Dispneia paroxística noturna



A dispneia paroxística noturna é um tipo de falta de ar que surge após o paciente deitar-se na cama  (adoção da posição horizontal), fazendo com que o mesmo  acorde subitamente durante à noite, precisando sentar-se ou adotar a posição de pé  para melhorar a sua capacidade de respiração.

Este sintoma quando  associado com a dispneia (falta de ar) progressiva aos esforços e a ortopneia (falta de ar logo após adotar a posição horizontal, como deitar-se) são típicos do quadro de uma insuficiência cardíaca descompensada (coração fraco).

A dispneia paroxística noturna ocorre devido a um aumento do retorno do sangue venoso das pernas, quando o paciente adota a posição horizontal . Este maior aporte de sangue das pernas , em direção a um coração insuficiente, acarreta um acúmulo adicional de líquidos nos pulmões (edema pulmonar) ao longo da noite, levando ao aparecimento desse sintoma.

A dispneia paroxística noturna também poderá ocorrer em doenças pulmonares.

Causas:

- Doenças cardíacas :

A maioria das doenças cardíacas que  cursam com insuficiência cardíaca (aguda ou crônica), poderão cursar com dispneia paroxística noturna. Exemplos:  doença arterial coronariana crônica (cardiopatia isquêmica crônica)  e aguda (angina instável e infarto do miocárdio) , doenças das válvulas cardíacas , hipertensão arterial (cardiopatia hipertensiva) , doenças do músculo cardíaco (miocardites e miocardiopatias), arritmias cardíacas , doenças do pericárdio (derrame pericárdico , tamponamento cardíaco e pericardite constritiva crônica) , cardiopatias congênitas , entre outras.

- Doenças pulmonares:

Doenças pulmonares crônicas descontroladas, principalmente a bronquite crônica e a asma brônquica, também poderão causar esse sintoma.

A presença de outros achados (relacionados às doenças pulmonares),como tabagismo crônico, dispneia (falta de ar) aos esforços há um longo tempo , tosse com expectoração (catarro) e sibilos (chio de peito), apontam para às doenças pulmonares como causa desse sintoma.

Investigação da dispneia paroxística noturna:

A base para um correto diagnóstico da dispneia paroxística noturna e suas causas é o exame clínico (anamnese e  exame físico). Exames laboratoriais (com a gasometria arterial ou dosagem do peptídeo natriurético cerebral, chamado de BNP), eletrocardiograma, ecocardiograma, raio X do tórax, prova de função pulmonar, entre outros; poderão ser solicitados para um melhor esclarecimento do caso. A necessidade de cada exame  dependerá do julgamento clínico do médico que acompanha o paciente.

 


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Duloxetina: para tratamento de dores neurogênicas e enxaquecas.

Exame de urina

Equimoses