Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2014

Pirose

Imagem
Pirose é a provavelmente a mais clássica manifestação do chamado Distúrbio de Refluxo Gastro-Esofágico e é uma denominação nem sempre compreendida, embora o próprio nome dê a entender seu real significado.

Existem muitos sinônimos, como, por exemplo, indigestão, azia e regurgitação ácida e é muito comum confundir a pirose com a azia, mas para deixar claro, a azia é a queimação localizada no epigástrio, logo abaixo do esterno e na região do estômago, algo que dá a entender que se trata de um problema gástrico ou duodenal enquanto que a pirose representa uma queimação localizada atrás do esterno (retroesternal), uma dor em queimação, de caráter ascendente (subindo!), de duração variável, culminando algumas vezes com a chegada na boca de um material de sabor ácido ou amargo (regurgitação).

Ela é provavelmente a queixa gastrointestinal mais comum na população em geral, não sendo surpresa, portanto, que muitas vezes não seja considerada como um problema da esfera médica, o que leva a cons…

Hipertensão pulmonar

Imagem
O sangue venoso, rico em gás carbônico, chega da periferia do corpo à metade direita do coração, de onde é bombeado para os pulmões, para que seja feita a troca desse gás pelo oxigênio.

O sangue oxigenado então chega à metade esquerda do coração e daí é novamente bombeado para a periferia do corpo, completando a circulação.

Hipertensão pulmonar é o aumento da pressão na árvore vascular pulmonar, situada entre as metades direita e esquerda do coração, devido a um conjunto de alterações que dificultam a passagem do sangue por ela.

Normalmente, a pressão sanguínea nos vasos pulmonares é baixa quando comparada à pressão arterial sistêmica e quase metade do sangue de uma pessoa é mantida nos vasos pulmonares.

Na hipertensão pulmonar, por alguma razão, o sangue não consegue fluir bem pelos pulmões, aumentando a pressão que fazem nos vasos sanguíneos, sobrecarregando a metade direita do coração, que tem de fazer cada vez mais força para impulsioná-lo adiante.

Existem várias causas de hi…

Tracoma

Imagem
Tracoma é uma doença oftalmológica infecciosa, de etiologia bacteriana, altamente contagiosa, que compromete a córnea e a conjuntiva, podendo levar à cegueira.

O tracoma é causado pela Chlamydia trachomatis, uma bactéria gram-negativa, que vive obrigatoriamente no interior das células, com tropismo especial pelas células epiteliais, transmitida por moscas caseiras, a partir de sujeiras.

A transmissão é feita pelo contato direto com as secreções oculares, nasais ou bucais de uma pessoa afetada, através de objetos em contato com essas secreções e até mesmo por meio de insetos.

Depois de uma incubação da bactéria, de cinco a doze dias, o indivíduo apresenta uma secreção mucopurulenta, corrimento ocular, pálpebras edemaciadas, fotofobia, dor e lacrimejamento.

Em sua fase inicial, o tracoma pode ter a aparência de uma ceratoconjuntivite bilateral.

Os pacientes que apresentam triquíase (crescimento das pestanas para dentro, em direção ao globo ocular), entrópio (a extremidade da pálpebr…

Coagulação sanguínea

Imagem
Coagulação é o processo de transformação do sangue líquido num coágulo sólido, o que, em casos de hemorragias, auxilia na interrupção do sangramento, fechando os vasos sanguíneos e, portanto, impedindo que o sangue extravase.

Em casos de formação de coágulos intravasculares podem ocorrer tromboses arteriais ou venosas.

A coagulação sanguínea se dá por uma sequência de eventos químicos e plaquetários (plaquetas são um dos tipos de células sanguíneas) que resultam na formação de um coágulo de fibrina que faz a hemostasia (cessação do sangramento) e ajudam a parar o sangramento e a reparar o tecido danificado.

Os componentes da coagulação incluem as plaquetas, os vasos sanguíneos e as proteínas da coagulação do sangue, entre outras coisas.

