Alimentos orgânicos


Alimento orgânico é aquele isento de qualquer tipo de contaminante que ponha em risco a saúde ambiental ou humana, seja dos produtores ou dos consumidores. Normalmente, entende-se como alimento orgânico aquele produto da agricultura que é plantado, cuidado e colhido “sem agrotóxicos”.

No entanto, o conceito vai muito além disso.

Ele também deve ser isento de qualquer outro tipo de produto que possa vir a causar algum dano à saúde dos consumidores, como drogas veterinárias, hormônios, antibióticos e organismos geneticamente modificados, bem como radiações ionizantes e aditivos químicos sintéticos como corantes, aromatizantes e emulsificantes, entre outros.

O alimento orgânico não é necessariamente menor ou de aspecto inferior ao convencional. Ao contrário, o alimento orgânico de qualidade pode ser maior, mais saboroso e mais saudável que o alimento convencional.

Quanto às carnes e aos ovos, também são muito mais saudáveis, porque os animais são criados sem a aplicação de antibióticos, hormônios e anabolizantes ou outros produtos artificiais, os quais podem provocar doenças nos seres humanos, se consumidos por muito tempo.

A Agricultura Orgânica (frutas, legumes, verduras, etc.) foi regulamentada no Brasil em 2007. Ela se baseia em técnicas como a rotação de culturas, adubação verde, compostagem e controle biológico de pragas. Nela, apenas se pode utilizar sistemas naturais para combater pragas e fertilizar o solo.

A procura de alimentos livres de aditivos químicos tem aumentado na mesma proporção da busca por saúde e qualidade de vida. A demanda tem impulsionado um aumento semelhante em terras agrícolas voltadas para produção orgânica que ultimamente triplicaram em extensão.

A Agricultura Orgânica tem por objetivo a oferta de produtos saudáveis e de elevado valor nutricional, que tenham crescimento e amadurecimento naturais, isentos de qualquer tipo de contaminantes.

Por isso, os alimentos orgânicos são mais saudáveis que os outros. São os produtos químicos adicionados nas diversas fases da produção de alimentos que podem por em risco a saúde do consumidor, do agricultor e do meio ambiente.

A única desvantagem dos alimentos orgânicos é que são mais caros do que os convencionais, porque são produzidos em menor escala e os custos de produção são maiores.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Duloxetina: para tratamento de dores neurogênicas e enxaquecas.

Exame de urina

Equimoses