Volvo intestinal: o quê é isso?



Volvo intestinal é uma torção de uma alça do intestino ao redor de seu ponto de fixação mesentérica, geralmente produzindo obstrução intestinal e infarto do mesentério (ligamento em forma de leque que dá suporte ao jejuno e ao íleo, partes do intestino delgado).

Pode acontecer em qualquer idade, mas é visto mais comumente durante a infância, podendo mesmo ser congênito ou também ocorrer em idade avançada.

Ele é mais comum no cólon sigmoide especialmente quando está cheio de fezes. O volvo do intestino delgado é raro.

O volvo pode ocorrer em decorrência de um tumor do intestino grosso ou de uma aderência da parede intestinal ocasionada por uma inflamação ou por uma cirurgia abdominal.

É mais comum em homens que em mulheres, pois o cólon sigmoide é mais longo neles que nas mulheres.

Os principais sinais e sintomas do volvo intestinal são fortes dores em cólica no abdome, náuseas, vômitos e distensão abdominal. Outros sintomas podem ser sensação de inchaço, tonturas, dificuldades de movimentos intestinais, falta de ar, dores nas costas, etc.

Adicionalmente, podem ocorrer sintomas devidos à obstrução intestinal.

O diagnóstico do volvo pode ser feito pela história clínica do paciente e complementado por radiografias contrastadas com sais de bário e tomografia computadorizada.

Exames de sangue podem verificar o nível dos eletrólitos e o exame de fezes pode mostrar a presença de sangue.

O tratamento do volvo intestinal é basicamente feito por uma cirurgia em que a parte lesionada é retirada e as partes sadias são anastomosadas (suturadas), visando restaurar as funções normais do intestino.

O volvo intestinal é uma emergência médica que necessita de tratamento cirúrgico imediato, pelo risco de morte.

No volvo, a parede intestinal fica cada vez mais congestionada, hemorrágica e gangrenosa em virtude da compressão dos vasos sanguíneos e do consequente comprometimento da circulação.

Uma das complicações mais graves do volvo intestinal é a perfuração do intestino com o derramamento do seu conteúdo na cavidade abdominal.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Duloxetina: para tratamento de dores neurogênicas e enxaquecas.

Exame de urina

Equimoses