Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Adicção, Drogadicção, Drogadicto

Imagem
A dependência química não é uma doença aguda. Trata-se de um distúrbio crônico e recorrente. E essa recorrência é tão contundente, que raramente ocorre abstinência pelo resto da vida depois de uma única tentativa de tratamento. As recaídas da drogadicção são a norma. Portanto, a adicção deve ser abordada mais como uma doença crônica, como se fosse diabetes ou hipertensão arterial.

Considerando o fato da dependência química ser um distúrbio recorrente e crônico, alguns autores mais realistas consideram como um bom resultado terapêutico, tal como se deseja no tratamento da hipertensão arterial, asma brônquica, reumatismo, diabetes, etc, uma redução significativa do consumo da droga, e longos períodos de abstinência, supondo a ocorrência de recaídas ocasionalmente. Muitos acham que este seria um padrão razoável de sucesso terapêutico, da mesma forma que em outras doenças crônicas, ou seja, o controle da doença, mas não a sua cura definitiva.

Vamos chamar de "psicoativas" as dr…

Exercícios ajudam a amenizar as dores causadas pelo uso de salto alto

Imagem
Sapatos de saltos altos têm lugar garantido no armário da maioria dos armários femininos. Contudo, seu uso freqüente e por longos períodos pode causar dores nos pés, corpo e coluna. Isso acontece porque a posição que os pés ficam dentro dos sapatos causa uma pressão que desequilibra em toda musculatura do corpo responsável pela locomoção.

Para prevenir as possíveis dores, alguns exercícios podem ajudar. Confira a lista:

Fortalecer a panturrilha: os músculos da panturrilha são os que mais sofrem com o uso de saltos. Para torná-lo mais fortes, basta apoiar a pontas dos pés em um degrau e deixar o peso do corpo sobre eles. São necessárias três series de 15 movimentos diariamente ajuda a fortalecê-lo.

Alongamento da panturrilha: alongar os músculos é fundamental. Para alongar a panturrilha, deite-se no chão e mantenha a perna elevada por 15 segundos. Repita o movimento dez vezes em cada perna.

Alongamento dos músculos de trás das coxas: para alongar esses músculos, basta colocar a perna…

Novidade para diabéticos tipo I

Imagem
Insulina degludec

O tratamento intensivo com bolus de insulina melhora o controle glicêmico e reduz o risco de complicações associadas ao diabetes mellitus tipo 1. A insulina degludec é uma nova insulina de longa duração. O presente trabalho, publicado pelo The Lancet, comparou a eficácia e a segurança da insulina degludec e da insulina glargina, ambas administradas uma vez por dia, juntamente com insulina Aspart às refeições, em terapia para o diabetes tipo 1.

O desfecho primário foi de não inferioridade da insulina degludec em relação à insulina glargina, avaliado como uma redução na hemoglobina glicosilada (HbA1c) após 52 semanas.

De 629 participantes, 472 foram aleatoriamente designados para receberem insulina degludec e 157 para usar insulina glargina, todos foram analisados em seus respectivos grupos de tratamento. Em um ano, a HbA1c caiu 0,40% e 0,39%, respectivamente, com insulina degludec e insulina glargina.

Dos participantes, 188 (40%) e 67 (43%) alcançaram meta de HbA1c …

Síndrome das Pernas Inquietas (SPI)

Imagem
A SPI é um distúrbio sensório-motor, que se manifesta por sensação desagradável de desconforto nos membros, que é aliviada pelos movimentos.

Os pacientes referem sensações disestésicas, descritas como agulhadas, um prurido interno, que melhoram com uma atividade motora intensa, com movimentos vigorosos das pernas em flexão, extensão ou cruzamento.

Esses sintomas pioram no decorrer do dia ou à noite, interferindo na qualidade do sono. A intensidade desses sintomas varia de um paciente a outro e também com relação a freqüência.

Assim, o paciente pode permanecer assintomático por determinados períodos ou ser acometido pelos sintomas várias vezes ao dia.

