Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

Apendicite

Imagem
Apendicite é uma inflamação (geralmente aguda) do apêndice intestinal, uma pequena bolsa alongada, de fundo cego, em forma de um dedo de luva, de mais ou menos 10 centímetros de comprimento, localizada na transição do intestino grosso com o intestino delgado.

Sua parede contém tecido linfático que participa do sistema imunológico, produzindo anticorpos, mas o órgão aparentemente não parece fazer falta quando é retirado cirurgicamente.

Seu interior contém bactérias e produz um suco que ajuda no processo de digestão. Não se conhece bem as funções do apêndice e alguns creem mesmo que ele seja um órgão em extinção.

A apendicite afeta cerca de 7% da população em algum momento de suas vidas e, embora seja muito mais comum na adolescência, pode ocorrer em qualquer fase da vida.

A cirurgia para remover o apêndice infectado é o tipo de cirurgia abdominal mais frequente.

A existência de apendicites crônicas é discutível e muitos acreditam que elas sejam apendicites subagudas repetitivas; m…

Importação de Médicos Estrangeiros

Imagem
Há cerca de sete anos eu me interessei em migrar para o Canadá, como médico.

Há uma espécie de "oferta" de vagas para médicos de alguns países (não todos) para que migrem para lá, em função da falta (real) de profissionais para dar conta de atender a população de cerca de 35 milhões de pessoas, de acordo com estimativas de 2010, espalhada por quase 10 milhões de Km quadrados, mas concentrada em lugares mais populosos em função das características geográficas daquele País, que se estende do Atlântico ao Pacífico e tem muitas etnias encontradas em dez províncias e três territórios, no segundo maior País do Mundo.

Eu dei início à minha investida e me deparei com um rigoroso mecanismo de avaliação quanto a questões completamente pertinentes para que um médico possa atuar em território canadense, já que, como todos sabem, médicos lidam com vidas e precisam estar devidamente preparados para socorrer e preservar as vidas das quais ele venha a cuidar.

É necessário uma avaliação da…

Osteoporose

Imagem
A osteoporose é a doença metabólica mais comum.

Ela faz parte do envelhecimento normal e é mais comum em mulheres do que em homens.

Caracteriza-se pela diminuição da massa óssea e desenvolvimento de ossos ocos, finos e de extrema sensibilidade, que ficam mais sujeitos a fraturas, seja por pequenos traumas ou espontaneamente.

A osteoporose se deve à brusca diminuição da absorção do cálcio, devido à queda na produção de estrógenos que ocorre na menopausa.

Como os homens também produzem estrógenos (embora em muito menor quantidade que as mulheres), a osteoporose também pode afetá-los, embora o faça em número muito menor (4:1).

São várias as causas e os fatores favorecedores da osteoporose.

As principais são: menopausa, história familiar, constituição física magra, raça branca ou asiática, baixa ingestão de cálcio, diabetes mellitus, falta de exposição ao sol, pouca atividade física, hábito de fumar, consumo de álcool e café e doenças crônicas debilitantes.

Aproximadamente 80% dos …

Seu filho precisa emagrecer? Fale com cuidado sobre o assunto!

Imagem
Pais que queiram falar sobre controle de peso com seus filhos devem ser cuidadosos e atenciosos.

Abordar o tema da maneira errada pode ter o efeito contrário e fazer com que eles adquiram hábitos insalubres.

Entre esses hábitos podem surgir comportamentos como a alimentação compulsiva, a realização de dietas malucas e outros problemas.

Para evitar isso, pais devem iniciar uma conversa focada na saúde, e não na aparência do filho.

Falar sobre os benefícios que frutas e verduras trarão para o bem estar e a saúde será mais eficiente do que dizer que o filho precisa emagrecer.

Também é interessante que os pais assumam hábitos alimentares mais saudáveis.

Assim eles incentivam o filho de forma positiva e também se beneficiam.

Otimismo pode melhorar a Saúde!