A coagulação se dá pela ativação dos chamados fatores de coagulação, numerados por algarismos romanos, de I a XII, a qual se faz por duas vias: uma intrínseca, que ocorre no interior dos vasos sanguíneos quando o sangue entra em contato com regiões …

Hemocromatose

Imagem
É um transtorno que interfere no metabolismo do ferro provocando grande acúmulo desse elemento no organismo.

O excesso de ferro resulta em danos teciduais e prejuízo funcional dos órgãos envolvidos, especialmente fígado, pâncreas, coração e hipófise.

A Hemocromatose afeta mais os homens do que as mulheres e é particularmente comum em pessoas da raça branca, originárias da parte ocidental da Europa.

Existem duas formas da doença: primária e secundária.

A hemocromatose primária tem, principalmente, causas genéticas.

Este tipo de hemocromatose é um dos transtornos genéticos mais comuns e afeta 1 em cada 200 pessoas nos Estados Unidos.

A hemocromatose secundária pode ser causada como conseqüência de outras doenças como a anemia sideroblástica, caracterizada pela produção anormal de células vermelhas, ou pela ingestão excessiva de ferro ao longo da vida.

Em certas ocasiões pode acompanhar a anemia hemolítica induzida por drogas, alcoolismo e outras afecções.

Outro fator que pode de…

Para quem gosta de atividades físicas intensas.

Imagem
O principal requisito para conseguir uma mudança na composição corporal é a adequação das 5 - 6 refeições diárias.

É fundamental introduzir o nutriente construtor (proteínas) em todas as refeições: frango, peixe, carne bovina magra e ovos. Considere um café da manhã com ovos, refeições intermediárias com peito de frango (desfiado, grelhado, assado, moído, etc), almoço com carne bovina magra (patinho, coxão mole, alcatra, etc) e jantar com peixe magro (tilápia, merluza, pescada branca, etc). O nutriente energético (carboidrato) deve estar presente na dieta de acordo com o gasto energético e capacidade metabólica individual. Logo pela manhã, após aproximadamente oito horas de jejum, é interessante um maior consumo de carboidratos. A mesma regra vale para a refeição que antecede uma sessão de treinamento, visando otimizar a performance durante o exercício. Depois do treino, o corpo também vai precisar de uma maior ingestão de carboidratos para garantir uma ótima recuperação e síntese d…

Síndrome de Down

Imagem
Pessoas com Síndrome de Down semore foram consideradas como portadoras de atraso de desenvolvimento cognitivo incurável, mas, nos últimos anos vários laboratórios descobriram rotas metabólicas alteradas no cérebros destes pacientes que podem ser restauradas com medicamentos (fármacos).

Pelo menos dois estudos clínicos atuais estão estudando os efeitos desses tratamentos em portadores da Síndrome.

Um geneticista da John Hopkins University pode ter encotrado mais um alvo oara medicamentos, com o potencial de corrigir deficiências cognitivas (aprendizagem e memória) que são característicos da enfermidade.

Existe atualmente um enorme avanço - sem exageros, de acordo com alguns cientistas - na compreensão da neuroquímica envolvida na Síndrome de Down.

Essa melhor compreensão dos mecanismos neuro-químicos tem levado a uma série de descobertas com perspectivas terapêuticas, incluindo esta já citada.

Nesta pesquisa há um fármaco que tem o potencial de reorganizar o crescimento do cerebelo, c…

Doação de sangue

Imagem
Para refrescar a memória e lembrar que você também pode doar sangue!

É um gesto de amor ao próximo!

Chama-se “doação de sangue” ao procedimento médico mediante o qual uma pessoa comparece a uma unidade de saúde aparelhada para retirar certa quantidade de seu sangue, o qual deve ser conservado para ser transfundido em outra pessoa que necessite receber sangue.

Geralmente é doado o sangue total, introduzindo-se um cateter em uma veia e recolhendo-o em um saco de plástico onde há anticoagulante e conservante e que deve ser mantido em refrigeração.