Os sintomas pioram com a idade. É uma doença da meia idade, podendo surgir entre 27,2 e 41 anos. Os sintomas das pernas inquietas provocam um grande impacto negativo na vida do seu portador: a disestesia contínua no leito pode gerar um desespero tão intenso a ponto de o paciente ter idéias suicidas; problemas de ordem conjugal surgem…

Hipocondria

Imagem
O Centro de Estudos em Psicologia do Ceará tem um texto bastante explicativo sobre Hipocondria. Veja um trecho:

Hipocondria "... É a crença persistente na presença de pelo menos uma doença física grave, progressiva com sintomas determinados, ainda que os exames laboratoriais e consultas com vários médicos assegurem que nada exista. Muitas pessoas quando passam por uma doença grave e se restabelecem ficam sensibilizadas com o que aconteceu, preocupando-se demais, contudo nesses casos se uma consulta ou novo exame descartarem o recrudescimento da doença e o paciente tranquilizar-se, não havia hipocondria.

... Os hipocondríacos normalmente sentem-se injustiçados e incompreendidos pelos médicos e parentes que não acreditam em suas queixas, eles levam seus argumentos a sério e irritam-se com o descaso. Por outro lado resistem em ir ao psiquiatra sentindo-se até ofendidos com tal sugestão, quando não há suficiente diálogo com o clínico. Os hipocondríacos podem ser enfadonhos por repet…

Transtorno Obsessivo-Compulsivo

Imagem
O Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) era considerado, até pouco tempo, uma doença rara, pois se levava em conta no estabelecimento de estimativas de sua incidência ou prevalência o pequeno número de pacientes que procuravam atendimento especializado. Hoje em dia, a procura ao tratamento especializado mudou esses índices significativamente.

Jenicke (1990) calculou que ao redor de 10% de todos os pacientes que ingressam numa clínica privada de psiquiatria apresentavam sintomas obsessivo-compulsivos importantes.

A incidência do TOC é maior em pessoas com conflitos conjugais, divorciados, separados e desempregados. É maior também nos familiares de 1º grau (3 a 7%) de portadores de TOC, é igual entre homens e mulheres e um pouco maior em adolescentes masculinos (75%). O início da doença se dá em torno dos 20 anos, mas não é incomum em crianças.

O TOC é freqüentemente complicado por outros transtornos psiquiátricos, chamados de transtornos co-mórbidos, como por exemplo, o tique nervoso,…

Ansiolíticos

Imagem
Para um grande amigo:

Aparentemente o efeito ansiolítico dos Benzodiazepínicos está relacionado com um sistema de neurotransmissores chamado gabaminérgico do Sistema Límbico (meu Deus! o quê é isso?).

O ácido gama-aminobutírico (GABA) é um neurotransmissor com função inibitória, capaz de atenuar as reações serotoninérgicas responsáveis pela ansiedade.




Os Benzodiazepínicos seriam, assim, agonistas (simuladores) deste sistema agindo nos receptores gabaminérgicos.




Assim, quando, devido às tensões do dia-a-dia ou por causas mais sérias, determinadas áreas do cérebro funcionam exageradamente, resultando num estado de ansiedade, os benzodiazepínicos exercem um efeito contrário, isto é, inibem os mecanismos que estavam funcionando demais e a pessoa fica mais tranqüila e menos responsiva aos estímulos externos.

Como conseqüência desta ação, os ansiolíticos produzem uma depressão da atividade do nosso cérebro que se caracteriza por:

1) diminuição de ansiedade;
2) indução de sono;
3) relaxam…

Corticoides: o que você precisa saber.

Imagem
Corticoides são um grupo de hormônios esteroides produzidos pelas glândulas suprarrenais.





A descoberta dos corticoides, também chamados de corticosteroides, constitui um dos maiores progressos da farmacologia moderna. Eles são sintetizados a partir do cortisol (que por sua vez deriva do colesterol), um hormônio normalmente fabricado pela glândula suprarrenal.

O cortisol e seus derivados naturais cumprem importantes funções no organismo, como assimilação das proteínas, hidratos de carbono, açúcar, gorduras e minerais, além de terem ações anti-inflamatórias e imunossupressoras e exercerem estimulação cerebral.

Quando, por qualquer razão, não são naturalmente providos pelo organismo nas quantidades necessárias, devem ser supridos artificialmente. Por outro lado, o excesso deles acarreta importantes (e às vezes graves) reações.

Quais são os tipos de corticoides existentes?

Há, basicamente, três famílias de corticoides: os glicocorticoides, os mineralocorticoides e os andrógenos.

• Glicoc…

Esgotamento e Adaptação

Imagem
Atualmente esse termo é de uso corrente entre as pessoas participantes daquilo que chamamos vida moderna. Ninguém gosta de pensar na Ansiedade, no Estresse, no Esgotamento ou na Depressão como formas de algum transtorno emocional, é claro. Isso pode parecer muito próximo do descontrole, da "piração" ou da loucura e, como de fato, todos temos a possibilidade de, pelo menos uma vez na vida, sermos afetados pelo estresse, pelo esgotamento ou pela depressão, então será melhor não considerá-los como formas de algum transtorno emocional.

