Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009

Amor condicional traz obediência, mas tem um custo...

Há mais de 50 anos, o psicólogo Carl Rogers sugeriu que simplesmente amar seus filhos não era suficiente. Temos de amá-los incondicionalmente, dizia ele - pelo que eles são, não pelo que eles fazem. Como pai, sei que essa é uma tarefa difícil, mas ela se torna ainda mais desafiadora agora que grande parte dos conselhos que recebemos corresponde exatamente ao contrário.

As coisas de que as crianças precisam ou gostam devem ser oferecidas de forma contingencial, transformadas em recompensas a serem dadas ou retiradas, para que elas "se comportem de acordo com sua vontade".

Uma das moedas mais valorizadas por uma criança é a aceitação e a aprovação dos pais.

As melhores recompensas são atenção, elogios e amor, e isso deve ser retirado quando a criança se comporta mal, até que ela peça desculpas - nesse momento, o amor é novamente ativado.

A criação condicional não se limita a pessoas autoritárias e quadradas. Algumas pessoas que gostam da ideia de espancar seus filhos escolhem disc…

Mensagens subliminares negativas são mais efetivas, diz estudo...

As pessoas são capazes de perceber mensagens subliminares, particularmente se seu teor é negativo, diz um estudo britânico.

Em três experimentos realizados por pesquisadores da University College London, de Londres, participantes foram expostos, durante curtos períodos de tempo, a imagens que continham palavras neutras, negativas ou positivas.

As palavras apareciam de forma camuflada, ou seja, não eram facilmente identificáveis. Após observar as imagens, os voluntários tinham de classificá-las, dizendo se elas sugeriam alguma emoção ou não.

No final, os participantes foram capazes de categorizar corretamente 66% das palavras negativas subliminares em comparação com apenas 50% das positivas.

Os autores do estudo, publicado na revista científica "Emotion", disseram que a habilidade de reagirmos a sinais sutis nos ajuda a evitar o perigo.

Nos experimentos, a cientista Nilli Lavie, da University College, mostrou aos 50 participantes uma série de palavras em uma tela de computador.

Cad…

As idéias e o conhecimento

É para pensar...

Xingar alivia a dor, sugere estudo de psicólogo britânico...

Ai, se a moda pega!

De vez em quando, vale a pena esquecer o que os pais e as aulas de boas maneiras ensinaram: em momentos de dor, xingar pode ajudar, e muito.

A descoberta partiu de um estudo coordenado pelo psicólogo Richard Stephens, da Universidade Keele, na Inglaterra.

Intrigado com o uso automático de palavrões como reação imediata ao sofrimento físico, Stephens decidiu investigar o papel das expressões ofensivas na resposta do corpo à dor.

Fez um experimento com 67 estudantes: mergulhou a mão deles em um recipiente com água extremamente gelada e deixou que proferissem todos os xingamentos que quisessem. Em um segundo momento, repetiu a experiência, mas não foi permitido que falassem palavrões. Quando xingaram, resistiram por 30 segundos a mais à baixa temperatura.

O estudo constatou que dizer palavrões aumenta os batimentos cardíacos e diminui a percepção da dor. Tais efeitos podem ocorrer porque praguejar induziria no corpo a anulação do vínculo entre medo e percepção da dor. …

Consultas ao ‘Dr. Google’ sobre doenças preocupam médicos.

Que a internet modificou todo o sistema de comunicação do planeta, todos sabem. Mas um detalhe está deixando alguns médicos em alerta: são os internautas que buscam informações na área da saúde e chegam aos consultórios com opiniões já formadas ou até se automedicam.

Para esses pacientes, o site de pesquisa da internet Google vira a autoridade 'Dr. Google'. Por outro lado, pesquisadores acreditam que a web também pode melhorar a relação do médico com o paciente.

Essa discussão é o tema da tese de doutorado da médica Helena Garbin, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp): “Se a informação sobre saúde e doença está acessível na internet, muitas vezes ela é incompleta, contraditória, incorreta ou até fraudulenta”, afirmou ela, que nomeia o novo ator social como 'paciente expert'. “Ele é um paciente que busca informações sobre diagnósticos, doenças, sintomas, medicamentos e tratamentos”.

De acordo com o Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e…

Vacina que reduz contágio da AIDS é apresentada por cientistas.