O sangue pode ser repassado tal como é recolhido ou separado em componentes e derivados, para assim fazer melhor uso dele. Podem ser separados hemácias (glóbulos vermelhos), plasma, plaquetas, leucócitos (glóbulos brancos), albumina, fatores de coagulação, crioprecipitados, concentrado do fibrinogênio e imunoglobulinas.

O sangue é colhido de um doador humano e conservado no interior de uma bolsa plástica descartável contendo anticoagulante e…

Carbamazepina

Imagem
A carbamazepina é um anticonvulsivante.

Foi originalmente usado, e continua sendo, para o tratamento da epilepsia, mas encontra bons resultados para o controle do Transtorno Afetivo Bipolar (antigo PMD).

Além desta indicação pode também ser usado para controlar a agressividade em pacientes com outros tipos de transtornos mentais, como a demência, o retardo mental e com pacientes psicóticos.

Também pode ser usada para tratar a síndrome das pernas inquietas, a abstinência alcoólica e a neuralgia do trigêmio, de acordo com estudos publicados em revistas científicas.

A dose recomendada varia entre 400 e 800mg por dia, acima disto apenas com indicação médica.

Pela sonolência que pode causar é recomendável dar a maior parte da dose a noite.

Reações alérgicas na pele com pequenas placas avermelhadas é relativamente comum, mas não há necessidade de se interromper o tratamento por isso.

Sedação, descoordenação motora, tonteiras, cansaço, enjôo e visão borrada são mais comuns de acontecer.

Escarlatina

Imagem
A escarlatina é uma doença infecciosa aguda e contagiosa que atinge principalmente crianças em idade escolar, de 5 a 15 anos, ocorrendo principalmente durante o outono e a primavera.

Ela já foi considerada uma doença infantil muito grave, mas depois da era dos antibióticos é facilmente tratável.

Quase sempre a escarlatina é uma complicação das infecções da garganta e da pele, causada pela bactéria Streptococcus pyogenes, a mesma que causa amigdalite, faringite e febre reumática, entre outras.

A transmissão da escarlatina acontece por gotículas de saliva ou outras secreções infectadas que são expelidas por via nasal, pela tosse ou por espirros e respiração ou ainda através do contato com vestuário e objetos contaminados.

Os principais sinais e sintomas da escarlatina são: palidez, vermelhidão na pele e na língua, pequenos pontos vermelhos no céu da boca, febre, dores na garganta, dificuldades de deglutir, inapetência, dor no corpo e na cabeça, náuseas, vômitos, descamação da pele.

Diabetes e Depressão

Imagem
Existe importante relação entre as complicações crônicas da Diabete e Depressão.

As complicações crônicas aumentam quatro vezes a prevalência de depressão moderada ou grave em diabéticos de tipo I e II, segundo assinalaram autores no VIII Congresso Latino-americano sobre Vasculopatias de 2003.

Estes investigadores compararam a 52 diabéticos que apresentavam complicações que no eram graves - como a dor neuropática, insuficiência renal ou retinopatia em estados iniciais - com 66 pacientes diabéticos sem complicações.

A media da idade de todos os pacientes foi de 57,9 anos e a media da idade da Diabete foi de 12,2 anos antes.

As pontuações no questionário de depressão de Beck mostraram uma Depressão moderada a grave (pontuações maiores de 20) em 21,3% dos pacientes diabéticos com complicações crônicas, contra apenas 5% dos diabéticos sem complicações.

Mas a Depressão Grave (pontuações maiores de 25) só apareceu em 8,5% desses pacientes com complicações crônicas, segundo Zulema Stolar…

Notícia interessante

Lígia Formenti - O Estado de S. Paulo

BRASÍLIA - A médica cubana Ramona Matos Rodríguez ingressou nesta sexta-feira, 14, com uma ação na Justiça reivindicando que o governo federal pague R$ 149 mil de indenização pelo período em que trabalhou no Mais Médicos. Ramona, que abandonou o programa na semana passada e pediu abrigo na liderança do DEM, pede que o valor seja bloqueado das contas da União liminarmente, até que o mérito da causa seja analisado.