O Transtornos de Ajustamento ou Adaptação é um quadro classificado na CID.10 e no DSM.IV e, entre outros estados psiquiátricos, é também um dos quadros relacionados ao Esgotamento.

Atualmente o Transtorno de Ajustamento tem sido o diagnóstico mais adequado para os muitíssimos freqüentes casos de dificuldades emocionais que as pessoas experimentam no cotidiano de suas vidas.

Os Transtornos de Ajustamento, chamados também de Transtornos de Adaptaç…

Diarreias

Imagem
As diarreias consistem no aumento do número de evacuações, geralmente com fezes amolecidas, de consistência pastosa ou líquida. As diarreias podem ser classificadas em aguda (quando dura até 14 dias), persistente (duração superior a 14 dias) e crônica (quando ultrapassa três semanas).

Elas podem ter causas infecciosas (vírus ou bactérias), parasitárias, alérgicas, medicamentosas ou inflamatórias intestinais. Diarreias episódicas e passageiras podem ocorrer por excesso de ingestão de gordura ou de outras substâncias não absorvíveis.

O sinal capital de uma diarreia é o número aumentado de evacuações de consistência amolecida, pastosa ou mesmo líquida.

Nas diarreias por infecção, geralmente as fezes assumem um odor fétido e normalmente há febre, perda de energia e do apetite. Se a causa da diarreia for um vírus, pode também haver cãibras, náuseas, vômitos, dor de cabeça e febre. Algumas diarreias acompanham-se de cólicas, mais ou menos intensas. Menos frequentemente pode haver a presenç…

Hemofilia

Imagem
O termo hemofilia não denomina uma doença só, mas abrange diversas doenças genéticas, hereditárias ou de um distúrbio autoimune raro, as quais têm em comum a incapacidade de controlar os sangramentos, em razão de defeitos nos mecanismos de coagulação do sangue.

O hemofílico, diferente do indivíduo “normal”, não forma o coágulo que estanca o sangue.

O sangramento tanto pode ser externo, se a pele for danificada por um corte, abrasão ou ferimento, quanto pode ser interno, no tecido muscular ou em cavidades orgânicas. As hemorragias internas são mais graves porque são mais difíceis de serem diagnosticadas.

Há vários tipos de hemofilia. Na hemofilia A, a mais comum de todas (cerca de 90% dos casos) falta o fator VII da coagulação; na hemofilia B falta o fator IX e na hemofilia C falta o fator XI.

Quais são as causas da hemofilia?

A hemofilia é uma doença genética e hereditária, transmitida de pais para filhos, no momento da concepção. O gene que causa a hemofilia é transmitido pelo par d…

Luxações

Imagem
Uma luxação é um deslocamento repentino e duradouro, parcial ou completo de um ou mais ossos de uma das articulações do corpo.

Em geral, uma luxação acontece quando uma força externa atua direta ou indiretamente sobre uma articulação, empurrando o osso para fora da sua posição normal. É muito comum que isso aconteça nos traumas de certa intensidade.

Embora seja possível ocorrer luxação em qualquer articulação, os locais mais comuns são ombros, dedos, joelhos, punhos e cotovelos.

Quais são os tipos de luxações?

Uma luxação pode ser completa ou incompleta. Chama-se luxação completa àquela em que os segmentos ósseos que constituem a articulação ficam completamente desunidos e luxação incompleta (ou subluxação) àquela em que a união dos segmentos ósseos é reduzida, mas não é completa.

Na maioria das vezes a extremidade do osso deslocado fica no interior da cápsula articular (luxação intracapsular), mas em alguns casos ela fica no exterior da mesma (luxação extracapsular).

Quais são as …

O que são entorses?

Imagem
Uma entorse (ou torção) é uma lesão traumática de uma articulação, com alongamento, arrancamento ou rotura dos ligamentos e demais estruturas que sustentam a articulação, sem deslocamento das superfícies ósseas articulares.

Embora o grande esforço a que a articulação seja submetida possa provocar apenas a distensão dos ligamentos, a entorse costuma provocar o rompimento parcial ou completo deles, por vezes associado a lesões na cápsula fibrosa que reveste a articulação.

