Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Sete em cada dez brasileiros acreditam que esclerose múltipla é doença de idosos

Em comemoração ao Dia Nacional da Esclerose Múltipla o Ibope fez uma pesquisa com mais de mil pessoas no país para investigar o conhecimento da população sobre a doença. Cerca de 70% dos brasileiros acreditam que a esclerose múltipla atinge mais idosos, apesar de saberem (em sua grande maioria) que esclerose e esclerose múltipla são doenças diferentes.

Apesar da percepção geral, a esclerose múltipla é mais comum em mulheres (duas para cada homem) entre 20 e 40 anos. São aproximadamente 2,5 milhões de pacientes em todo o mundo com a doença e mais de 30 mil no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Esclerose Múltipla (ABEM).

A esclerose múltipla (EM) é uma doença auto imune. O corpo reconhece a bainha de mielina (estrutura que envolve o neurônio, facilitando a transmissão dos impulsos nervosos) como agressora e passa a atacá-la. A EM pode evoluir para incapacidade física, fadiga e déficit cognitivo.

A doença crônica atinge o sistema nervoso central e não tem cura, mas atualmente aprese…

Homens têm consulta grátis até sábado no Parque do Ibirapuera (SP)

A partir desta quinta-feira, 26, até sábado, o Movimento pela Saúde Masculina realiza atendimentos médicos na arena de eventos do Parque do Ibirapuera (portão 2), em São Paulo, das 9h às 17h.

A previsão é receber 500 homens e orientá-los sobre disfunção erétil, doenças da próstata e andropausa. Idealizada pela Sociedade Brasileira de Urologia, a campanha passa pela capital paulista pela segunda vez. A primeira foi em março, quando apenas 18% dos homens disseram passar pelo urologista regularmente.

O atendimento é feito em um consultório adaptado a uma carreta para percorrer 22 cidades brasileiras até setembro.

Como prevenir é dever de todos, divulgue essa notícia para seus amigos e conhecidos! O câncer de próstata é tão comum quanto o câncer de mama; e tão nefasto quanto.

Oito sintomas mais comuns do câncer.

Pesquisadores no Reino Unido identificaram os oito sintomas mais comuns em pessoas que são diagnosticadas com câncer.

A pesquisa da Keele University, na cidade inglesa de Newcastle-under-Lyme, identificou oito sintomas: sangue na urina, anemia, sangramento anal, sangramento ao tossir, nódulo no seio, dificuldade para engolir, sangramento pós-menopausa e nódulo na próstata.

Segundo os cientistas, pessoas com estes sintomas têm probabilidade maior do que uma em 20 de ter algum tipo de câncer. Quanto mais cedo os pacientes identificarem a doença, maiores são as chances de um tratamento bem-sucedido.

Os cientistas analisaram os resultados de outras 25 pesquisas.

De todos os sintomas, apenas dois deles são considerados mais graves entre pessoas com menos de 55 anos: nódulos nos seios e próstata. Os demais são particularmente mais perigosos em pessoas com mais de 55 anos.

A entidade Cancer Research UK, de pesquisa sobre a doença, disse que quaisquer mudanças no corpo devem levar as pessoas a pro…

Estudos avaliam a real eficácia da acupuntura.

Há pelo menos dois mil anos, curandeiros chineses usam a acupuntura para tratar dores e outros problemas de saúde. Agora, os médicos ocidentais querem provas de que a prática funciona.

Há poucas dúvidas de que as pessoas se sentem melhor após receber o tratamento, onde finas agulhas são inseridas profundamente na pele em pontos específicos do corpo. Mas elas estariam se beneficiando da própria acupuntura, ou simplesmente sentindo um efeito placebo?

A discussão foi abastecida, na última semana, por um estudo na revista “Arthritis Care and Research”. Pesquisadores do Centro de Câncer MD Anderson, em Houston, descobriram que, para 455 pacientes com uma grave artrite no joelho, a acupuntura entregou o mesmo alívio que um tratamento falso.

Na verdade, os pacientes conseguiram uma redução significativa na dor com ambos os tratamentos – uma redução média de um ponto, numa escala de um a sete.

Críticos sustentam que o estudo foi mal projetado. Para começar, segundo eles, os pacientes dos dois gru…

Estresse na infância aumenta o risco de doenças autoimunes na vida adulta...