Um grupo de cientistas dos Estados Unidos e Tailândia apresentou hoje em Bangcoc uma vacina que reduz o risco de contágio da AIDS em 31,2% após haver realizado testes em 16 mil voluntários, no que supõe a primeira vez que se consegue frear a doença com este tipo de remédios.

Estes resultados indicam que a consecução de uma vacina para frear a AIDS eficaz e segura é possível.

O resultado se anunciou na capital tailandesa por membros do grupo que colabora na pesquisa: o Exército dos EUA, o Ministério da Saúde da Tailândia, o Instituto Fauci, Sanofi-Pasteur e Global Solutions for Infectious Diseases.

álcool na adolescência

O abuso de bebidas alcoólicas na adolescência pode ter efeitos danosos no processo de tomada de decisão na vida adulta. A afirmação é de um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, que será publicado esta semana no site e em breve na edição impressa da revista "Proceedings of the National Academy of Sciences".

Na pesquisa, ratos adolescentes ingeriram boa quantidade de álcool inserido em gelatinas. O consumo se deu durante 20 dias do período de crescimento dos animais, que tinham entre 30 e 49 dias, fase correspondente à adolescência em humanos.

Três semanas depois, os ratos foram colocados em um ambiente em que podiam escolher entre dois locais para se alimentar, ambos acionados por alavancas, um que tinha sempre duas balas de açúcar ou outro que poderia ter quatro balas ou nenhuma.

O grupo deu preferência para a área de alimentação incerta. Um segundo grupo, que não ingeriu álcool, foi colocado em ambiente semelhante e os animais prefe…

Número de partos em adolescentes cai 30% em dez anos...

O número de partos em adolescentes atendidos pela rede pública de saúde caiu 30,6% no Brasil entre 1998 e 2008. A informação é de um levantamento do Ministério da Saúde divulgado nesta terça-feira (22), que mostra que os 699.718 partos registrados em 1998 diminuíram e chegaram a 485.639 no ano passado.

Segundo o ministério, as principais causas desta redução são o acesso a políticas de prevenção à gravidez não planejada e a orientação sobre saúde sexual.

Quase todos os Estados brasileiros tiveram queda nos números de partos em adolescentes atendidos. A exceção foi o Amapá, que viu o índice crescer 39,26% no período, saltando de 2.379 partos em meninas de 10 a 19 anos para 3.313 em 2008.

Rondônia teve a maior redução proporcional: 51,67%. Se em 1998 foram feitos 8.217 partos pela rede pública, em 2008 o SUS (Sistema Único de Saúde) auxiliou em 3.971 nascimentos.

A maior redução absoluta foi verificada em São Paulo. De 108.393 partos, o número foi para 73.876, uma queda de 31,84% - acima …

Casos de Mal de Alzheimer irão "dobrar" em número nos próximos anos.

Mais de 35 milhões de pessoas sofrem do Mal de Alzheimer hoje em dia, e a previsão é de que o número de casos quase dobre a cada 20 anos.

O número é 10% maior do que as previsões de alguns anos atrás porque as estimativas não levaram em consideração o crescente impacto da doença sobre países em desenvolvimento.

A expectativa é de que se chegue a 115 milhões de pacientes em todo o mundo até 2050.

O estudo é parte do World Alzheimer Report, divulgado pela Alzheimer's Disease International.

Segundo o relatório, o aumento da demência está sendo impulsionado pelo aumento da expectativa de vida em países mais pobres.

Apesar de a idade ser o principal determinante do Mal de Alzheimer, alguns outros fatores que causam doenças cardíacas - como obesidade, colesterol alto e diabetes - parecem aumentar também o risco de demência.

O custo de cuidar dos pacientes de demência não é só uma questão social, mas também econômica, aumentando a carga sobre a população economicamente ativa e os sistemas de…

Peste Negra

Imagem
Peste negra é a designação por que ficou conhecida, durante a Idade Média, a peste bubónica (português europeu) ou bubônica (português brasileiro), pandemia que assolou a Europa durante o século XIV e dizimou entre 25 e 75 milhões de pessoas, sendo que alguns pesquisadores acreditam que o número mais próximo da realidade é de 75 milhões, um terço da população da época.