Imagem
A literatura médica mostra que o sentimento de otimismo pode influenciar melhores resultados de saúde. Porém, existem pesquisadores que ainda não sabem se o otimismo realmente influencia a saúde ou se ocorre o contrário.

Para avaliar isso, pesquisadores observaram a associação entre a concentração de antioxidantes no corpo e o otimismo. Antioxidantes são compostos que ajudam o corpo a combater doenças ao neutralizar os radicais livres.

A análise das taxas observadas nos participantes da pesquisa mostrou que pessoas otimistas tinham níveis mais altos de carotenóides, uma forma de antioxidantes muito eficaz na redução de dano celular.

Assim, os pesquisadores concluem que é possível que o otimismo preceda a boa saúde e até mesmo a incentive. Mas é bom lembrar que o otimismo em si pode levar as pessoas a buscarem hábitos mais saudáveis.

A pesquisa foi publicada no periódico Psychosomatic Medicine.

Parto em casa

Imagem
Segundo estudo publicado na revista científica British Medical Journal, os partos caseiros podem ser mais seguros do que os realizados em hospitais, especialmente na segunda gestação.

Realizado por pesquisadores holandeses, o estudo envolveu cerca de 150 mil mulheres com gravidez de baixo risco na Holanda que deram à luz entre 2004 e 2006. Entre elas, 92.333 tiveram bebês em casa e 54.419 foram atendidas no hospital.

De acordo com os pesquisadores, no geral, o risco de complicações severas é de um em mil para partos caseiros e 2,3 em mil para partos nos hospitais.

Entre as gestantes de baixo risco, as chances de necessitarem de tratamento intensivo e transfusão de sangue eram de 2,3 por mil em partos caseiros e 3,1 por mil para partos de hospital.

Já em mulheres em uma segunda gestação, o risco de complicações severas era menor em partos domiciliares, sendo o risco de hemorragia pós-parto de 19,6 por mil, em comparação com 37,6 por mil para mulheres atendidas no hospital.

Desvio de septo nasal

Imagem
O septo nasal é a parede que separa as duas narinas.

Normalmente, se localiza na posição medial do nariz, separando-o em duas cavidades iguais.

Fala-se que o septo está desviado se ele tem um formato anormal, tornando desiguais as duas cavidades e se localizando fora da linha medial do rosto.

Em alguns casos, isso pode causar dificuldades respiratórias e em geral favorece o aparecimento de patologias nasais, sobretudo inflamatórias ou infecciosas.

Alguns desvios de septo nasal são congênitos e estão presentes desde o nascimento; outros são adquiridos, muitas vezes, após traumatismos do nariz.

As manifestações mais importantes do desvio do septo nasal são:

•Dificuldades para respirar.

•Dor de cabeça.

•Sangramento nasal.

•Roncos.

•Apneia do sono.

Além disso, os desvios do septo nasal podem interferir na fisiologia da respiração, prejudicando a sua qualidade.

O desvio de septo nasal pode ser tratado por meio de uma septoplastia, um tipo de cirurgia corretiva.

De preferência, essa ci…

O temperamento explosivo do seu filho é normal?

Imagem
Seu filho faz muita birra?

Crianças pirracentas demais e com temperamentos explosivos podem sofrer de um distúrbio de desregulação do humor.

O diagnóstico desse transtorno é novo, sendo incluído entre as diretrizes psiquiátricas com o objetivo de reduzir a quantidade de diagnósticos equivocados de transtorno bipolar entre crianças, que cresceu 40% entre os anos de 1994 e 2003.

Como a bipolaridade é tratada com medicamentos fortes, o novo diagnóstico pode evitar esse processo e promover cuidados médicos mais específicos e adequados para esses pacientes.

O distúrbio foi publicado na edição mais recente do Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (DSM).

Pólipos Nasais

Imagem
Pólipos nasais são pequenos crescimentos benignos de tecido inflamado na camada mucosa do nariz ou dos seios nasais, que fazem saliências para dentro deles.

Começam geralmente perto dos seios etmoidais, situados na parte superior interna do nariz e se espalham para áreas abertas.

