Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

Uma brincadeira que pode custar alto preço

Imagem
Muito populares entre crianças e adolescentes, as canetas de laser são vendidas como brinquedos em vários estados brasileiros.

O que muitas pessoas não sabem é que essa luzinha, aparentemente inofensiva, pode causar sérios problemas nos olhos.

Um tipo de laser de alta frequência, que pode ser facilmente confundido com os apontadores de laser utilizados em apresentações, está sendo comercializado e vendido como brinquedos.

Relatório dos hospitais King Khaled Eye Specialist, na Arábia Saudita, e Johns Hopkins, nos Estados Unidos, mostrou que a exposição a esse tipo de laser já causaram 14 casos de danos oculares.

Os casos começaram a aparecer em 2012, e foram acompanhados até meados deste ano. Após este período, foram notificados mais 16 casos.

As lesões ocorreram durante brincadeiras e todos os envolvidos eram jovens do sexo masculino, com idades entre 11 e 30 anos.

Algumas foram acidentais, mas outras envolveram um companheiro apontando intencionalmente o feixe de laser para os ol…

Acnes: só para refrescar a memória sobre elas!

Imagem
Numa fase da vida em que a estética corporal assume uma importância muito grande, os adolescentes são atormentados pela acne, representada pelo conjunto de cravos, espinhas, cistos, caroços, pápulas, pústulas, cicatrizes e outras lesões da pele muito comuns nessa fase da vida.

As espinhas e os cravos são as mais comuns.

As primeiras são saliências esbranquiçadas na pele, coleções purulentas contendo bactérias.

Os cravos quase sempre se mostram como postos escuros, salientes ou não, e podem se tornar avermelhados quando inflamam, gerando pápulas.

O primeiro impulso costuma ser espremer essas pequenas lesões, na tentativa de acabar com elas.

Isso, contudo, só espalha as espinhas e pode deixar cicatrizes e manchas que pioram a aparência da pele.

Além disso, esse ato pode lançar bactérias na corrente sanguínea e provocar infecções metastáticas à distância.

As espinhas da parte frontal da face, se espremidas, podem drenar bactérias para o interior do cérebro e causar graves infecçõe…

Personalidade Obsessivo-Compulsiva

Imagem
A característica essencial do Transtorno da Personalidade Obsessivo-Compulsiva é uma preocupação com organização, perfeccionismo e controle mental e interpessoal, às custas da flexibilidade, abertura e eficiência. Este padrão começa no início da idade adulta e está presente em uma variedade de contextos.

Os indivíduos com Transtorno da Personalidade Obsessivo-Compulsiva tentam manter um sentimento de controle através de uma atenção extenuante a regras, detalhes triviais, procedimentos, listas, horários ou formalidades, chegando a perder o ponto mais importante da atividade.

Eles são excessivamente cuidadosos e propensos à repetição, dando extraordinária atenção a detalhes e verificando repetidamente, em busca de possíveis erros.

Estas pessoas não percebem que os outros tendem a ficar muito aborrecidos com os atrasos e inconveniências que resultam de seu comportamento.

Por exemplo, quando extraviam uma lista de coisas a fazer, passam um período de tempo incomum procurando-a, ao invé…

Dieta Mexicana

Imagem
Dieta mexicana é pior que fast-food

Segundo especialistas do Centro de Investigação Cardiometabólico, no México, a dieta mexicana, associada com um estilo de vida sedentário, pode ser mais prejudicial à saúde do que o consumo de fast-foods.

Os pesquisadores explicam que a culinária típica do México é rica em alimentos fritos, gordurosos e doces, o que, somado ao estilo de vida sedentário adotado pela maior parte dos mexicanos, coloca o país entre as primeiras colocações no ranking mundial e obesidade.

Devido aos crescentes casos de complicações resultantes da obesidade, o Centro de Investigação Cardiometabólico propôs ao governo mexicano que jovens com até 18 anos fossem obrigatoriamente testados para glicose, colesterol, pressão arterial e índice de massa corporal, a cada três anos, o que poderia ser feito em escolas, centros comerciais e outros locais públicos. O objetivo é identificar alterações e propor estratégias de tratamento no início do problema.











Fonte: Blog de Boa Saúde

Transtorno Obsessivo-Compulsivo

Imagem
As características essenciais do Transtorno Obsessivo-Compulsivo são obsessões ou compulsões recorrentes suficientemente severas para consumirem tempo (isto é, consomem mais de uma hora por dia) ou causar sofrimento acentuado ou prejuízo significativo.