A doença é causada pela bactéria Yersinia pestis, transmitida ao ser humano através das pulgas dos ratos-pretos (Rattus rattus) ou outros roedores. Os surtos de peste bubónica têm origem em determinados focos geográficos onde a bactéria permanece de forma endémica, como no sopé dos Himalaias e na região dos Grandes Lagos Africanos. As restantes populações de roedores infectados hoje existentes terão sido apenas contaminadas em períodos históricos.

As populações de alguns roedores das pradarias vivem em altíssimos números em enormes conjuntos de galerias subterrâneas que comunicam umas com as outras. O número de indivíduos…

Sinais simples do câncer colorretal.

Sintomas simples e muitas vezes negligenciados, como mudanças nos hábitos intestinais, anemia e sangramento nas fezes, podem ser sinais do terceiro tipo de câncer mais comum no mundo: o colorretal.

O fato de muita gente não valorizar esses sintomas, aliado ao de que muitas vezes esse tipo de câncer é assintomático, faz com que esses tumores sejam descobertos muito tarde, como mostra um levantamento recém-concluído pela Secretaria de Estado da Saúde.

Os dados mostram que só 13% dos pacientes com câncer colorretal são diagnosticados na fase inicial da doença. Foram analisados 2.636 novos casos registrados no ano de 2007 -as informações mais novas disponíveis-, detectados e tratados em um grupo de hospitais públicos do Estado, o que corresponde a 6,9% do total de casos de câncer computados.

Quanto mais cedo esse tipo de câncer for diagnosticado, maiores são as chances de cura. Até 90% das pessoas melhoram quando o tumor é descoberto no início. Segundo a pesquisa, 55% dos casos são diagno…

Compulsão feminina por chocolate não depende de hormônio.

Imagem
Grande parte das mulheres adora chocolate e 38% delas tendem a aumentar o consumo nos dias que antecedem a menstruação, o que sugere que isso se deva a uma influência da flutuação hormonal. Essa relação, porém, acaba de ser contestada por psicólogos da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, em um artigo publicado na revista Appetite. Os autores partiram da hipótese de que, se a chocolatria feminina pré-menstrual dependesse dos hormônios, deveria ser observada uma redução proporcional desse interesse pelo alimento quando as mulheres atingissem a menopausa. E isso não foi observado. Com o término dos ciclos menstruais, a compulsão por chocolate caiu apenas 13%, o que, segundo os autores, não é uma redução significativa.

Substância encontrada na maconha pode eliminar a dependência de morfina.

Imagem
Uma pesquisa do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica da França aponta para mais uma aplicação terapêutica do princípio ativo da maconha, já usado em países como o Canadá, para tratar a dor crônica de pacientes terminais. Esperimentos mostraram que os sinais de dependência de morfina desapareceram depois de 13 dias de administração de THC (tetraidrocanabinol) em ratos jovens que haviam sofrido de privação do cuidado materno nos primeiros dias de vida.
A escolha desse modelo experimental se justifica porque os animais privados da presença da mãe desenvolvem estresse tão intenso que, uma vez expostos à droga, a dependência se instala muito rapidamente.
Analisando a região cerebral envolvida na dependência, o estriado, os autores observaram que o pricípio ativo da Cannabis restaurou a produção de encefalinas, afetadas pelo uso de opióides. O estudo foi publicado na revista Neuropsychopharmacology.

Bacon e salame podem ser fatores causais para Alzheimer e Parkinson.

Imagem
Doenças neurovegetativas como Alzheimer e Parkinson podem ter como fatores auxiliares causais alimentos enriquecidos com nitratos e nitritos, além de fertilizantes, encontrados nos mais variados tipos de alimentos, particularmente em bacon e salame, que são compostos alimentares curados que recebem, em sua fabricação, os componentes já citados.
Segundo autores do Rhode Island Hospital, de Providence, Estados Unidos, através de publicação do Journal of Alzheimer’s Disease, estes produtos podem danificar o DNA humano e provocar envelhecimento precoce, sendo potencialmente, também, agentes importantes no surgimento de outras doenças degenerativas, como o Diabetes tipo 2.
Embora não exista estudos populacionais comprovando tal associação, os pesquisadores observaram uma correlação positiva entre o aumento no uso desses compostos nos Estados Unidos e o número de casos de Alzheimer, Parkinson e Diabetes tipo 2, desde a década de 60 do século XX, o que não se relacionou com o aumento da longev…

Governadores de 16 estados deixam de investir R$ 3,6 bilhões em saúde.