O estresse, seja ele de natureza física ou mental, é composto por um conjunto de reações fisiológicas que se demasiadas em intensidade ou duração podem levar a um desequilíbrio de nosso organismo.

Em um estudo amplo, as adversidades na infância aumentaram o risco para o desenvolvimento de doenças autoimunes na vida adulta.Este tipo de doença é ocasionada pelo sistema imunológico, ou seja, os mecanismos de defesa do corpo humano, desenvolvidos para defendê-lo de agentes agressores, passam a lesar os orgãos do próprio corpo.

Pesquisadores avaliaram as hospitalizações decorrentes de doenças autoimunes presentes nos registrso de 15.357 adultos (idade média:56 anos) entre 1995 e 2006.

Os eventos adversos na infância (EAI) incluíram abuso físico, sexual, emocional e disfunções no ambiente doméstico, por exemplo, violência, abuso de drogas, doenças mentais, divórcio entre os pais, entre outros.A gravidade dos EAI foi quantificada entre 0 até 8 pontos.

Cerca de 20 doenças autoimunes foram pesqui…

Qualidade do ar que respiramos em Sampa:

Mooca é o bairro com pior ar de São Paulo...

A Mooca, na zona leste, foi a região de São Paulo com a pior qualidade do ar nos últimos seis dias. Ela foi a única classificada como "má" pela Companhia de Saneamento Ambiental do Estado (Cetesb) na última semana - a marca foi atingida no domingo. No período, o ar se tornou pior nas dez áreas da cidade em que as medições são feitas. Os efeitos da poluição na saúde são agravados pela baixa umidade do ar, segundo especialistas.

O excesso de ozônio e a dificuldade de dispersão de partículas em um bairro com poucas árvores e localizado ao lado da Radial Leste, uma das vias mais movimentadas da cidade, são algumas das explicações para o que aconteceu na Mooca. O nível de ozônio na região chegou a 203, enquanto o recomendado é que não ultrapasse 101 - o que contribuiu para que a poluição no bairro fosse considerada a pior entre as 40 regiões do Estado com medição da Cetesb, incluindo a região industrial de Cubatão.

Precisamos reconstruir …

Reações vacinais

Do final dos anos 70 aos dias de hoje, a área da imunização deu um salto de qualidade científica e técnica incomparável na história da humanidade. Para se ter uma ideia, no século passado as grandes descobertas biomédicas (BCG, vacina da poliomielite) tiveram papel fundamental na cura de diversas doenças. Em pouco mais de 30 anos, o Brasil multiplicou o conhecimento nesta área, contemplando uma vasta lista de doenças que foram extintas. Como a varíola, cuja vacinação provocou a extinção do vírus no planeta.
Diversos programas governamentais foram cruciais para que a imunização atingisse um grande número de crianças (e também de adultos) em todo o País. A campanha anual contra a poliomielite, a introdução no calendário das vacinas contra o rotavírus e influenza são exemplos clássicos, mas não únicos.
Há algumas décadas era comum a internação de crianças com diarréia e pneumonia. Hoje, o volume destes casos nas enfermarias pediátricas é muito reduzido, graças à evolução da imunização. Nes…

Herpes modificado pode ajudar no tratamento do câncer.

Uma versão geneticamente modificada do vírus do herpes pode ser usada no tratamento de pacientes com câncer de cabeça e pescoço, segundo recente estudo do Instituto de Pesquisa do Câncer do Reino Unido. Em testes com 17 pacientes com os linfonodos afetados pelo câncer, os cientistas descobriram que, após injeções do herpes simplex modificado, o vírus se multiplica dentro das células dos tumores e provoca sua morte, sem afetar as células saudáveis, enquanto estimula o sistema imunológico dos pacientes.