Em algum ponto durante o curso do transtorno, o indivíduo reconheceu que as obsessões ou compulsões são excessivas ou irracionais.

A perturbação não se deve aos efeitos fisiológicos diretos de uma substância (por ex., droga de abuso, medicamento) ou de uma condição médica geral.

As obsessões são idéias, pensamentos, impulsos ou imagens persistentes, que são vivenciados como intrusivos e inadequados e causam acentuada ansiedade ou sofrimento.

A qualidade intrusiva e inadequada das obsessões é chamada de "ego-distônica".

O termo refere-se ao sentimento do indivíduo de que o conteúdo da obsessão é estranho, não está dentro de seu próprio controle nem é a espécie de pensamento que ele esperaria ter.

Entretanto, ele é capaz d…

Transtorno do Pânico

Imagem
Transtorno do pânico (ou síndrome do pânico) é um transtorno de ansiedade caracterizado por crises recorrentes de medo intenso e sintomas físicos aterrorizantes que se iniciam de forma brusca e inesperada, causando na pessoa a nítida impressão de que ela está enlouquecendo ou morrendo.

No aparelho psíquico, as crises de pânico desencadeiam os mecanismos de alerta orgânico na ausência de qualquer ocorrência grave.

Quando essas crises são repetitivas, dizemos que a pessoa sofre de transtorno do pânico, termo que deriva do deus Pã, da mitologia grega, à vista de cuja figura horrenda as pessoas tomavam grande susto.

Não se conhece a causa específica do transtorno do pânico, mas sabe-se de fatores que o favorecem: herança, disposição inata ou precocemente adquirida, terreno psíquico ansioso, vivências traumatizantes, estados especiais de insegurança, etc., bem como fatores orgânicos como distúrbios da serotonina cerebral e a ingestão de algumas substâncias excitantes, como anfetaminas, …

Vitiligo

Imagem
foto: psicoblog

A principal característica do vitiligo é a despigmentação da pele por falta de melanina. O distúrbio pode manifestar-se em adultos e crianças de todas as etnias.

Costuma provocar lesões isoladas ou que se espalham pelo corpo.

A evolução da doença é absolutamente imprevisível. Em alguns casos, fica estável; noutros regride, e há casos em que progride com rapidez.

Lesões de vitiligo podem estar relacionadas com um tipo de câncer de pele, o melanoma, com o diabetes e a miastenia.

Segundo a teoria neural, o vitiligo segmentar incide normalmente sobre a região de um nervo e é provocado pela liberação de neuropeptídeos, substâncias que inibem ou até destroem os melanócitos, ou seja, as células que produzem melanina, pigmento escuro que dá cor à pele.

Ele se chama segmentar porque acompanha o trajeto do nervo, respeita a linha média do corpo e não avança para outro lado.

A teoria citotóxica defende que certas substâncias derivadas da hidroquinona podem provocar a despigm…

Dissecção da Aorta

Imagem
A dissecção aórtica ocorre quando a parede da aorta, composta por 3 camadas laminares, se divide em em duas, com a entrada de sangue fazendo um falso trajeto, dividindo a parede da aorta.

Esta dissecção pode progredir até as artérias das pernas, e obstruir o fluxo sangüíneo de inúmeras outras importantes arterias.

As bases desta doença ainda não estão completamente elucidadas, mas sabemos que ela está relacionada a um enfraquecimento das proteínas estruturais da parede da artéria.

Diversos fatores sabidamente influenciam nas dissecções da aorta, principalmente a hipertensão e a aterosclerose e o fumo.

Nos casos de dissecção aguda da aorta, o paciente relata uma dor lancinante e aguda, que se inicia no tórax e se irradia na direção da coluna, de cima para baixo.

Em geral este acontecimento está associado a uma crise de hipertensão arterial e o paciente descreve uma dor como se algo estivesse se rasgando no interior do tórax.

A dissecção aórtica pode se apresentar como um evento agu…

Cistos de Ovários

Imagem
Os cistos ovarianos ou cistos de ovário são pequenas bolsas cheias de fluido que podem ser encontradas no interior do ovário.

Normalmente essas alterações são benignas e pouco ofensivas, podendo raramente ser expressão de uma enfermidade maligna ou causarem complicações mais graves.

Mais comumente os cistos ovarianos são encontrados em mulheres em idade reprodutiva, sendo mais propensas a eles as portadoras de endometriose ou doença pélvica inflamatória (DIP).