Apesar de as entorses poderem acometer qualquer articulação, a sua localização mais frequente corresponde ao tornozelo.

Quais são as causas das entorses?

As entorses se originam de movimentos bruscos, traumatismos, má colocação do pé ou de um simples tropeçar que force a articulação a um movimento para o qual ela não está preparada. Pode igualmente acontecer de uma intensa tração, a que o ligamento seja submetido, provocar o seu estiramento ou ruptura e que isso chegue a arrancar um pequeno fragmento ósseo.

Uma causa …

Sintomas Psicóticos: Alucinação e Delírio

Imagem
Os sintomas chamadosa psicóticos, também conhecidos como sintomas positivos da psicose são, principalmente, as Alucinações e os Delírios. Vejamos o que significam:

Delírio
Uma descrição demasiado fácil do delírio seria dizer: o delírio é uma convicção errônea não-corrigível. Mas, seria preciso lembrar que nem toda convicção errônea não-corrigível é um delírio.

Se essa convicção se relacionar com falta de cultura ou erudição, com a falta de conhecimentos ou de inteligência, então não será um delírio, seria mais uma ignorância. Tampouco será delírio aquelas representações errôneas que se originam de sentimentos compreensíveis.

Se o amante, por exemplo, está convicto da perfeição da amada imperfeita não se trata de idéias delirantes. As convicções filosóficas ou religiosas também não são delírios, mesmo que muitas pessoas as considerem errôneas, elas devem ser classificadas como idéias supervalorizadas.

Se desejarmos qualificar o delírio como um erro, é preciso que se trate de um erro…

Transe e Possessão: ponto de vista científico.

Imagem
Independente de acreditarmos em todos os deuses e demônios, vamos abordar o tema como se espera da ciência, deixando para outros profissionais de outras áreas a difícil tarefa de lidar com o sobrenatural.

Em nosso meio a maioria das pessoas que se apresenta em transe não é, decididamente, portadora de nenhuma patologia psiquiátrica. Trata-se da influência de elementos sócio-culturais na representação da realidade, tratados mais adiante com o nome de Psiquiatria Transcultural.

A influência da cultura nos sentimentos, nos afetos e no comportamento não deve ser, por si só, tomada como doença mental. Se fosse assim, um cordão de carnaval, aos olhos de outra cultura, por exemplo, poderia ser tomado como um batalhão de dementes. Interessa à psicopatologia aqueles casos que comportam decididamente um diagnóstico médico e psíquico.

Psiquiatria Transcultural
Ao mesmo tempo em que se corre um risco patológico com a religião, a cultura brasileira extrai de alguns ritos e seitas extraordinários…

Ansiedade e entrevista para conseguir trabalho

Imagem
Ansiedade é um estado emocional normal. Uma das características da sobrevivência da espécie humana e de muitas outras espécies do reino animal é a capacidade de se adaptar às circunstâncias, o que requer uma mudança no desempenho do indivíduo. Essa mudança no desempenho é proporcionada pela ansiedade.

O potencial ansioso humano sempre esteve fisiologicamente presente em toda história de nossa civilização e sempre carregou consigo o sentimento do medo, sua sombra inseparável. É muito difícil dizer se o estresse que acometia o homem pré-histórico diante de um urso invasor de sua caverna era diferente daquilo que sente hoje um cidadão comum diante do assaltante que invade seu lar. Provavelmente não.

Fazem parte da natureza humana certos sentimentos ou certas emoções determinados pela necessidade (de adaptação), pela ameaça, pelo desconhecido e pela perspectiva de sofrimento. A ansiedade passou a ser problemática quando o ser humano colocou-a não a serviço de sua sobrevivência, como fazi…

Aftas: como incomodam!

Imagem
Aftas (ou estomatite aftosa) são áreas de pequenas ulcerações da mucosa da cavidade da boca que acontecem por um rompimento do seu epitélio e exposição do tecido conjuntivo.

As aftas são erosões dolorosas, com fundo claro-amarelado e circundado por uma aréola avermelhada.

Elas geralmente desaparecem em um intervalo de sete a dez dias sem deixar sequelas podendo, em alguns casos, durar mais tempo.

Afetam a parte interior dos lábios e das bochechas, a língua e, mais raramente, a garganta.

Variam em número e intensidade, mas costumam aparecer reunidas em pequenos grupos, o que faz com que as áreas afetadas sejam mais delimitadas. Podem raramente estar generalizadas.