Em artigo recentemente publicado na revista científica Clinical Cancer Research, os pesquisadores destacam que apenas quatro doses do vírus geneticamente modificado, aplicado junto com radioterapia e quimioterapia, provocaram o encolhimento do tumor da cabeça e pescoço de 14 pacientes, além de eliminar os resíduos de câncer no linfonodo de quase todos os participantes. E a maioria não apresentou retorno da doença em 29 meses. Os resultados indicaram, ainda, que os efeitos colaterais apres…

Estresse diminui chance de gravidez

Foram analisadas 274 mulheres com idades entre 18 e 40 anos; nervosismo reduz chances em 12%

A idade, o hábito de fumar, a obesidade e o consumo de bebidas alcoólicas interferem nas chances de gravidez. Agora, um estudo realizado pela Universidade de Oxford junto com o Instituto Nacional de Saúde dos EUA sugere que as mulheres mais estressadas também têm menos chances de engravidar.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores avaliaram 274 mulheres entre 18 e 40 anos que tentavam uma gravidez natural. Eles fizeram um registro diário da menstruação das participantes, assim como estilo de vida e frequência sexual.

No sexto dia do ciclo menstrual, os especialistas coletaram uma amostra de saliva para a análise dos níveis de cortisol e adrenalina, marcadores biológicos para medir o estresse - o cortisol está ligado ao estresse crônico, e a adrenalina é liberada pelo organismo quando a pessoa está em situações ameaçadoras ou perigosas.

O estudo constatou que mulheres com níveis mais elev…

Carnes vermelhas aumentam e as brancas reduzem o risco cardíaco

O consumo de carne vermelha e carne processada - incluindo bacon e salsicha - aumenta bastante os riscos de doença cardíaca entre as mulheres, segundo estudo da Escola de Saúde Pública de Harvard, nos Estados Unidos. Por outro lado, de acordo com os autores, ingerir alimentos ricos em “proteínas saudáveis” - como peixes, aves, laticínios desnatados e castanhas - pode reduzir os riscos de desenvolver problemas cardiovasculares.

Publicados na edição de agosto da revista científica Circulation, o estudo com 84 mil mulheres com idades entre 30 e 55 anos indicou que aquelas que comiam duas porções de carnes vermelhas por dia tinham 30% maior risco de desenvolver doença cardíaca coronariana do que aquelas que comiam apenas meia porção diariamente. E esse risco era reduzido em 30% se a carne vermelha fosse substituída por castanhas e nozes; e em 19% e 24% se a escolha fosse por aves e peixes, respectivamente.

Jovens estão ficando surdos!

Um novo estudo do “Journal of the American Medical Association” desta semana relata que um em cinco adolescentes norte-americanos apresentam atualmente perdas auditivas.

Isto significa que ouve uma elevação de 30 por cento do que os estudos apontavam há 15 anos atrás.

Adolescentes com perda auditiva não entendem adequadamente o que se fala. Ainda assim, mantém a exposição auditiva a iPods e outros tocadores de MP3, que são, na verdade, o fator mais importante de causa deste distúrbio.

Quanto sabemos, de fato, a respeito do uso constante de tocadores de música portáteis? Será que existem outros fatores, como, por exemplo, o ruído ambiente das grandes metrópoles, para afetar a audição dos jovens?

Há muito para entender, ainda. Mas uma coisa é certa: o que se vê de jovens conectados em tocadores de músicas caminhando por todos os lugares é algo admirável, nos dias atuais e, mesmo com as advertências escritas nos manuais e nos próprios programas que controlam os aparelhos, as pessoas costumam…

Maioria dos brasileiros acredita que frio é causa de gripe e resfriado.

Mais de 80% dos brasileiros acham que o frio causa ou piora gripes e resfriados. Essa é apenas uma das noções erradas disseminadas sobre as doenças respiratórias contagiosas mais comuns.

Tanto a gripe quanto o resfriado são causados apenas por vírus. A maior prevalência no inverno é em razão do aumento da aglomeração de pessoas em locais menos ventilados, facilitando a disseminação do vírus e a contaminação.

Infecção causada pelo vírus Influenza, a gripe pode evoluir para pneumonias e insuficiência respiratória. Em casos mais graves, pode levar à morte.

Isso não acontece nos resfriados, outra doença respiratória contagiosa. A pesquisa também mostrou que a maioria das pessoas não sabe distinguir uma da outra. Aliás, há muitos médicos que também não sabem fazer essa distinção...

Cerveja aumenta risco de doença de pele em mulheres.

Mulheres que bebem cerveja regularmente têm mais chances de desenvolver psoríase, uma doença de pele crônica, segundo sugere um estudo de pesquisadores americanos.