Os tipos mais comuns de cistos ovarianos são:

•Cistos funcionais: fazem parte do processo normal do ciclo menstrual e não são expressão de nenhuma doença. O mais comum deles é o cisto folicular, que se origina da ausência de ovulação ou quando um folículo normal não se rompe e/ou não libera seu óvulo. Há também dois outros tipos de cistos funcionais: o cisto de corpo lúteo e o cisto hemorrágico. Caso não ocorra uma gravidez o corpo lúteo normal deveria desaparecer, mas quando ele persiste pode encher-se de fluido ou sangue e …

Doença de Ménière

Imagem
A doença de Ménière caracteriza-se por um aumento crônico e progressivo da pressão do líquido no interior do labirinto (parte do ouvido médio).

Seu nome foi dado em homenagem ao médico francês Prosper Ménière, quem primeiro descreveu a condição.

Geralmente esse aumento de pressão ocorre apenas em um dos lados do ouvido (90% dos casos), mas pode ocorrer em ambos os lados.

Como no labirinto tanto há células auditivas quanto células responsáveis pelo equilíbrio, a doença causa transtornos nessas duas áreas da fisiologia, podendo levar à perda da audição.

Sinais e sintomas semelhantes podem ocorrer também nos distúrbios cardiovasculares ou na arterioesclerose cerebral.

A verdadeira doença de Ménière cursa com alterações histopatológicas típicas no labirinto, o que essas outras alterações não têm.

Entretanto, é costumeiro usar-se a denominação síndrome de Ménière para todas as vertigens labirínticas, mesmo quando não associadas àquelas alterações. Nesses casos também se usa falar la…

Transtornos de Controle dos Impulsos

Imagem
A característica essencial dos Transtornos de Controle dos Impulsos é o fracasso em resistir a um impulso ou tentação de executar um ato perigoso para a própria pessoa ou para outros.

Na maioria dos transtornos descritos nesta seção, o indivíduo sente uma crescente tensão ou excitação antes de cometer o ato. Após cometê-lo, pode ou não haver arrependimento, auto-recriminação ou culpa.

Os seguintes transtornos são incluídos:

O Transtorno Explosivo Intermitente é caracterizado por episódios distintos de fracasso em resistir a impulsos agressivos, resultando em sérias agressões ou destruição de propriedades.

A Cleptomania caracteriza-se por um fracasso recorrente em resistir a impulsos de roubar objetos desnecessários para o uso pessoal ou em termos de valor monetário.

A Piromania é caracterizada por um padrão de comportamento incendiário por prazer, gratificação ou alívio de tensão.

O Jogo Patológico caracteriza-se por um comportamento mal-adaptativo, recorrente e persistente, relaci…

Implante ocular trata doenças da retina

Imagem
Pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) desenvolveram uma técnica que promete melhorar a visão de pessoas com uma série de problemas na retina.

A técnica consiste em um dispositivo feito a partir de um componente biodegradável (PLGA) com um medicamento (dexametasona) que é implantado dentro do olho e libera a droga por aproximadamente seis meses, sem a necessidade do uso de colírios ou medicamentos orais no período.

Testado em dez pacientes, o implante é fruto de dez anos de pesquisas e os resultados mostraram que ele age em doenças vasculares da retina que levam à redução da visão e, em casos mais avançados, à redução da cegueira.

Os pesquisadores acreditam que o tratamento beneficiará pacientes portadores de várias doenças da retina, como edema de mácula (inchaço na área central da retina decorrente de oclusão vascular), retinopatia diabética, uveíte (inflamação da úvea, formada pela íris, corpo ciliar e coroide), degeneração macular e outras, doen…

Endocardite

Imagem
Endocardite é a inflamação do endocárdio, a membrana que reveste interiormente o coração.

É sempre uma doença grave, especialmente sua forma infecciosa, e é capaz de gerar complicações de igual gravidade.

Quando agentes infecciosos caem na corrente circulatória, muitas vezes a partir de atividades simples como espremer uma espinha ou escovar os dentes, ou de procedimentos médicos invasivos, eles podem alojar-se no endométrio e produzir a endocardite.

Certos fatores atuam como favorecedores da endocardite: anomalias congênitas do coração, passado de miocardite, anomalias ou próteses das válvulas cardíacas e uso de drogas endovenosas.

Por outro lado, a endocardite bacteriana é favorecida nos indivíduos idosos, nos com baixa imunidade, doença renal, diabetes, insuficiência cardíaca congestiva, doenças reumáticas ou portadores de piercings bucais.

