Pesquisar este blog

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Entorse de joelho


Existem quatro ligamentos na articulação do joelho;

No centro da articulação estão os dois ligamentos cruzados – anterior e posterior (LCA e LCP). Nos lados da articulação existem os dois ligamentos colaterais – o medial e o lateral (LCM e LCL).

Estes cabos fibrosos trabalham juntos para manter estável a articulação do joelho e protegê-lo de lesões.

Um entorse no joelho significa simplesmente que pelo menos um dos ligamentos foi esticado além do limite fisiológico e que algumas ou todas as fibras foram danificadas.

Isso ocorre per uma força aplicada sobre a articulação, como por exemplo uma torção súbita do joelho, como quando você cair de maneira desajeitada ou durante a prática de esportes.

Raramente as crianças tem uma entorse no joelho, em função da elasticidade dos tecidos que envolvem a articulação.

Existem 3 tipos de entorse no joelho:

1º Grau – algumas fibras (inferior a 10%) são danificadas e / ou rasgadas, geralmente cicatriza naturalmente
2º Grau – muitas fibras são rasgadas, mas o ligamento ainda está intacto
3º Grau – quando o ligamento está completamente roto (rompido). Neste caso existe uma indicação para a cirurgia.

O entorse do joelho pode ser causado por:

Uma torção forçada do joelho, por movimento brusco e/ou impacto

Movendo o peso durante a execução de uma corrida;

Uma parada de mal jeito depois de um salto;

Um trauma na parte exterior ou interior do joelho e

Um traumatismo na parte da frente do joelho quando o joelho é dobrado e o pé está firmemente plantado no chão.

Fatores de Risco para o entorse de joelho

- Praticar alguns tipos de esportes, por exemplo, futebol, voleibol, esqui e basquete, raramente ocorre com a bicicleta;

- Má coordenação;

- Perda de equilibrio;

- Insuficiente flexibilidade ou força dos músculos e ligamentos e

- Frouxidão ligamentar.

Os sinais e sintomas

Os sintomas mais comuns de um entorse no joelho são: dor, inchaço e hematoma. Se a lesão é grave, pode haver instabilidade da articulação e o sujeito sente que o joelho cede.
A lesão pode causar um ruído semelhante a um crack, nesse caso talvez existem lesões do menisco ou ligamentos.
Os sintomas podem ser sentidos imediatamente ou após o acidente, mas às vezes ocorre dois dias mais tarde.

Os sintomas são os seguintes:

O joelho é dolorido;

Inchaço, vermelhidão, calor ou hematomas podem ser encontrados ao redor do joelho;

A amplitude de movimento do joelho é reduzida, o paciente sente dor mesmo em movimentos de hiper-reflexão ou hiperextensão passiva;

A pessoa não é capaz de inclinar-se sobre a perna lesionada, também não consegue esticar ou dobrar completamente o joelho quando está de pé;

Há algum grau de rigidez rigidez na articulação do joelho e

Normalmente o paciente não tem febre.

Diagnóstico do entorse do joelho

O médico perguntar ao paciente os sitomas e como aconteceu a lesão;

O joelho deve ser monitorizado durante a consulta para avaliar se a articulação é estável e quanto é grave a dor;

A localização da dor pode ajudar a determinar qual ligamento do joelho é esticado;

Se a dor no joelho é medial (lado interior do joelho) indica o ligamento colateral médial (MCL), este é o mais comum;

A dor no lado externo do joelho indica um estiramento do ligamento colateral lateral.

O teste de gaveta anterior é utilizado para avaliar o ligamento cruzado anterior. Para executar este teste, o paciente deve deitar-se em decúbito dorsal, o joelho deve ser dobrado em noventa graus e o pé deve ser estabilizado na cama. O examinador deve agarrar a parte de trás da tíbia acima do músculo da panturrilha, em seguida, puxa para a frente com uma força constante. Se a tíbia se move para a frente mais do que o normal, o teste é positivo. Você tem que fazer a comparação com o joelho saudável porque algumas pessoas têm uma frouxidão ligamentar. Se o teste for positivo, indica a lesão do ligamento cruzado anterior.

O teste de gaveta posterior é utilizado para avaliar o ligamento cruzado posterior. Para executar este teste, o paciente deve estar em decúbito dorsal sobre a cama, os joelhos devem ser dobrados a 90 graus e o pé deve ficar parado e descansando sobre a cama. Deve contar com a área frontal da tíbia acima da tuberosidade da tíbia e empurrar para a frente (passando posteriormente a tíbia) com uma força constante. Se o deslocamento da tíbia posterior é maior do que o normal, o teste é positivo. Isto é indicativo de uma ruptura do ligamento cruzado posterior.

