Pesquisar este blog

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Unhas quebradiças


As unhas são constituídas por uma placa retangular queratinizada, apoiada sobre o leito ungueal, a qual é formada por três camadas e tem a função de proteger as extremidades dos dedos. Sua matriz geradora, situada em sua raiz, é a estrutura reprodutiva que dá origem à lâmina ungueal e é constituída por um epitélio que a fixa ao seu leito.

O crescimento das unhas se dá pela adição de novas células queratinizadas, oriundas dessa matriz. Essa matriz aparece como uma formação de coloração branca, semi-oval, na base da unha, chamada lúnula. A parte dorsal da matriz forma a cutícula, cuja importância é impedir o acesso de fragmentos e microrganismos à área próxima à matriz.

As afecções ungueais que envolvem e destroem a matriz levam a sequelas permanentes, sob a forma de defeitos das unhas.

Para entender como as unhas se tornam quebradiças, é necessário aprender um pouco mais sobre o processo de crescimento natural delas. As unhas das mãos e dos pés crescem a partir do fino semicírculo branco na sua base, conhecido como lúnula, a taxas de três milímetros por mês, as unhas das mãos, e de 1 a 1,5 mm por mês as dos pés.

O grupo de células contido na lúnula produz um composto chamado queratina, que forma as unhas que protegem os leitos ungueais. Quando o corpo está saudável, as unhas crescem com força e de forma uniforme. No entanto, se essa base é frágil, fendida ou se há mudanças na cor, isso pode indicar um desequilíbrio ou doença que está alterando a produção de queratina e, consequentemente, das unhas.

Unhas quebradiças são unhas que quebram espontaneamente ou com muita facilidade, ante pequenos traumas, e parecem rachadas, lascadas ou descamadas nas pontas, tendo dificuldades para crescer. O problema é mais comum em mulheres, embora possa acontecer também em homens. Basicamente, as unhas podem ser frágeis e quebradiças por se tornarem muito secas ou em virtude de estarem constantemente submetidas a muita umidade.

As unhas se tornam quebradiças quase sempre por um ressecamento extremo ou por um excesso de umidade. Algumas doenças internas ou condições ambientais desfavoráveis que podem causar esse problema são hipotireoidismo, fenômeno de Raynaud, doenças da pele como, por exemplo, psoríase, dermatite atópica e eczemas, doenças endócrinas e desnutrição.

Além disso, algumas pessoas tem uma predisposição genética a este tipo de problema e o envelhecimento torna as unhas mais frágeis e secas. Também o ar seco do verão ou o uso intensivo de ar condicionado podem causar ressecamento da unha.

Alguns outros fatores podem aumentar a chance de uma pessoa apresentar unhas frágeis: lavagem frequente das mãos, exposição prolongada ao frio seco, queimadura solar, exposição excessiva a produtos químicos e lesão repetida das pontas dos dedos.

O diagnóstico de unhas quebradiças já é trazido pelo próprio paciente. Ao médico cabe diagnosticar as possíveis condições causais subjacentes. A deficiência de ferro costuma ser uma causa frequente.

Várias vitaminas e sais minerais já foram avaliados para o tratamento de unhas quebradiças, mas nenhum deles se mostrou muito eficaz. Quando há uma causa subjacente identificada, o tratamento, obviamente, deve ser focalizado nela.

Como evitar ou diminuir o problema das unhas quebradiças?

•Limitar o tempo de exposição das unhas à água e à quantidade de sabão utilizado para lavar as mãos.

•Hidratantes podem ser de grande auxílio. Após as mãos estarem bem secas, deve-se aplicar um hidratante na pele e nas unhas. Podem ser hidratantes cosméticos, para pessoas com unhas levemente frágeis ou cujo problema se manifeste de forma intermitente, ou um hidratante terapêutico, que age como uma barreira, impedindo a evaporação da água das unhas. Os hidratantes devem ser passados principalmente quando as unhas estão sem esmaltes.

•Usar luvas protetoras ao lavar louças com detergentes.

•Evitar exposição prolongada das unhas à água (como o nadar, por exemplo).

•Evitar exposição a produtos químicos que irritem as unhas.
Postar um comentário