Mais raramente, a endocardite pode ser também causada por fungos.

Existem casos de endocardites devido a agentes não infecciosos que prov…

Dependência de substâncias

Imagem
Características

A característica essencial da Dependência de Substância é a presença de um agrupamento de sintomas cognitivos, comportamentais e fisiológicos indicando que o indivíduo continua utilizando uma substância, apesar de problemas significativos relacionados a ela.

Existe um padrão de auto-administração repetida que geralmente resulta em tolerância, abstinência e comportamento compulsivo de consumo da droga. Um diagnóstico de Dependência de Substância pode ser aplicado a qualquer classe de substâncias, exceto cafeína.

Os sintomas de Dependência são similares entre as várias categorias de substâncias, mas, para certas classes, alguns sintomas são menos salientes e, em uns poucos casos, nem todos os sintomas se manifestam (por ex., sintomas de abstinência não são especificados para Dependência de Alucinógenos).

Embora não seja especificamente relacionada como um critério, a "fissura" (um forte impulso subjetivo para usar a substância) tende a ser experimentada pel…

Pericardite

Imagem
Pericardite é uma inflamação do pericárdio.

O pericárdio é uma bolsa que envolve o coração e a raiz dos grandes vasos, composta por duas estruturas pouco distensíveis, uma externa, fibrosa (pericárdio fibroso), em contato com as estruturas mediastinais, e outra interna, serosa (pericárdio seroso), constituída por duas lâminas (parietal e visceral).

Entre o pericárdio fibroso e o seroso e entre as duas lâminas do pericárdio seroso há a formação de espaços virtuais preenchidos por finas camadas de líquido lubrificante.

O pericárdio tem como função manter o coração em sua posição fisiológica, impedir que ele se encha de sangue além de sua capacidade de ser uma barreira contra infecções.

Muitas vezes não se consegue determinar a causa da pericardite e ela então é chamada de pericardite idiopática. Dentre as causas conhecidas estão as infecções por vírus, fungos ou bactérias.

A pericardite pode estar associada a distúrbios autoimunes como o lúpus, por exemplo; metástases adjacentes de…

Tabagismo: algumas atualidades

Imagem
Estudos sugerem que, entre os fumantes ativos, a exposição prévia ao tabagismo dos pais pode aumentar a susceptibilidade para o desenvolvimento de doença pulmonar obstrutiva crônica.

Assim, um atual estudo avaliou prospectivamente se o fumo dos pais aumenta os efeitos do tabagismo ativo nos primeiros déficits de função pulmonar em adultos jovens.

Foram utilizados dados da coorte de nascimentos “Tucson Children's Respiratory Study”.

O tabagismo materno e paterno foi avaliado através de questionários preenchidos pelos pais no momento do nascimento do participante.

Tabagismo ativo por parte dos participantes foi avaliada através de questionários pessoais concluídos em idades de 16, 22 e 26 anos. Quatro grupos foram gerados a partir da combinação de tabagismo dos pais e tabagismo ativo.

Parâmetros de função pulmonar, incluindo o volume expiratório forçado em 1 s (FEV 1 ) / capacidade vital forçada (CVF), foram avaliados por meio da espirometria antes e após a inalação de 180 mcg…

Emagrecer pode ser um problema.

Imagem
Muitas pessoas acreditam que, ao emagrecer, o relacionamento melhorará.

Contudo, quando apenas um dos parceiros perde peso, nem sempre o resultado é positivo.

A conclusão é de pesquisadores da Universidade do Estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

De acordo com os pesquisadores, as pessoas precisam estar cientes de que a perda de peso pode mudar um relacionamento para melhor ou pior, e que a comunicação desempenha um papel importante na manutenção de um relacionamento saudável.

O estudo envolveu 21 casais nos quais pelo menos um dos parceiros havia perdido 13 quilos ou mais em menos de dois anos.

As razões para o emagrecimento variaram entre mudanças na dieta e exercícios até cirurgias bariátricas.

Analisando a comunicação entre os parceiros, percebeu-se que em alguns casos essa melhorou, mas em outros piorou.

Questionados sobre os motivos da piora na comunicação, os parceiros que não haviam perdido peso relataram sentir-se ameaçados e inseguros pelo emagrecimento do co…

Pré-eclâmpsia: algumas informações

Imagem
A pré-eclâmpsia tem sido um foco de discussão da maioria dos grupos de trabalhos relacionados a doenças da gravidez por ser a mais comum complicação, associada a altas taxas de mortalidade e morbidade materno-fetais.