O Teste de estresse em valgo ou adução da tíbia é utilizado para avaliar o ligamento colateral medial. Para executar este teste, coloque o joelho em flexão de cerca de trinta graus. Estabilizar o joelho, segurar o tornozelo e empurrar a tíbia para o exterior. Se a adução do joelho é maior do que o normal (em comparação com a perna não lesionada), o teste é positivo. Isto é indicativo de um rasgo do ligamento colateral medial.

O teste de estresse em varo ou abdução da tíbia é usado para ver se o ligamento colateral lateral está intacto. Este teste é realizado com o joelho dobrados a 30 graus de flexão. Estabilizar o joelho e o tornozelo. Se a adução é maior do que o normal, o teste é positivo. Isto é indicativo de um rasgo do ligamento colateral lateral. Se o ligamento é afetado por um entorse, será danificado também o menisco.

Um dos principais testes para a ruptura do menisco é o teste de McMurray. Com o paciente deitado de costas e a extremidade inferior elevada, o médico dobra o joelho e em seguida estende a perna enquanto roda o joelho. Este teste provoca um alongamento do menisco. Na presença de uma lesão no menisco, este movimento faz com que um tique-taque . O joelho deve “clicar” todas as vezes que o médico realiza o teste.

Exames

- A radiografia é um exame que utiliza radiação para criar imagens de estruturas internas do corpo, especialmente dos ossos (para avaliar possíveis fraturas).
- Uma ultrassonografia não é muito útil porque pode avaliar só os ligamentos colaterais.
- A ressonância magnética é um exame que utiliza um campo magnético para imprimir as imagens no interior do corpo para ver se tem um ligamento rasgado completamente, ou se ele está desgastado.
- A artroscopia é um procedimento cirúrgico que utiliza um pequeno endoscópio para olhar dentro do joelho, é o mais confiável, mas é um exame invasivo.

Tratamento para entorse do joelho


1) Protocolo RICE, geralmente, o melhor tratamento nos primeiros dois dias é seguir os princípios do tratamento da inflamação aguda: proteção, repouso, gelo, compressão, elevação.
Este tratamento é utilizado para reduzir a dor, o inchaço e acelerar a cicatrização.
Para a dor você pode tomar os anti-inflamatórios em comprimidos (por exemplo, Advil, Voltaren) ou você pode aplicar uma pomada com anti-inflamatório ou arnica montana.

2) Fisioterapia e reabilitação: viável - você tem que executar determinados exercícios para recuperar a força, movimento e função do joelho. Para obter informações sobre os exercícios e como promovê-los de forma adequada para retornar à funcionalidade completa você tem que seguir o conselho de um fisioterapeuta experiente.
A reabilitação em piscina é indicada se o paciente tem dificuldade a ficar em pé.
Existem alguns instrumentos que ajudam você a recuperar mais rapidamente, por exemplo o ultra-som, tratamento com laser e terapia magnetica são úteis se o joelho está inchado e para reduzir a dor.

3) O médico pode recomendar uma joelheira para reduzir a dor e ter uma maior estabilidade após um entorse no joelho. Normalmente a joelheira é bastante simples, o preço é baixo. Se você precisa de mais apoio, as joelheiras avançados são úteis.
Se o seu médico diz que o problema é um simples entorse no joelho e não necessita de testes para avaliar melhor o caso, quase certamente, a lesão não é muito grave e provavelmente é um entorse de grau 1 ou 2.
O rasgo do terceiro grau (ruptura completa) pode ser tratado muitas vezes da mesma maneira como um entorse de primeiro e segundo grau, mesmo que demore mais tempo para cicatrizar. No entanto, a cirurgia é recomendada se o joelho tende a ser instável após a realização de um programa de exercícios de reabilitação.

4) Acupuntura.

Em caso de lesão do menisco ou ligamentos, você deve considerar o tempo de cura específico, especialmente no caso de cirurgia.
Geralmente, no caso de um entorse de primeiro grau, no prazo de 7/10 dias a dor desaparece, enquanto a duração do inchaço é variável. Em alguns casos, o joelho fica inchado enquanto em outros o derrame articular (líquido) pode permanecer por algumas semanas.
Você pode andar, mas não exagere para não alongar o tempo de recuperação.
Postar um comentário