Uso de corticóides em crises de asma

Imagem
A dexametasona tem sido proposta como uma terapia equivalente à prednisona/prednisolona para crises da asma aguda em pacientes pediátricos.

Apesar de existirem vários pequenos ensaios clínicos sobre o tema, os dados de consenso ainda não são claros.

Esta revisão sistemática e meta-análise teve como objetivo determinar se a dexametasona intramuscular ou oral é equivalente ou superior a um curso de cinco dias de prednisona ou prednisolona.

O desfecho primário de interesse foi o retorno a consultas ou reinternações hospitalares.

A busca no PubMed (Medline) foi feita até 19 de outubro de 2013 usando as palavras-chave dexametasona, decadron, asma ou estado de mal asmático, identificando os estudos potenciais.

Seis estudos randomizados e controlados, realizados em departamento de emergência de crianças ≤ 18 anos de idade, comparando dexametasona com prednisona/prednisolona para o tratamento da asma aguda grave foram incluídos.

Os dados foram extraídos por quatro autores e verificados …

Hipertensão porta

Imagem
Hipertensão porta é a hipertensão da veia porta e suas tributárias (veias que levam o sangue dos órgãos abdominais para o fígado), que fica igual ou maior que 10-12 mmHg e leva a vários transtornos orgânicos, alguns sérios e potencialmente mortais.

A pressão venosa portal normalmente fica entre 5 e 10 mmHg.

As causas da hipertensão porta são várias, mas a principal delas é a cirrose.

Em países com baixo índice de desenvolvimento, a maior causa costuma ser a esquistossomose.

Essas duas condições causam uma obstrução da circulação do sangue pelo sistema da veia porta.

As obstruções podem ocorrer em qualquer lugar ao longo do sistema e são divididas em:

•Obstruções antes do fígado: causadas por trombose da veia esplênica ou trombose da veia porta, por exemplo.

•Obstruções dentro do fígado: causadas pela cirrose, esquistossomose, sarcoidose, fibrose hepática congênita ou fibrose alcoólica, por exemplo.

•Obstruções depois do fígado: causadas por insuficiência cardíaca à direita ou per…

Peritonite

Imagem
O que é peritonite?

Peritonite é uma inflamação do peritônio, membrana serosa que reveste parte da cavidade e das vísceras abdominais.

Pode ser localizada ou generalizada, e resulta, mais frequentemente de uma infecção ou, mais raramente, de um processo inflamatório não-infeccioso.

Quase sempre a peritonite é uma complicação grave de outra enfermidade abdominal.

As causas possíveis da peritonite são tão variadas que quase se poderia incluir entre elas todas as doenças das estruturas anatômicas contidas na cavidade abdominal.

A inflamação da membrana peritoneal costuma ser consequência de uma infecção, mas mesmo quando por outras causas, a elas geralmente se sobrepõe uma infecção secundária. Mais comumente, a peritonite pode ser desencadeada por:

•Extensão de uma infecção localizada numa víscera abdominal.

•Perfuração ou ruptura de uma víscera abdominal.

•Traumatismo da parede abdominal.

São, pois, vários os distúrbios que podem dar lugar a uma peritonite: apendicite, úlcera gastro…

AVC em mulheres

Imagem
Nova diretriz sobre fatores de risco exclusivos das mulheres e sobre prevenção cardiovascular para o sexo feminino.

Esta diretriz se concentra nos fatores de risco para acidente vascular cerebral (AVC) exclusivos para as mulheres, tais como fatores reprodutivos, e naqueles que são mais comuns em mulheres, incluindo a enxaqueca com aura, a obesidade, a síndrome metabólica e a fibrilação atrial.

Os membros do grupo que escreveram a diretriz foram nomeados com base em seus trabalhos anteriores em tópicos relevantes nesta área e foram aprovados pela American Heart Association (AHA) Stroke Council’s Scientific Statement Oversight Committee e pelo AHA’s Manuscript Oversight Committee.

