Transtorno do Comer Compulsivo ou Trans. Compulsivo Alimentar (TCA)


Conhece-se pouco sobre o curso do Transtorno de Comer Compulsivo (TCC), caracterizado pelo consumo de grandes quantidades de alimento e perda do controle, sem o comportamento compensador como a indução de vômitos ou abuso de laxantes.

É um problema mais comum em mulheres, atingindo a prevalência de 1,8 a 2% da população. Freqüentemente está associado a outros transtornos principalmente de ansiedade.

Os tratamentos até agora empregados são feitos com os antidepressivos tricíclicos, inibidores da recaptação da serotonina, terapia comportamental-cognitiva, terapia interpessoal, programas para reduzir o peso corporal.

O presente trabalho acompanhou durante 3 a 6 anos 68 mulheres com TCC.

A média de idade encontrada foi de 29,3 anos. A duração média do TCC até o estudo foi de 11,6 anos e tempo médio de tratamento na pesquisa foi de 76,7 dias.

Mais da metade das pacientes já havia sido internada pelo menos uma vez para tratamento psiquiátrico.

Nos anos que se seguiram ao tratamento encontrou-se as seguintes respostas: melhora significativa durante o tratamento, pequeno declínio não substancial nos 3 anos seguintes.

A maioria das pacientes não apresentava diagnósticos de transtornos alimentares, 6% voltaram a ter TCC, 7,4% passaram a ter bulimia nervosa, outros 7,4% apresentavam transtornos alimentares não especificados. 57,4% tiveram evolução favorável.

Como essa patologia não está completamente definida outros grupos de estudo classificam-na com outras denominações como binge.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Duloxetina: para tratamento de dores neurogênicas e enxaquecas.

Exame de urina

Equimoses