Eles podem variar em tamanho, formato, coloração e localização, serem uni ou bilaterais e podem se localizar em diferentes regiões do nariz e dos seios da face.

Podem ser únicos ou múltiplos ou confluírem formando verdadeiros “cachos”.

As causas dos pólipos ainda não foram totalmente esclarecidas.

Sabe-se apenas que uma inflamação crônica favorece a ocorrência deles.

Assim, pessoas com dificuldades para respirar, infecções crônicas dos seios nasais, asma, fibrose cística, doença mucociliar e rinite alérgica têm maior propensão a terem pólipos nasais.

Frequentemente, a polipose nasal vem junto com as alergias, mas há também casos de doenças genéticas associadas.

Os principais sinais e sintomas dos pólip…

Estrabismo

Imagem
Normalmente, os dois olhos miram para frente em direções paralelas.

Estrabismo é a perda do paralelismo entre os olhos.

Numa comparação grosseira, seria como faróis desalinhados de um carro.

Esses desvios podem ocorrer na direção central do rosto, em direção para fora dele ou em sentido vertical (para cima ou para baixo) e serem permanentes ou intermitentes, uni ou bilaterais e se manifestarem ora num olho, ora no outro.

Existem três formas de estrabismo:

•Convergente: desvio de um dos olhos para dentro.

•Divergente: desvio de um dos olhos para fora.

•Vertical: um olho fica mais alto ou mais baixo do que o outro.

Essas três formas podem ser concomitantes, quando o desvio de um dos olhos é permanente; intermitentes, quando ora os olhos estão alinhados e ora desviados; latentes, quando só é possível verificar o desvio com testes oculares.

Cada olho forma uma imagem dos objetos, mas se eles estão alinhados, o cérebro funde as duas imagens numa só. No estrabismo, essa fusão não ocorre…

Fluoroscopia: você sabe o que é?

Imagem
A fluoroscopia (ou radioscopia) é um exame que fornece imagens em movimento e em tempo real do interior do corpo, a partir da emissão de raios X.

Enquanto os raios X convencionais só geram imagens estáticas que necessitam de revelação posterior, a fluoroscopia produz imagens dinâmicas, com uma frequência de 25 a 30 quadros por segundo, que podem ser vistas em movimento, em um monitor.

O aparelho que faz isso é chamado fluoroscópio.

Dessa maneira, a fluoroscopia permite perceber movimentações orgânicas internas, como nos vasos ou no intestino, por exemplo, mediante o uso de contrastes, seguindo o direcionamento de um instrumento no interior do corpo ou de um cateter que esteja sendo introduzido nos vasos sanguíneos.

O fluoroscópio consta de uma fonte emissora de raios X e uma tela fluorescente que capta as imagens; o paciente fica posicionado entre as duas.

A fluoroscopia consiste na obtenção, através desse dispositivo, de imagens de raios X em grande número e com alta resolução t…

Laringoscopia

Imagem
Laringoscopia é o exame da porção mais alta das vias aéreas (nariz, laringe e faringe) por meio de um aparelho endoscópico chamado laringoscópio.

Há dois tipos de aparelhos para laringoscopia: um aparelho rígido, que normalmente é introduzido pela boca, e um aparelho que consiste de um fino tubo flexível de fibras óticas, que é introduzido através do nariz (nasolaringoscopia), ambos portando em sua extremidade uma minicâmera que permite ao médico visualizar, por via direta ou através de um monitor de vídeo, o interior das vias aéreas superiores e gravar as imagens correspondentes, se desejar.

No caso de visualização em vídeo, o exame recebe o nome de videolaringoscopia ou videonasolaringoscopia.

O exame simples de laringoscopia não exige qualquer preparo prévio e permite ao paciente retornar às suas atividades logo após o procedimento.