Imagem
Um relatório do Ministério da Saúde revela que ao menos R$ 3,6 bilhões deixaram de ser investidos no sistema público de saúde em 2007. O dinheiro foi utilizado em áreas que não têm vínculo direto com a saúde. Os governadores de 16 estados aproveitaram uma brecha na lei, que apesar de determinar que os estados invistam 12% da receita em saúde, não especifica quais devem ser os investimentos.

Fico pensando até quando um País aguenta ser relegado a segundo plano nos dois setores mais importantes na estrutura social: Saúde e Educação. Dói ver o descaso de responsáveis pelo Executivo, no Brsil, com relação a estes dois setores. Dói, por conta de ver a população sofrendo, ignorante, adoecendo sem ter perspectivas em médio prazo para seus males. Quando falo ignorante, certamente quero falar no sentido de que o povo não é esclarecido, não é educado, é ignorado (perdão pelo trocadilho)!

Prática de ioga pode ajudar contra dores lombares, aponta estudo.

Imagem
A prática de uma forma terapêutica de ioga, enfatizando o alinhamento adequado do corpo, pode ajudar a amenizar dores nas costas, segundo novo estudo publicado na revista médica Spine. Avaliando 90 adultos com idades entre 18 e 70 anos e que apresentavam dores lombares, os pesquisadores observaram que o grupo que praticou ioga por 24 semanas teve melhores resultados em relação à dor e à mobilidade, além maior redução nos sintomas de depressão, comparados àqueles que fizeram tratamento convencional.

Os resultados não indicam que qualquer tipo de ioga pode ajudar contra as dores nas costas. No estudo foi utilizada uma ioga terapêutica chamada lyengar, que foi monitorada por um profissional certificado para esse tipo de abordagem contra lombalgias. Por isso, os autores recomendam que os interessados nesse tipo de terapia procurem profissionais com experiência em ajudar os pacientes a ajustar as posturas às suas necessidades.

TROMBOEMBOLISMO VENOSO

Epidemiologia :

2 milhões de casos a cada ano nos EEUU

doença silenciosa...>>> após 50 anos de idade, infarto do miocárdio,derrame cerebral

fatores risco : cirurgias(ortopédicas) , alterações na coagulação, doenças auto-imunes, doenças cardiocirculatórias, tumores, imobilidade , fármacos ( estrógenos )

Trombo formado – conseqüências:

assintomático => a pessoa não percebe que tem um trombo em algum lugar (particularmente nos membros inferiores), mas se estabelece um fator de risco "invisível"

lise espontânea => o trombo formado na veia, se rompe e pode migrar, causando obstrução da circulação em um ou mais órgãos(pulmões, por exemplo), levando a sérios problemas de saúde

Como o paciente pode desconfiar?

Mais comum: inchaço e dor na panturrilha (parte posterior da perna ou panturrilha)

Bulas de remédios terão letras maiores para facilitar leitura.

As dificuldades para ler a bula do remédio que o médico receitou podem acabar em breve. Uma resolução da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determina que todos os laboratórios terão de fornecer bulas com letras maiores do que o tamanho atual nas caixas dos medicamentos. As novas regras foram publicadas nesta quarta-feira (9) no Diário Oficial da União e já começaram a valer hoje.

O objetivo da resolução é facilitar a leitura dos pacientes e obrigar as empresas a darem informações mais claras sobre quantidade, características, composição e apresentação dos medicamentos. As bulas também devem explicar qual deve ser a idade mínima do paciente para tomar o medicamento com segurança. Além disso, versões das bulas em Braille e em áudio terão de ser fornecidas para pessoas que têm deficiência visual.

A indústria farmacêutica tem até janeiro de 2011 para se adequar. O fabricante que não estiver de acordo com as regras até esta data será autuado por infração sanitária. A empresa…

Siringoma.

Tumor benigno derivado dos ductos de glândulas sudoríparas. A tendência ao surgimento é genética e atinge principalmente as mulheres.

A doença caracteriza-se pela formação de lesões pequenas (2 a 5 mm), da cor da pele ou amareladas, um pouco elevadas e de consistência levemente endurecida. Localizam-se preferencialmente nas pálpebras e regiões ao redor dos olhos. Não apresentam qualquer sintoma associado. Podem ser poucas ou em grande número.

