma infecção viral.

Das medicações que mais comumente causam a síndrome DRESS sabe-se que alguns pacientes exibem uma incapacidade genética de depurar os produtos metabólicos tóxicos do óxido arenoso, contid…

HPV (Papiloma Vírus Humano)

Imagem
HPV é a forma abreviada de referir-se ao Papilomavírus humano, um grupo de mais de 100 tipos de vírus.

O HPV pode ser eliminado do organismo sem causar problemas, mas se persiste, geralmente causa verrugas ou câncer, especialmente o câncer do colo do útero.

O HPV pode ser transmitido por meio de contato íntimo pela-a-pele, como no sexo vaginal, anal ou oral.

Hoje em dia, o HPV é a infecção mais comum transmitida por via sexual. O HPV é tão comum que praticamente todos os homens ou mulheres sexualmente ativos acabam por serem contaminados por ele em algum momento de suas vidas.

Ele pode ser transmitido mesmo quando a pessoa infectada não apresenta sintomas e a pessoa contaminada pode vir a só exibir sintomas depois de anos após ter contraído o vírus.

Há vacinas que podem prevenir as infecções pelos tipos mais comuns do HPV.

Muitas pessoas que permanecem sem sintomas nunca descobrem ter o vírus; outras só descobrem tê-lo quando adoecem com verrugas ou câncer. Algumas mulheres se d…

Arginina

Imagem
A L-arginina participa de diversas reações que ocorrem no organismo, como na produção de energia; na recuperação das células; na eliminação da amônia através da urina; na liberação do hormônio do crescimento e na formação do óxido nítrico.

O óxido nítrico, produzido pelo organismo, a partir da arginina, auxilia no controle da pressão arterial e da circulação do sangue e auxilia nas defesas do organismo contra infecções.

Estas ações promovem melhor aproveitamento da glicose (açúcar) do sangue para a produção de energia; redução da amônia do organismo e aumento da circulação do sangue, resultando em melhor e maior capacidade muscular e resistência ao esforço.

Embora se tenha conhecimento do uso da L-arginina por mulheres grávidas, não foram realizados estudos específicos para determinar a segurança do uso de aspartato de L-arginina por mulheres grávidas ou que estejam amamentando e, também, não há informações sobre sua eliminação no leite materno.

Não há advertências ou recomendações…

Síndrome de West

Imagem
A síndrome de West é uma condição epiléptica severa, incidente na infância e caracterizada por uma tríade sintomática que envolve espasmos musculares, hipsarritmia (padrão eletroencefalográfico específico) e retardo mental.

Quanto às causas, descrevem-se três tipos de espasmos infantis: sintomáticos, criptogenéticos (não se sabe a causa) e idiopáticos (não se sabe a causa).

O nome da síndrome é uma homenagem ao Dr. W J West, que fez a primeira descrição da condição em 1841.

Os pacientes com espasmos infantis sintomáticos são aqueles que têm um fator etiológico identificável que seja responsável pela síndrome.

Esses fatores são múltiplas formas de agressões ao cérebro no período pré ou pós-natal, como infecções, traumas, etc.

Cerca de 70 a 75% das crianças com espasmos infantis tem a forma sintomática do distúrbio.

A esclerose tuberosa, uma condição hereditária autossômica dominante, é a causa pré-natal mais comum de espasmos infantis.

Naqueles com espasmos ditos criptogenéticos…

Disidrose

Imagem
Disidrose (do grego: des=não; hidro=suor excessivo) é uma doença aguda ou crônica que se caracteriza pelo aparecimento de pequenas vesículas principalmente nas palmas das mãos e plantas dos pés.

A doença recebeu esse nome porque no passado se acreditava que ela era devida à retenção de suor, ideia que hoje em dia acha-se inteiramente descartada.

O termo foi empregado pela primeira vez em 1873, por Tilbury-Fox, que acreditava nessa teoria sudoral.

A causa verdadeira da disidrose é desconhecida.

Existem certas reações a medicamentos e algumas reações imunológicas a fungos que imitam a disidrose.

A doença, contudo, tem uma especificidade individual.

Não é a natureza da substância de contato que determina se a lesão a ser formada será ou não disidrose e sim o padrão de reação de cada pessoa.

Uma mesma substância pode provocar disidrose em uma pessoa e reação diferente em outra pessoa.

É uma enfermidade que costuma estar associada ao estresse, à sudorese aumentada nas mãos e nos pé…

Chlorella

Imagem
A chlorella foi descoberta pelos japoneses, tradicionais consumidores de algas, que apreciam e a utilizam normalmente como complemento alimentar. Relatam uma sensação de bem estar e aumento da energia após um curto período de uso. É uma alga riquíssima em clorofila, proteínas, vitaminas, sais minerais e aminoácidos essenciais.

O nome chlorella deriva do prefixo "Chloros" (verde) e sufixo "Ella" (pequeno), referindo-se ao extraordinário conteúdo de clorofila que dá a característica cor de esmeralda-verde. Esta alga apresenta 70% de sua composição da mais pura clorofila, o que faz dela a maior fonte de clorofila em nosso planeta.

Chlorella são algas unicelulares de água doce que pertencem a categoria de celulas eucarióticas presentes no planeta a milhões de anos. Seu tamanho é aproximadamente o mesmo de um eritrócito humano, entre 2-8 microns de diâmetro.

Ela foi a primeira forma de vida com um núcleo verdadeiro.

A maioria das algas tem uma estrutura similar a de…

Alimentos importantes para a formação muscular

Imagem
Proteínas

Quem faz atividade física regular, mas não é atleta, deve consumir 15% das calorias provenientes da proteína. Ingerir 1,7 grama de proteína por quilo de peso corporal - se você pesa 55 quilos, precisa de 93 gramas de proteína por dia ou cerca de 400 gramas de carne
vermelha.

Estudos mostram que acima de 1,78 grama de proteína não há aproveitamento do nutriente na formação da musculatura. Para um melhor aproveitamento dos nutrientes, fazer a refeição no máximo 30 minutos após o treino. Nesse intervalo, existe a chamada janela de absorção, em que os nutrientes são usados para a reposição, no fígado e nos músculos, do glicogênio, um tipo de carboidrato usado como fonte de energia para o crescimento muscular, mas que não é depositado sob a forma de gordura.

Isso significa que aquilo que você ingerir meia hora após os exercícios não vai se transformar em calorias extras. A proporção ideal é de 3 gramas de carboidratos para 1 grama de proteína. Para melhorar a absorção das prot…

Hepatite fulminante

Imagem
A hepatite fulminante, também conhecida como hepatite aguda grave ou falência hiperaguda do fígado, é a condição de maior gravidade dentre as doenças do fígado, podendo levar, em mais da metade dos casos, um indivíduo até então sadio à morte em questão de dias ou semanas.

Nos pacientes que conseguem sobreviver por tempo maior, a hepatite fulminante leva a um quadro de encefalopatia dentro de oito semanas, em virtude do dano hepático severo.

Entre as causas mais comuns da hepatite fulminante destacam-se o uso de medicamentos como antibióticos, psicotrópicos, antidepressivos, remédios para diabetes, analgésicos comuns como o paracetamol/acetaminofeno, as hepatites virais A e B, doenças autoimunes, entre outras.

Nos recém-nascidos, as infecções e os erros metabólicos são as causas mais comuns.

Uma necrose hepática aguda, secundária a uma infecção viral ou a uma toxina, leva à encefalopatia e à coagulopatia, devido à falência da regeneração hepática.

O processo íntimo que leva a esse …