O estudo descobriu que as mulheres que bebem cinco cervejas por semana têm o dobro de risco de desenvolver a doença em comparação com as mulheres que não bebem.

A pesquisa, da Harvard Medical School, em Boston, analisou dados de mais de 82 mil enfermeiras entre 27 e 44 anos e seus hábitos de consumo de bebidas alcoólicas entre 1991 e 2005.

Os pesquisadores disseram observar um aumento de 72% no risco de psoríase entre as mulheres que bebiam mais do que uma média de 2,3 cervejas por semana em relação às mulheres que não bebiam.

Para as mulheres que bebiam cinco copos de cerveja por semana, o risco era 130% maior.

Porém as mulheres que bebiam qualquer quantidade de cerveja não alcoólica, vinho ou bebidas destiladas não apresentaram um aumento do risco de desenvolver psoríase.
O estudo, publicado na revista especializada Archives of…

Homens que ganham menos que as esposas são mais propensos à traição...

"Os homens que ganham menos que suas mulheres são mais propensos a trai-las, especialmente se forem de origem latina, uma forma que talvez tenham encontrado para restabelecer uma identidade de gênero, já que se sentem ameaçados, revela um estudo divulgado nos Estados Unidos."

Nada como anunciar o preconceito de modo dissimulado! Homens que ganham menos que mulheres... Que referência é essa? Especialmente de origem latina... Caramba! Os nórdicos são santinhos! E "eles se sentem ameaçados..." Não creio que li essa matéria! Quanto preconceito num texto só!

Mas que é divertido, isso é! Só fico imaginando um humilde britânico que depende da esposa para viver, de avental, luvas térmicas, tirando o jantar para a esposa, quando ela chega do trabalho exaustivo. Sim, pois um britânico dependente da esposa não pensa em outra coisa: só em serví-la. Não existe a menor chance de trair sua confiança!

Os americanos (EUA) também são muuuuuito honestos com as esposas. Assim como os bri…

Aulas de canto podem ser benéficas para pessoas com bronquite.

Devido ao fato de exigir controle da respiração e postura, as aulas de canto podem melhorar a qualidade de vida e reduzir a ansiedade de pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica - incluindo enfisema pulmonar e bronquite -, segundo estudo britânico publicado na edição deste mês da revista cientifica BMC Pulmonary Medicine.

Avaliando 28 pacientes com doença pulmonar, os pesquisadores notaram que aqueles que participaram de um curso de canto de seis semanas, com aulas duas vezes por semana, apresentaram significativas melhorias nas medidas de qualidade de vida em resposta ao tratamento e nos índices de ansiedade. E essa abordagem não apresentou efeitos adversos para os participantes.

De acordo com os pesquisadores, apesar de não melhorar a contagem única da respiração, o tempo prendendo a respiração, ou a distância de caminhada, as aulas de canto foram associadas a diversos efeitos benéficos, incluindo na sensação física, no bem estar geral e no apoio social desses pacientes. Por i…

Estresse pode reduzir as chances de engravidar...

Se você não consegue engravidar, apesar de muitas tentativas, provavelmente, você está precisando relaxar um pouco. Um estudo recente da Universidade de Oxford, no Reino Unido, indica que o estresse pode reduzir as chances de uma mulher ficar grávida.

Avaliando 274 casais que já estavam tentando engravidar há seis meses, os pesquisadores descobriram que as mulheres que apresentavam maiores níveis de uma enzima associada ao estresse chamada alfa-amilase na saliva tinham 12% menor probabilidade de engravidar.

Publicado na edição de setembro da revista científica Fertility and Sterility, o estudo é o primeiro a sugerir um mecanismo biológico para a noção de que o estresse pode afetar a fertilidade feminina.

E os pesquisadores acreditam que a liberação de compostos chamados catecolaminas em resposta ao estresse, que está associada à secreção da enzima alfa amilase, reduz o fluxo sanguíneo, retardando a passagem dos óvulos fertilizados para o útero - o que ajudaria a explicar a relação entr…

Dois terços das mulheres sofrem de problemas sexuais.