Não existe uma forma de se evitar o surgimento das lesões. O tratamento pode ser feito através de cauterização química, eletrocoagulação, dermoabrasão ou retirada cirúrgica das lesões. (Veja informações sobre estes procedimentos). Estes são tratamentos médicos que devem ser realizados pelo dermatologista.

Pernas inquietas podem ser uma manifestação de doença intestinal, diz estudo.

A síndrome das pernas inquietas – doença neurológica marcada pela insistente "necessidade" de movimentar as pernas – pode ser manifestação de uma doença inflamatória intestinal chamada doença de Crohn, segundo estudo americano publicado este mês na revista Inflammatory Bowel Disease.

De acordo com os autores, não havia evidências de que distúrbios no sistema nervoso central, como a síndrome das pernas inquietas, poderiam ser manifestações extraintestinais da doença de Crohn. Porém a nova pesquisa, que incluiu 272 pacientes, indicou uma associação significativa entre as duas condições.

As análises indicaram uma incidência de síndrome das pernas inquietas em pacientes com a doença inflamatória intestinal de 43%. A prevalência do problema neurológico foi de 30% nos pacientes, e de apenas 9% nos esposos. E, comparados àqueles que não tinham pernas inquietas, os pacientes com o distúrbio neurológico tinham maior média de idade (46,8, contra 42,6 anos), maior comprometimento do int…

Brasileiros criam tratamento para enfisema com células-tronco.

Pesquisadores do IMC (Instituto de Moléstias Cardiovasculares), de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, e da Universidade Estadual Paulista (Unesp) - campus de Assis - anunciaram nesta terça-feira a realização de uma terapia com a aplicação de células-tronco adultas para tratamento da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), o enfisema pulmonar, em pacientes que adquiriram a doença com o cigarro. A terapia, que é totalmente financiada pelo IMC, é inédita no País e no mundo, algo semelhante, com outros tipos de cultura de células e outros grupos de pacientes, está sendo feito nos Estados Unidos e no Rio.

O objetivo dos pesquisadores é restaurar o tecido pulmonar dos pacientes que perderam a capacidade respiratória por causa da doença. Estima-se que o enfisema, que é incurável em 90% dos casos, atinja de 6% a 7% da população com mais de 40 anos. Causada pelo cigarro, a doença gera inflamação nos brônquios e destrói os alvéolos e o tecido pulmonar. Com o tempo, o paciente n…

Estoque de Tamiflu do Brasil não atende recomendação da OMS, diz fabricante do remédio...

Em situações de pandemia como a da gripe suína, ou influenza A (H1N1), a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que um país tenha medicamento suficiente para tratar pelo menos 25% da população. No Brasil, porém, os estoques disponíveis até agora dariam para suprir apenas 5% dos brasileiros. A informação foi divulgada pela fabricante do antigripal Tamiflu (oseltamivir), a Roche, em uma conferência internacional organizada pela empresa nesta segunda-feira (7) na Basileia, na Suíça, onde fica a sede do laboratório.

A empresa recebeu até agora um pedido do Ministério da Saúde para entregar 9 milhões de tratamentos até maio de 2010. Só depois disso é que os estoques das farmácias serão repostos para venda regular. Isso significa que, para os brasileiros, ainda é distante a possibilidade de adquirir o remédio nas drogarias com uma receita do médico.

Até o ultimo mês, 800 mil tratamentos foram distribuídos no Brasil. Segundo o Ministério, não há proibição da venda do medicamento nas fa…

"Barriga de chope" não depende do quanto, mas de como se bebe, diz estudo.

A chamada “barriga de chope” não depende tanto da quantidade de álcool que você consome, mas de como você bebe, segundo estudo apresentado esta semana no Congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia. De acordo com os autores, quem bebe muito em um só dia no mês parece ter maior circunferência de cintura do que aqueles que bebem em maior quantidade no mês, mas dividindo em vários dias. Em pesquisa com 28,5 mil pessoas na meia-idade, os voluntários que bebiam 80 gramas de álcool de uma só vez pelo menos uma vez por mês tinham circunferência da cintura maior do que aqueles que tomavam a mesma quantidade no decorrer de uma semana.

Os pesquisadores destacam que o tipo de bebida não afetaria os riscos de ter maior circunferência da cintura, ou seja, tomar cerveja não aumentaria mais a barriga do que o consumo de vinho ou licor. A quantidade consumida não teria influência no peso do homem, além de ter pouco efeito sobre o peso das mulheres. E, apesar de aqueles que bebem em excesso de uma s…

Por dentro do negócio global de partes do corpo...