Todavia, resultados no que concerne à hipertensão crônica também recebem atenção primariamente porque há falta de recomendações baseadas em evidências para o tratamento.

Hipertensão arterial na gravidez: aspectos práticos

Hoje, a fisiopatologia da pré-eclâmpsia é bem estudada, porém a sua etiologia, marcadores preditivos e meios de prevenção efetivos permanecem obscuros.

A pré-eclâmpsia é uma complicação encontrada somente na gestação humana 

. É mais comum o aparecimento em primíparas, gestações múltiplas, mola hidatiforme e em pacientes cuja história familiar é positiva (mãe, irmã) ou mesmo se esteve presente em gravidez anterior, sendo que nesta última situação o aparecimento será sempre mais antecipado.

Há maior freqüência na raça negra, em obesas e tabagistas.

Não…

IMC

Imagem
IMC significa Índice de Massa Corporal.

Ele é usado para indicar se você está abaixo do peso, com excesso de peso ou no peso ideal para a sua altura.

É uma medida importante de se conhecer, pois se o seu peso varia acima ou abaixo da faixa ideal, seus riscos para algumas doenças podem aumentar.

O IMC é calculado dividindo o peso corporal (em quilogramas) pelo quadrado da altura (em metros).

Coloque seus dados na calculadora no início da página à sua esquerda e veja o resultado numérico.

A partir do resultado, basta olhar a tabela de referência e saber a zona de risco em que você se encontra.

Coloque o seu peso corporal em quilogramas e a sua altura em metros: é só seguir o "visual" da calculadora!




IMC / Definição / Riscos de comorbidade

abaixo de 17 / Muito Baixo Peso

17,1 a 18,5 / Baixo Peso

18,6 a 24,9 / Normal

25 a 29,9 / Pré Obeso / Aumentado

30 a 34,9 / Obesidade I / Moderado

35 a 39,…

Cirúrgia bariátrica e alguns dados estatísticos

Imagem
A obesidade grave (índice de massa corporal [IMC] ≥ 35 kg/m²) está associada com uma vasta gama de riscos à saúde.

A cirurgia bariátrica induz a perda de peso e a melhoria da saúde em curto prazo, mas pouco se sabe sobre os resultados dessa cirurgia no longo prazo.

Estudo publicado pelo periódico JAMA (The Journal of the American Medical Association) relata a mudança no peso corporal e em alguns parâmetros selecionados de saúde após três anos de alguns procedimentos cirúrgicos bariátricos comuns.

Uma pesquisa envolvendo dez hospitais e seis centros clínicos norte-americanos, em seis áreas geograficamente diversas, contou com a participação de obesos graves submetidos a procedimentos cirúrgicos bariátricos pela primeira vez.

Os participantes foram recrutados entre 2006 e 2009, acompanhados até setembro de 2012 e completaram avaliações de pesquisa antes da cirurgia e seis meses, doze meses e anualmente após a cirurgia.

Três anos depois do bypass gástrico em Y de Roux (BGYR) ou de um…

Por que as mulheres sentem mais falta de ar?

Imagem
Mulheres apresentam maior incidência de faltar de ar depois de exercícios físicos intensos do que os homens.

Além disso, aquelas que sofrem com enfisema pulmonar e insuficiência cardíaca têm sintomas respiratórios piores do que os dos homens.

Pesquisadores da Universidade McGill, no Canadá, estudaram as ocorrências desses casos e descobriram que, pelo fato de os pulmões das mulheres serem menores do que os dos homens, os músculos pulmonares delas precisam trabalhar mais do que os dos homens.

De acordo com os pesquisadores, além dos pulmões menores, as mulheres têm vias aéreas mais estreitas, o que faz com que o diafragma tenha que trabalhar com maior intensidade, o que pode resultar em faltar de ar.







fonte: Blog Boa Saúde

Miocardites

Imagem
Miocardite é a inflamação do miocárdio, a camada muscular do coração, a qual pode perder sua força contrátil natural e prejudicar a ação de bombeamento de sangue para o resto do corpo.

Como resultado de certa estase sanguínea podem se formar coágulos no coração, conduzindo potencialmente a um acidente vascular cerebral ou a um ataque cardíaco.

A miocardite acontece em pessoas de qualquer idade, com mais frequência em homens do que em mulheres.

Muitas vezes não se encontra uma causa determinante, mas geralmente é uma complicação de doença infecciosa, quase sempre causada por vírus.