Quase dois terços das mulheres sofrem algum problema sexual, incluindo falta de libido e de satisfação, segundo estudo publicado na edição de agosto do British Journal of Urology. Avaliando 587 mulheres com idades entre 18 e 95 anos atendidas em uma clínica urológica em Nova Jersey, EUA, os pesquisadores descobriram que 63% das mulheres sofrem de disfunção sexual. E esses problemas parecem aumentar com a idade, a menopausa e o uso de alguns antidepressivos.

Os resultados indicaram que a principal disfunção sexual apresentada pelas mulheres é a falta de desejo sexual (47% dos casos), seguida de problemas com o orgasmo (45%), questões de excitação (40%), falta de satisfação (39%), falta de lubrificação (37%) e dor (36%). E, entre os principais fatores de risco para as disfunções, os especialistas destacam, além da idade avançada, histórico de abuso sexual ou de infecções sexualmente transmissíveis, depressão, menor status socioeconômico, pior saúde física e menor experiência sexual.

A dis…

Ocorrem mais infartos no frio.

Períodos de temperaturas mais frias estão relacionados com um aumento no risco de infartos agudos do miocárdio, de acordo com um estudo feito na London School of Hygiene & Tropical Medicine, no Reino Unido.

Os pesquisadores verificaram que uma redução em 1º C na temperatura externa em um dia esteve associada com cerca de 200 infartos a mais do que a média anual.

A pesquisa, publicada no British Medical Journal, foi feita a partir da análise de dados de 84 mil pacientes admitidos em hospitais com episódios de infarto entre 2003 e 2006. Os dados foram comparados com temperaturas diárias das regiões em que eles moravam. Foram avaliadas 15 áreas na Inglaterra e no País de Gales.

Os resultados foram ajustados para levar em conta fatores como poluição do ar, episódios de gripe, sazonalidade e tendências de longo prazo. O estudo identificou uma associação da redução em 1º C na temperatura média diária com um aumento cumulativo de 2% no risco de infartos por um período de 28 dias.

O maior ris…

Nova superbactéria no sul da Ásia e no Reino Unido preocupa cientistas.

Turistas que viajaram ao sul da Ásia com o objetivo de fazer cirurgias estéticas levaram consigo para o Reino Unido um novo tipo de bactéria mutante, resistente a antibióticos, anunciaram nesta quarta-feira (11) cientistas, que temem que o problema se espalhe pelo mundo.

Muitas infecções hospitalares que já eram difíceis de ser tratadas tornaram-se ainda mais resistentes aos medicamentos em consequência de uma enzima descoberta recentemente e que deixa a bactéria muito resistente.

A enzima chamada de NDM-1 foi identificada pela primeira vez ano passado pelo professor Timothy Walsh, da Universidade de Cardiff, em dois tipos de bactéria - Klebsiella pneumoniae e Escherichia coli (E.coli) - em um paciente sueco internado em um hospital da Índia.

As bactérias NDM-1 são resistentes até ao 'carbapenem', um grupo de antibióticos utilizado como última tentativa em tratamentos de emergência contra bactérias resistentes a muitos remédios.

Os cientistas afirmaram que as bactérias foram intro…

Teste de respiração pode ser usado para diagnosticar vários tipos de câncer.

Um grupo de pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Haifa, em Israel, desenvolveram sensores capazes de detectar a presença de tumores no pulmão, nas mamas, no intestino ou na próstata de pacientes ao colher amostras de respiração, segundo artigo publicado nesta terça-feira, 10, no British Journal of Cancer.

Os cientistas acreditam que o desenvolvimento desses sensores pode levar a um "nariz eletrônico" que serviria para um diagnóstico portátil e barato de tumores em estágio inicial.

Para desenvolver esses detectores, os cientistas realizaram testes em 177 voluntários, entre pessoas com vários tipos de câncer e outras saudáveis.

Graças a este estudo, foi constatado que é possível usar sensores para detectar sinais químicos emitidos pelas células tumorais que se manifestam na respiração dos pacientes.

Kuten Abraham, um dos cientistas que conduziram o estudo, explicou que esse "nariz eletrônico" pode servir para diferenciar uma respiração saudável de uma que indi…

Laboratório obtém liminar na Justiça para vender genérico do Lípitor.