Imagem
O negócio de partes do corpo da companhia alemã Tutogen é tão secreto quanto lucrativo. Ela extrai ossos de corpos na Ucrânia para fabricar produtos médicos para um mercado global que movimenta bilhões e está centrado nos Estados Unidos.

O engenheiro aposentado Anatoly Korzhak morreu em Kiev em 5 de agosto de 2004. Seu corpo foi recolhido às 2h e levado para o instituto de medicina legal da capital ucraniana. Na mesma noite, a filha de Korzhak, Lena Krat, recebeu um telefonema no qual pediram para que ela fosse para o instituto logo de manhã, onde receberia mais informações.

Foi a primeira vez que Krat recebeu a notícia da morte de um parente próximo. "Eu fiquei tão triste que não conseguia pensar com clareza", lembra-se. Quando ela chegou ao instituto de manhã, um homem disse alguma coisa para ela sobre transplantes de pele. Tratava-se de um funcionário de uma companhia ucraniana que trabalha lado a lado com os especialistas em medicina legal. Ela disse ao homem: "Deixe-…

IBGE constata que cesarianas são quase metade dos partos no país

O número de cesarianas no Brasil representa 43% dos partos no país, índice considerado alto e distante do ideal recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que aponta o parto normal como opção mais saudável para a mãe e o bebê.

De acordo com a OMS, as cesarianas deveriam se limitar a situações de risco.

O dado foi apresentado dia 2 de setembro pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e consta da publicação Indicadores Sociodemográficos e de Saúde no Brasil.

Segundo o documento, nas regiões Sul e Sudeste foram realizados, percentualmente, o maior número de cesarianas, em 2006. Na Região Norte, foi registrado o menor percentual.

Embora mais arriscado para a saúde da mulher e da criança, segundo os médicos, os partos cesáreos são mais comuns entre as mulheres mais instruídas, alcançando 70% entre as mães com mais de 12 anos de estudo e 80% dos partos feitos pelos planos de saúde.

No sistema público de saúde, as cesáreas são 26% dos partos, ainda acima da recomendaç…

Gripe suína: estudo minimiza poder de mutação do vírus.

Coloque o vírus da gripe suína numa sala com outras versões do causador da influenza e eles não se juntarão para formar uma nova superdoença. Em vez disso, a gripe suína simplesmente derrotará as outras, diz um estudo publicado ontem no site PLoS Currents: Influenza (www.ploscurrents.org), criado pela "Public Library of Science" para compartilhar informações científicas sobre a enfermidade.

Os pesquisadores da Universidade de Michigan infectaram furões com várias versões da gripe para investigar os temores de que a suína poderia se fundir às outras e gerar um vírus mais letal. Mas o vírus da gripe suína, o H1N1, não sofreu mutações - análise da secreção nasal dos furões mostrou que não houve troca genética.

No entanto, os animais que receberam os dois tipos de vírus foram os que ficaram pior. E eles também transmitiram facilmente a gripe suína para os vizinhos - com muito mais facilidade do que transmitiram a gripe sazonal. Por enquanto, ela não sofre pressão evolucionária pa…

Dermatite atópica ou eczema atópico.

Vamos retomar o assunto:

A atopia é uma doença adquirida por herança genética que, na pele, causa lesões inflamatórias: a dermatite atópica ou eczema atópico. A pessoa que sofre de atopia, além da dermatite atópica pode apresentar asma ou rinite alérgica. É frequente encontrar histórico de uma destas doenças nos familiares.

O principal sintoma é a coceira, que pode começar antes mesmo das lesões cutâneas se manifestarem. Na infância as lesões são avermelhadas e descamativas. Podem atingir a face, tronco e membros. Com o ato de coçar, tornam-se escoriadas e podem sofrer infecção secundária.

Nos adolescentes e adultos, as lesões localizam-se preferencialmente nas áreas de dobras da pele, como a região posterior dos joelhos, pescoço e dobras dos braços. A pele destes locais torna-se mais grossa, áspera e escurecida. Usualmente localizada nestas áreas, a dermatite atópica pode se generalizar, atingindo grandes áreas corporais.

Passada a infância, pode ocorrer o desaparecimento total das les…