A laringoscopia pode ser feita em pacientes de qualquer idade, mas a laringoscopia feita pela boca geralmente precisa contar com alguma colaboração…

Cintillografia óssea

Imagem
A cintilografia óssea é um exame de imagem de todo o esqueleto, obtido através da injeção venosa de uma substância radioativa que se concentrará nos ossos, sobretudo nas células de maior atividade metabólica, e que será posteriormente captada como imagem por uma câmara especial, chamada gama-câmara.

A quantidade de radiação injetada no paciente é mínima (comparável a de uma radiografia normal) e não ocasiona nenhum dano.

A cintilografia foi introduzida na Medicina em meados do século passado (década de 50).

Uma das principais funções da cintilografia óssea é detectar metástases ósseas de tumores oriundos de outros órgãos (em geral de pulmão, próstata ou mama), mas também se presta à detecção de tumores ósseos, infecções ou inflamações dos ossos, doenças metabólicas dos ossos, necroses ósseas, fraturas de estresse em atletas ou pessoas que praticam atividade física, bem como à avaliação de próteses ósseas, etc.

Praticamente não há riscos.

Eles se resumem apenas à possibilidade de r…

Televisão no quarto e aumento de peso

Imagem
Ter televisão no quarto é associado com obesidade.

Um estudo europeu, então, testou se esta associação é mediada por qualquer um dos seguintes:

1. O tempo gasto assistindo televisão,

2. A duração do sono,

3. O nível de atividade física ou (iv) o consumo de refrigerantes. Os dados foram de 7.234 meninos e meninas com idades entre 10-12 anos nos países europeus envolvidos no “European Energy balance Research to prevent excessive weight Gain among Youth” (Bélgica, Grécia, Hungria, Países Baixos, Noruega, Eslovênia e Espanha).

A circunferência da cintura, altura e peso foram medidos.

A presença de uma televisão no quarto, o tempo gasto assistindo televisão, a duração do sono, atividade física e o consumo de refrigerantes foram avaliados por meio de questionários padronizados.

Quase 40% das crianças tinham uma televisão no quarto, com o maior percentual entre as crianças húngaros (65%) e menor para as crianças, eslovenos, espanhóis e belgas (todos ≈ 28%).

A televisão no quarto foi…

Riscos de Autismo

Imagem
As circunstâncias perinatais adversas têm sido associadas com o aumento do risco de autismo nos filhos.

Mulheres expostas à experiência de abuso infantil apresentam mais circunstâncias perinatais adversas do que as mulheres não expostas.

Entretanto, ainda não se sabe se o abuso materno está associado com o autismo nos filhos.

Um recente artigo buscou se a exposição materna ao abuso na infância está associada com risco de autismo nos filhos e se esse possível aumento do risco é explicado por uma maior prevalência de circunstâncias adversas perinatais.

Entre essas circunstâncias foram incluídos toxemia, baixo peso ao nascer, diabetes gestacional, aborto induzido anterior , abuso por parceiro íntimo, idade gestacional menor que 37 semanas, uso de inibidores seletivos da recaptação de serotonina (antidepressivos), uso de álcool e tabagismo durante a gravidez.

Foi utilizado o “ Nurses 'Health Study II”, uma "população" de 116.430 mulheres.

Os participantes foram enferme…

Anestesia local

Imagem
Chama-se anestesia local ao bloqueio regionalizado da condução nervosa, conseguido quando são aplicadas localmente no tecido nervoso substâncias anestésicas em concentração apropriada.

Quando aplicados a um tronco nervoso, os anestésicos locais impedem a transmissão de impulsos nervosos em todo território servido por esse nervo, o que costuma chamar-se anestesia loco-regional.

Os anestésicos locais são substâncias capazes de bloquear regionalmente, de forma totalmente reversível, a estimulação nervosa.

Apesar da denominação de “locais”, os anestésicos utilizados nestas anestesias têm repercussões sistêmicas e afetam sobretudo o sistema cardíaco, o sistema respiratório e o sistema nervoso central. Existem vários tipos de anestésicos locais que diferem na absorção, toxicidade e duração da ação.

O primeiro anestésico local conhecido foi a cocaína.

