Fator ômega e o tratamento do câncer!


Os ácidos graxos ômega 3 e 6 podem reduzir a capacidade da quimioterapia de atacar tumores.

Por isso, pacientes com câncer não devem ingeri-los, segundo estudo de cientistas holandeses - quero deixar claroque não é minha opinião, é apenas o resultado de um estudo, como você pode ler abaixo!

Os suplementos de óleo de peixe, ricos nestes ácidos graxos, são amplamente vendidos em todo o mundo e promovidos como uma forma de melhorar a saúde cardíaca e cerebral.

No entanto, cientistas do Centro Médico de Utrecht (UMC Utrecht), da Universidade da Holanda, dizem que ácidos graxos similares bloquearam o efeito de um determinado tipo de quimioterapia em testes com animais.

Emile Voest, oncologista do UMC Utrecht, diz que, enquanto não forem feitos novos estudos sobre o assunto, o recomendável é que “esses produtos não sejam utilizados por pessoas em tratamento com quimioterapia”.

Voest supervisionou a pesquisa, que demonstrou que um determinado tipo de quimioterapia, usada com frequência para tratar cânceres de pulmão, bexiga, ovário e testículo, se torna impotente com a presença de dois tipos de ácidos graxos produzidos pelas células-tronco no sangue.

Esses ácidos graxos, conhecidos como PIFAs, são produzidos pelo corpo e também estão presentes nos suplementos de óleo de peixe.

Em testes realizados em ratos com tumores na pele, os cientistas descobriram que os animais que receberam injeções de ácidos graxos, em quantidades descritas como "uma quantidade normal de óleo de peixe", se tornaram insensíveis à quimioterapia.

Por enquanto não passa de uma proposta, mas é interessante para ficarmos alertas!
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Duloxetina: para tratamento de dores neurogênicas e enxaquecas.

Exame de urina

Equimoses