Droga para controle do colesterol que tem patente em disputa é uma das mais vendidas do mundo; laboratório EMS espera ter genérico no mínimo 35% mais barato nas farmácias em dez dias, mas ordem judicial pode ser derrubada pela Pfizer antes disso.

O laboratório EMS, maior fabricante nacional de medicamentos, conseguiu na sexta-feira uma decisão judicial que a autoriza a produzir e a vender no Brasil um genérico no mínimo 35% mais barato do Lípitor, droga para redução do colesterol da gigante farmacêutica norte-americana Pfizer e o remédio mais vendido no mundo.

O preço médio da caixa com 30 comprimidos do Lípitor (atorvastatina) nas farmácias brasileiras varia hoje entre R$ 90 e R$ 200, dependendo da concentração, e a EMS já promete colocar sua cópia mais barata nas prateleiras em dez dias. No entanto, como a decisão judicial é uma liminar (despacho anterior ao fim do processo) e pode ser derrubada rapidamente pela Pfizer, não é possível ter certeza de quando realmente o genérico chegará…

Fila para quem quer largar fumo em SP é de 3 meses.

Um ano depois de a Lei Antifumo entrar em vigor em São Paulo, completado amanhã, a fila de espera para tratamento contra o tabagismo nos serviços públicos de saúde é de três meses, em média, e ele não está disponível em toda a rede estadual. A obrigação de tratar e medicar fumantes é uma exigência da própria legislação, imposta por uma emenda da Assembleia Legislativa ao texto criado pelo governo.

Na capital paulista, a maior parte dos serviços em que o tratamento está disponível é da Prefeitura. Segundo a coordenadora do Programa de Atenção ao Tabagismo da administração municipal, Darlene Dias da Silva Pinto, a rede paulistana mantém 36 centros de tratamento. Antes da lei, cerca de 800 pacientes eram atendidos por ano nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps). O balanço do primeiro ano após a nova lei não está fechado, mas deve ficar em torno de 1.500 atendimentos - aumento de 87%.

A Secretaria de Estado da Saúde diz que oferece tratamento gratu…

Cera e infecções do ouvido

É muito comum as mães se preocuparem com o ouvido de seus filhos recém-nascidos. Nada mais natural. Então, faço duas recomendações:

De cada 10 mães, 10 perguntam-me “Como tirar a cera do ouvido do meu bebê?”. A melhor resposta é: “Não tirando”. A cera do ouvido do bebê (cerume ou cerúmen) tem uma função. Ela contém substâncias que inibem o crescimento de bactérias no local, além de ser um obstáculo físico à entrada de água no canal do ouvido. Qualquer tentativa de retirá-la poderá levar a traumatismos, que poderão ter duras conseqüências e difícil tratamento. A primeira ressalva é sobre o uso do cotonete (que não é indicado nem para adultos), que, no caso dos bebês, tem espessura muito maior que o diâmetro do canal do ouvido. O correto é retirar somente o cerume que já se desprendeu do conduto do ouvido e se encontra solto entre as curvinhas da orelha, e isto pode ser feito com um pano ou com os dedos, sem perigo de machucar o bebê.

Outra questão importante é a otite. Sobretudo no in…

Placebo

Você já ouviu falar em medicação placebo?. Provavelmente sim e eventualmente pode até ter sido tratada com uma. Melhor ainda, pode ter sido beneficiada de tê-la utilizado. Se você não ouviu falar, vai aí a explicação. A palavra placebo existe desde o final do século 18 e se refere à uma droga ou tratamento inócuo que objetiva a melhora clínica do paciente. Em tese um remédio ou tratamento sem efeito. Mas que paradoxalmente pode surtir efeito positivo para o doente, que em muitos casos não tem outra opção mais adequada de tratamento.

Parece esquisito e muitos devem estar pensando que neste caso é melhor ou, pelo menos, mais ético, não dar nada para o paciente. Mas o fato é que existem muitas evidências de que o efeito placebo funciona. Pois bem, um dos mais importantes periódicos científicos do mundo, o Lancet, acaba de publicar um artigo que vai esclarecer a questão. Para os autores a ação do placebo não é explicada apenas pela regressão espontânea dos sintomas ou problemas metodológi…

Pensar em Deus diminui a ansiedade quando se comete erros.