Outras causas menos comuns de miocardites são infecção pelo HIV, difteria, doença de Chagas, doença de Lyme (transmitida por picadas de carrapatos), timoma (crescimento anormal do timo), lúpus eritematoso sistêmico ou tireotóxicos.

Causas ainda mais raras podem ser efeito colateral de medicamentos, agentes prejudiciais como álcool, radiação, substâncias químicas como hidrocarboneto e arsênico, por exemp…

Neurolépticos: o que são e para que servem!

Imagem
Os neurolépticos ou antipsicóticos são um grupo de medicamentos capazes de inibir as funções psicomotoras.

Em paralelo atuam também em sintomas neuropsíquicos, como delírios e alucinações.

São substâncias químicas sintéticas, quer dizer, produzidas em laboratório, capazes de agir nos processos neuronais de conduta tanto em seres humanos como em animais.

Isto significa dizer que estes medicamentos ajudam no tratamento dos descontroles de comportamento e, em função disso, são considerados como estabilizadores do humor!

Elas têm uma "meia vida" longa no organismo humano e, portanto, demoram para começar a ter efeito pleno: cerca de quinze dias.

Os chamados efeitos terapêuticos desta classe de medicamentos se devem principalmente à propriedade de atuar nos receptores dopaminérgicos, presentes nos neurônios.

Há medicamentos antigos desta categoria, como a clorpromazina (fenotiazínico, age também para tratamento de náuseas e vômitos) e o haloperidol (butirofenona, também atua no …

Dor no peito!

Imagem
O tórax, cuja parte da frente se chama peito, abriga em seu interior inúmeras estruturas que podem doer e algumas outras dores podem ainda provir de suas paredes ósseas e musculares.

Por isso, seria mais apropriado falar-se de dor torácica que de dor no peito, porque também as costas ou as laterais do tórax podem doer. No entanto, devido à sua importância, considerar-se-á aqui aquelas dores que se manifestam principalmente na parte frontal do tórax, geralmente chamadas de dores no peito.

Nem toda dor sentida no peito é grave, mas como algumas delas podem significar extrema severidade e mesmo a morte, como as dores oriundas do coração, por exemplo, toda dor no peito que ainda não tenha sido esclarecida em suas causas deve ser motivo de alerta e preocupação. As dores mais simples são representadas, por exemplo, por causas musculares e as mais graves e até mortais pela angina de peito ou pelo infarto do miocárdio.

Mais da metade dos pacientes com dores no peito não têm uma causa orgân…

Medida da cintura

Imagem
Veja se você sofre de "pouca cintura"!

A medida da sua cintura é muitas vezes vista como a melhor forma de verificar o risco de desenvolver uma doença crônica. Medindo a circunferência da sua cintura você pode verificar de maneira simples a quantidade de gordura corporal que você tem e onde ela está localizada no seu corpo.

O local em que a gordura está localizada pode ser um sinal importante do seu risco de desenvolver um problema de saúde.

Independentemente da sua altura ou constituição, para a maioria dos adultos uma medição da cintura superior a 94 centímetros para os homens e superior a 80 centímetros para as mulheres indica o nível de depósito de gordura que reveste o coração, os rins, o fígado e o pâncreas e aumenta o risco de doença crônica.


1.Localize o ponto mais alto do osso do seu quadril e a parte inferior das suas costelas.

2.Expire normalmente.

3.Coloque uma fita métrica em torno de sua cintura, ou seja, no local que fica no meio do caminho entre esses dois …

Crises hipertensivas

Imagem
As crises hipertensivas são elevações bruscas e severas da pressão arterial, em pessoa habitualmente normotensa ou em hipertensos.

Há uma forma maligna de crise hipertensiva que exige controle imediato da pressão arterial e outra em que o controle da pressão arterial pode ser feito em até 24 horas, com uso de medicação por via oral.

As crises hipertensivas podem ser classificadas em:

1.Emergências hipertensivas: risco iminente de morte, lesão aguda em algum órgão-alvo.

2.Urgências hipertensivas: sem sinais de riscos iminentes de morte ou de lesão aguda de órgão-alvo.

Quase sempre a hipertensão arterial ocorre por alterações da resistência periférica. O aumento repentino dela se dá pela falta de regulação dinâmica dos mecanismos que controlam a pressão arterial e podem ter origens neurológicas, vasculares, medicamentosas, uso de drogas e elevação descontrolada de alguns hormônios.

As crises hipertensivas apresentam sinais e sintomas graves que podem levar à morte. Geralmente, durante…