Rosácea ou eritema facial crônico


Uma vermelhidão permanente na face pode indicar um problema crônico. Apesar de muitas pessoas considerarem uma simples irritação, o rubro pode ser sinal da rosácea, uma doença de pele crônica e inflamatória da face.

Estima-se que mais de 40 milhões de pessoas em todo o mundo tenha eritema (vermelhidão) facial de rosácea.

É uma doença que não tem cura, mas que pode ser controlada.

A doença se manifesta tanto em homens como em mulheres, com maior frequência entre os 30 e 50 anos.

Embora seja mais comum em peles claras, acomete pessoas com as mais diferentes tonalidades.

Muitos acreditam que a rosácea não atinge a pele negra, mas não é verdade.

O eritema também pode se manifestar em peles mais escuras.

Não se sabe ao certo quais são as causas da rosácea, mas é necessária uma predisposição genética para que ocorra.

Alimentos apimentados e bebidas podem potencializar seu aparecimento.

A prática de exercícios físicos, temperaturas extremas, cosméticos e o estresse também podem desencadear os eritemas.

Para as pessoas com predisposição genética, a mudança em alguns hábitos pode evitar o início de crises.

Alimentos apimentados devem ser cortados na dieta, é preciso evitar o estresse, alguns exercícios físicos, cigarros e bebidas alcoólicas não devem ser consumidos.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Duloxetina: para tratamento de dores neurogênicas e enxaquecas.

Exame de urina

Equimoses