Não se sabe bem o que causa as aftas. Elas podem ser uma manifestação de diversas doenças, sobretudo imunológicas. Certos alimentos, frutas ácidas ou temperos picantes podem funcionar como indutores da formação de aftas. Outros fatores que podem causar ou contribuir para a eclosão delas são:

• Traumatismos ou mordeduras n…

Vasectomia: algumas informações que podem ser úteis.

Imagem
Antes de optar por fazer uma vasectomia, o homem deve pensar cuidadosamente sobre quais informações gostaria de obter sobre o assunto. É importante para os casais que pensam nesta possibilidade procurarem orientação antes da realização do procedimento. Quanto mais souberem a respeito, maior a certeza de uma decisão correta e que deve ser considerada como definitiva.

Consultar uma lista de perguntas e respostas que são frequentemente levantadas por outros casais que já viveram esta situação pode ajudar bastante.

Mesmo podendo ser revertida em cerca de 50% dos casos, toda vasectomia deve ser considerada definitiva.

O que é vasectomia?

O seu nome técnico é deferentectomia. Basicamente, a vasectomia é um procedimento cirúrgico simples realizado por urologistas ou cirurgiões gerais para tornar um homem estéril. É um método comum de contracepção, considerado simples, seguro e eficaz.

Consiste na realização de um corte no canal deferente, tubo que carrega esperma do testículo para se tornar …

Queda de cabelo em mulheres

Imagem
O cabelo é um símbolo de beleza feminino. Quando os fios vão ficando mais finos, ralos e o couro cabeludo começa a aparecer, as mulheres se preocupam. Segundo dados da Academia Americana de Dermatologia, mais de 100 milhões de mulheres no mundo estão ficando carecas. Se você é uma delas, conheça os tratamentos clínicos que podem funcionar. Para os demais casos, há o transplante capilar ou cirurgia de recuperação capilar.

Quais são as causas da queda de cabelo feminino?

A calvície feminina é multifatorial, ou seja, várias causas podem ser responsáveis pelo problema. A alopécia androgenética (de herança genética), é uma causa frequente de perda de cabelos em mulheres, mas ela é uma dentre várias outras causas a serem consideradas.

O padrão feminino de perda de cabelo raramente progride para a extensa e avançada perda de cabelos que acontece com os homens, com aquelas “entradas” no topo da cabeça. Alguns investigadores acreditam que, embora a calvície tenha causas genéticas em ambos os s…

Pediculose

Imagem
O que é pediculose?

Pediculose é uma infestação causada por um parasita que pode ser encontrado no couro cabeludo (popularmente chamado de piolho), no corpo e no púbis (popularmente chamado de chato), regiões do corpo cobertas por pelos. Normalmente, os parasitas sugam o sangue da pele, nessas regiões, e as fêmeas depositam seus ovos nos fios de cabelo.
Nos animais, a pediculose também é comum, sendo causada por uma grande variedade de espécies específicas.

Quais são as causas da pediculose?

A pediculose humana é causada por diferentes espécies do Pediculus humanus. Os piolhos da cabeça são os Pediculus humanus capitis, os do corpo são os Pediculus humanus humanus e os do púbis os Pthirus púbis.

A pediculose do couro cabeludo é, de longe, a mais frequente. É transmitida principalmente pelo contato interpessoal direto, mas também pode passar pelo compartilhamento de objetos como roupas, toalhas, bonés, gorros, escovas de cabelo, pentes, etc. É altamente transmissível e em locais de conc…

Artrites

Imagem
O que são artrites?

Artrite é um termo genérico que se refere a um grande número de enfermidades diferentes. As artrites são inflamações das articulações produzidas por diversos motivos. As artrites são um tipo de reumatismo e raramente têm suas origens conhecidas. No entanto, todas elas envolvem fatores genéticos, orgânicos, ocupacionais e ambientais.

As artrites atingem uma em cada sete pessoas acima dos 30 anos, das quais 60 a 70% são mulheres.

Elas são mais comuns em adultos e idosos e têm aumentado muito ultimamente, com o sedentarismo e o envelhecimento da população, já sendo um dos principais distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho.

Quais são as causas das artrites?

As artrites podem ser decorrentes de distúrbios autoimunes, traumas físicos, lesões relacionadas ao trabalho ou de infecções por bactérias, vírus ou fungos.

São fatores que favorecem as artrites: trabalhos extenuantes e repetitivos, obesidade, idade avançada, praticar esportes radicais e violentos, movim…