O painel revisou artigos relevantes da literatura médica até 15 de maio de 2013.

O documento passou por extensa revisão interna na AHA, no Stroke Council Leadership e Scientific Statements Oversight Committee antes da apreciação e aprovação pela AHA Science Advisory e pelo Coordinating Committee.

Evidências…

TCC para esquizofrenia

Imagem
Os medicamentos antipsicóticos são geralmente a primeira linha de tratamento para a esquizofrenia, no entanto, muitos pacientes recusam ou interrompem o tratamento farmacológico.

O objetivo do presente trabalho foi verificar se a terapia cognitiva foi efetiva na redução dos sintomas psiquiátricos em pessoas com transtornos do espectro da esquizofrenia que tinham escolhido não tomar drogas antipsicóticas.

Foi realizado um ensaio clínico simples cego randomizado e controlado em dois centros do Reino Unido entre 15 de fevereiro de 2010 e 30 de Maio de 2013.

Os participantes com idades entre 16 e 65 anos, com transtornos do espectro da esquizofrenia, que escolheram não tomar medicamentos antipsicóticos para a psicose, foram distribuídos aleatoriamente (1:1) por um sistema informatizado, com tamanhos de blocos permutados de quatro ou seis anos, para receber a terapia cognitiva mais o tratamento como é habitual ou o tratamento usual sozinho.

O resultado primário foi a pontuação na escala…

Gravidez ectópica

Imagem
O termo “ectópico” significa “fora do lugar”.

Chama-se ectópica à gravidez que acontece fora da cavidade uterina.

Geralmente ela se desenvolve numa das trompas de Falópio e, mais raramente, no ovário, no colo do útero ou na superfície de um órgão próximo.

As trompas de Falópio são duas estruturas tubulares, uma de cada lado do corpo, que conduzem o óvulo dos ovários até o útero.

Quando ocorre a gravidez, o espermatozoide fertiliza o óvulo no interior da trompa, a meio caminho em direção ao útero.

Normalmente, o ovo assim formado continua seu caminho e se aninha no interior do útero, onde se desenvolve.

Se, por qualquer razão ele fica fixado nas trompas, a gravidez se desenvolve aí e é chamada “gravidez tubária”, um tipo, pois, de gravidez ectópica.

Às vezes a causa da gravidez ectópica é desconhecida, mas quase sempre ela acontece em decorrência da obstrução total ou parcial da trompa de Falópio ou devido à diminuição da motilidade dela, que impede o óvulo fertilizado de seguir…

Ansiedade de separação na infância

Imagem
As crianças com Ansiedade de Separação podem ser incapazes de permanecer em um quarto sozinhas, podem exibir um comportamento muito adesivo à pessoa de forte vínculo afetivo (normalmente a mãe), costumam andar juntos como uma sombra atrás dos pais, não só fora do lar como até por toda a própria casa e sofrem muito diante da possibilidade de ficarem separadas.

Sintomas de ansiedade são relativamente comuns em crianças e adolescentes, e a ansiedade patológica, incluindo o Transtorno de Separação na Infância é um problema clínico freqüente nesta faixa etária.

Por estas razões, todos os profissionais que lidam com crianças e adolescentes devem estar conscientizados sobre as possíveis manifestações de ansiedade nesta faixa etária.

Esse apelo é especialmente dirigido aos pediatras, inegavelmente os primeiros a tomarem contacto com a criança ansiosa e, infelizmente, os maiores responsáveis pelo não tratamento da ansiedade nesses pacientes.

Exceto alguma coisa do tipo maracujá, dificilmen…

Polidactilia

Imagem
A polidactilia (do grego polys = "muitos" e daktilus = "dedos") é uma anomalia que consiste na alteração quantitativa anormal dos dedos das mãos (quirodáctilos) ou dos pés (pododáctilos).

A pessoa afetada tem mais de cinco dedos em cada mão ou pé.