Estudo publicado na revista "Psychological Science" mostra que pensar em Deus reduz o estresse que as pessoas vivenciam ao cometer erros. As informações são do "EurekAlert!".

Os pesquisadores mediram as ondas cerebrais em uma situação específica - a reação das pessoas ao saber que cometeram erros em um teste. Aqueles que foram preparados com pensamentos religiosos tiveram uma resposta menos proeminente do que aqueles que os que não receberam.

"Cerca de 85% da humanidade têm algum tipo de crença religiosa", afirma Michael Inzlicht, que conduziu o estudo ao lado de Alexa Tullett. Ambos são da Universidade de Toronto Scarborough.

Os pesquisadores mostraram que, quando as pessoas pensam em religião e em Deus, o cérebro delas responde de uma forma diferente - elas reagem com menos sofrimento e ansiedade após cometerem erros.

Antes de passar por um teste de computador com alto índice de erros, parte dos participantes tinha escrito sobre religião, ou completado um j…

Leite de vacas clonadas não traz riscos à saúde

Após denúncia de que leite de descendentes de vacas clonadas estaria à venda em supermercados do Reino Unido, a Comissão Europeia (CE) afirmou nesta terça-feira (3) que tanto o leite, quanto a carne destes animais não trazem riscos à saúde humana.

A FSA (Food Standards Agency), agência que regulamenta os alimentos no Reino Unido, destaca que apesar de não haver evidências de que estes produtos causem danos à saúde, eles são considerados novos alimentos e precisam de autorização para serem vendidos. Em toda a UE está proibida a distribuição de derivados de animais modificados geneticamente, salvo autorização especial.

Durante a investigação, a FSA encontrou dois touros nascidos no Reino Unido a partir de embriões colhidos de uma vaca clonada nos EUA.

Após denúncia de que leite de descendentes de vacas clonadas estaria à venda em supermercados do Reino Unido, a Comissão Europeia (CE) afirmou nesta terça-feira (3) que tanto o leite, quanto a carne destes animais não trazem riscos à saúde hu…

Adolescentes brasileiros estão acima dos padrões internacionais de peso saudável.

Uma pesquisa realizada com 8.020 adolescentes entre 10 e 15 anos, estudantes de 43 escolas públicas e privadas de cinco regiões da cidade de São Paulo, identificou que eles estão com o Índice de Massa Corporal (IMC) acima dos parâmetros internacionais, de acordo com a idade e sexo, e que os meninos estão mais obesos que as meninas.

O estudo apontou que, no total, 25,56% dos adolescentes estão com sobrepeso ou obesidade, sendo que a prevalência desse quadro em escolas públicas é de 23,13%, enquanto nas escolas particulares chega a 33,2%.

Segundo as pesquisas do Centro de Atendimento e Apoio ao Adolescente da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), a obesidade atinge uma população cada vez mais jovem, e é grande o número de adolescentes brasileiros com IMC acima de 25 (entre 25 e 30, é considerado sobrepeso e, a partir de 30, já se atingiu um nível de obesidade).

No total, 9,89% dos alunos entrevistados são obesos; 15,67% apresentam sobrepeso; e 2,77% estão abaixo dos parâmetros id…

Vírus da hepatite E é detectado pela primeira vez no país.

O Instituto Oswaldo Cruz, da Fiocruz, conseguiu detectar pela primeira vez a presença do vírus da hepatite E em um paciente brasileiro.

Até então, a confirmação da doença era feita pela testagem da presença de anticorpos específicos contra ela - de 1999 a 2009, foram 810 testes sorológicos positivos no país, segundo o governo.

Além de dar mais segurança ao diagnóstico, a novidade permitiu comparar o sequenciamento genético do vírus encontrado no paciente com aquele encontrado em suínos criados no Brasil.

A semelhança reforçou a suspeita de pesquisadores de que a transmissão no país esteja ligada ao consumo de carne de porco mal passada.

Quando comparamos [geneticamente] as amostras do paciente e do animal, vimos que são relacionadas.

Na Ásia e na África, regiões em que a hepatite E é endêmica, o contágio se dá através de consumo de água e alimentos contaminados com fezes - mesma forma de transmissão da hepatite A.

Já no caso das hepatites B, C e D, a transmissão ocorre pelo contato com…