Em 1884 ela foi utilizada pela primeira vez, em cirurgias oftalmológicas e, posteriormente, em odontologia, espalhando-se desde então.

C…

95% das pessoas não lavam as mãos

Imagem
É incrível, mas é verdade!

MUITA GENTE vai ao banheiro e NÃO LAVA AS MÂOS!

Lavar as mãos após utilizar o banheiro é uma atitude simples e eficaz de higiene, mas de acordo com uma nova pesquisa 95% das pessoas não realizam essa ação por tempo suficiente para matar bactérias!

A pesquisa, realizada na Michigan State University (nos Estados Unidos), determina também que apenas uma em cada três pessoas utiliza sabonete e que uma em cada dez nem mesmo passa pela pia. Além disso, os dados apresentados mostram que as mulheres lavam as mãos mais do que os homens – apenas 7% delas não higienizaram as mãos, sendo que esse número entre os homens foi de 15%.

De acordo com o pesquisador Carl Borchgrevink, os resultados encontrados são surpreendentes porque pesquisas anteriores indicavam que a prática de lavar as mãos estava sendo feita de forma mais eficiente do que realmente está ocorrendo.

A pesquisa foi publicada no periódico Journal of Enviromental Health.

Yoga melhora a função cerebral melhor do que o exercício aeróbico

Imagem
Uma única sessão de 20 minutos de Hatha yoga melhora a função cerebral melhor do que exercícios aeróbicos de forma moderada a vigorosa, dizem pesquisadores da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos.

O estudo envolveu 30 jovens universitárias que realizaram ioga por 20 minutos e uma sessão de exercícios aeróbicos pelo mesmo tempo.

Ao final, as participantes que realizaram ioga apresentaram melhor tempo de reação e precisão em tarefas cognitivas do que aquelas que realizaram atividades físicas.

Os resultados foram publicados no Journal of Physical Activity and Health.

Fases da Doença de Alzheimer

Imagem
A Doença de Alzheimer é um tipo de demência que acomete o cérebro, em consequência de morte celular.

É progressiva, o que significa dizer que evolui (agravando-se) com o tempo.

Sua causa ainda não é clara, embora exista uma série de teorias a respeito, inclusive que há a possibilidade de que o fator genético eatuando como determinante, embora saiba-se não ser hereditária, isto é, não “passa” de geração a geração.

Demências são quadros que se caracterizam por perdas cognivas: dificuldades com aprendizagem, memória, interação interpessoal e outras.

Os portadores de Alzheimer são incapazes de assumir responsabilidades e de realizar tarefas simples. Além disso, passam a não mais reconhecer pessoas da família, fatos da vidas e vão perdendo a capacidade de locomoção por conta própria, assim como, também, o poder de decisão.

O mais comum nesta doença é o prejuízo da memória de curto prazo, o que faz com que os pacientes não mantenham uma adequada qualidade de vida.

A doença, quanto ao seu …

Epistaxe

Imagem
Epistaxe é o sangramento nasal, que pode variar de uma gota am um fluxo intenso e que pode ter consequências variadas, em função deste fluxo.

Se há sangue que é engolido, ele funciona como irritante gástrico e pode acontecer de surgir o vômito de sangue.

A maioria dos sangramentos nasais é de origem superior e anterior, isto é, do plexo vascular do septo nasal, uma área denominada "de Kiesselbach".

Os sangramentos nasais posteriores são bem menos comuns, mas, ao mesmo tempo mais graves!

Eles têm início no septo posterior e numa área chamada de cornetos, próximo a um osso denominado vômer.

Estes sangramentos posteriores tendem a acontecer em pacientes arterioscleróticos ou portadores de doenças hemorrágicas pré-existentes, ou em pacientes que foram submetidos a uma cirurgia nasal ou sinusal.

As causas mais comuns de epistaxe são os traumas - o agente "mais comum" é o dedo (!) que fica cutucando o nariz, para "fazer limpeza"! Quando as narinas são examinad…

Perda de olfato? Anosmia!