O caso mais extraordinário registrado até hoje é de uma criança japonesa que nasceu em 2010 com 16 dedos nos pés e 15 dedos nas mãos.

Essa condição varia muito, desde a presença de um ou mais dedos extras completamente desenvolvidos, até a de uma simples protrusão carnosa excepcional.

Basicamente há dois tipos de polidactilia:

•Polidactilia pós-axial: acomete o lado ulnar da mão (lado do osso do braço chamado ulna) ou o lado peroneal do pé (lado do osso da perna chamado perôneo-lateral).

•Polidactilia pré-axial: acomete o lado radial da mão (lado do osso do braço chamado rádio) ou o lado tibial do pé (lado do osso da perna chamado tíbia-medial).

A polidactilia que poderia ser chamada central, em que o dedo extra se lo…

Hepatite C

Imagem
A hepatite C é uma doença infecciosa que afeta sobretudo o fígado e que pode ser aguda, mais raramente, ou crônica, mais frequentemente.

Existem seis genótipos de vírus denominados de 1 a 6 sendo o genótipo 1 o mais comum e o mais difícil de tratar.

A hepatite C é causada pelo vírus da hepatite C, o VHC.

O contágio do vírus é feito sobretudo pelo uso compartilhado de seringas, transfusões de sangue, material médico mal esterilizado ou práticas clínicas pouco seguras. Num certo número de casos a causa do contágio permanece desconhecida.

Outras formas menos frequentes de transmissão envolvem relações sexuais, piercings, tatuagens e compartilhamento de objetos de uso pessoal.

As pessoas em maiores riscos são as que estiveram em diálise renal, as que têm contato com sangue, como os profissionais de saúde, as que têm contato sexual não protegido, as que compartilham seringas com outras pessoas, as que receberam transfusão de sangue não analisado, as que fazem tatuagem ou acupuntura, a…

World Cancer Report

Imagem
A Agência Internacional para Pesquisa sobre o Câncer (International Agency for Research on Cancer), a agência especializada da OMS para estudos sobre o câncer, lançou o "World Cancer Report 2014”.

Este relatório revela como o câncer está crescendo a um ritmo alarmante e enfatiza a necessidade de implementação urgente de estratégias de prevenção eficazes para conter a doença. Em 2012, os novos casos de câncer por ano eram cerca de 14 milhões, um número que deve subir para 22 milhões por ano nas próximas duas décadas.

Os principais fatos relatados pelo World Cancer Report 2014 são:

•O câncer está entre as principais causas de morte no mundo, sendo responsável por 8,2 milhões de mortes em 2012.

•Os tumores de pulmão, fígado, estômago, colorretal, mama e câncer de esôfago são os tipos que causam mais mortes por câncer a cada ano.

•Os tipos mais frequentes de câncer diferem entre homens e mulheres.

•Cerca de 30% das mortes por câncer são decorrentes de cinco principais riscos compor…

Bactérias: um resuminho para você se distrair!

Imagem
As bactérias são os seres vivos mais antigos na natureza (evidências encontradas em rochas de 3,8 bilhões de anos).

São também os mais simples do ponto de vista estrutural e os mais bem sucedidos em relação ao número de indivíduos.

A quantidade de bactérias no intestino de uma pessoa, por exemplo, é superior ao número total de células humanas no corpo humano.

Elas são microscópicas, unicelulares, sem núcleos e sem clorofila e se reproduzem por divisão binária.

Podem ter várias formas e serem de tamanhos variados, indo de 0,2 a 6,0 micrômetros (milésima parte do milímetro).

Quase todas são envolvidas por uma camada externa resistente e logo abaixo dela por uma membrana citoplasmática, contendo em seu interior DNA, RNA, proteínas e pequenas moléculas.

Elas encontram seus alimentos em praticamente qualquer molécula orgânica e havendo alimentos suficientes elas se dividem muito rapidamente (a cada 20 minutos) e uma única bactéria pode gerar cinco milhões de outras num período de ap…