Imagem
A anosmia é a perda total da capacidade olfativa e hiposmia é a perda parcial deste sentido.

A maioria das pessoas com anosmia tem percepção normal de substâncias salgadas, doces, azedas e amargas, mas perdem a discriminação do sabor, pois o paladar depende muito da capacidade olfativa.

Desta maneira, frequentemente qeuixam-se de ter perdido também o paladar. A ausência de perceber paladares chama-se ageusia e, sofrendo deste mal, a pessoa perde o prazer de se alimentar.

Interessante que a anosmia pode afetar apenas uma narina e, neste caso, ela pode até mesmo não ser reconhecida pela própria pessoa.

Causas:

Trauma craniano com lesões de nervos faciais;

Infecções virais (crônicas ou agudas)=> Resfriados podem causar anosmia ou hiposmia transitórias e definitivas;

Doença de Alzheimer (!);

Drogas => algumas "atacam" diretamente o epitélio (camada de células) nasal que é responsável pela capacidade olfativa, como, por exemplo, a cocaína;

Sinusites de forte intensidade;

T…

Amenorreia

Imagem
Amenorreia é ausência de menstruação.

Pode ser classificada em primária ou secundária.

A primária é a ausência da menstruação em função de uma das seguintes situações:

* 16 anos de idade ou 2 anos após o início da puberdade

* Cerca de 14 anos de idade em meninas que não tiveram puberdade, ou seja, período de crescimento acelerado e desenvolvimento de características sexuais secundárias

A amenorreia secundária é a interrupção da menstruação após seu início; habitualmente efetua-se a avaliação da amenorreia se estiver ausentes por período maior de 6 meses, considerando quadros patológicos, pois a gestação não se encaixa neste perfil.

Mas as causas mais comuns de amenorreia secundária são: gravidez, atraso constitucional da puberdade (essa dá muitos sustos nos jovens!), anovulação hipotalâmica (decorrente de esforço excessivo, alterações do apetite e estresse, por exemplo), uso de drogas (contraceptivos estão incluídos, mas, também, antidepressivos, antipsicóticos ou outras drogas que i…

Hipotiroidismo: é sempre bom recordar!

Imagem
Diz-se que há hipotiroidismo (ou hipotireoidismo) quando a glândula tiroide deixa de produzir seus hormônios (tiroxina – T4 e tri-iodotironina – T3) em quantidades suficientes para as necessidades orgânicas.

Esses hormônios são importantes, sobretudo na regulação do metabolismo.

A tiroide produz também a calcitonina, que regula o nível de cálcio no organismo.

A enfermidade acomete 1 a 3% da população geral e é mais comum nas mulheres, numa proporção de 4:1, sendo uma das ocorrências mais frequentes nos consultórios de endocrinologia.

O hipotiroidismo pode dever-se a várias causas distintas: inflamação da glândula tiroide (tireoidite de Hashimoto); radiação na região do pescoço para tratar certos tipos de câncer; retirada cirúrgica ou acidental da glândula ou de parte dela; tratamento medicamentoso para o hipertiroidismo; deficiência de iodo na dieta.

Também pode ser devido a defeitos congênitos da glândula que, conforme a natureza deles, pode gerar hipo ou hipertiroidismo.

Os sin…

Alopecias (final)

Imagem
Queda de cabelo focal e cicatricial

Acne queloidiana da nuca: foliculite (infecção do folículo piloso) que resulta em alopecia residual, mais comum em homens negros;

Alopecia cicatricial centrífuga central: cicatrização da parte superior da cabeça, que aumenta com o tempo, mais frequente em mulheres negras;

Lúpus cutâneo crônico: lesões lúpicas discoides do couro cabeludo - autoimune;

Celulite dissecante do couro cabeludo: nódulos inflamatórios supurativos, que se aglutinam e formam um trato fistuloso, mais frequente em homens negors;

Líquen planopilar: líquen plano (veja imagem) do couro cabeludo - O líquen plano, uma doença recorrente e pruriginosa, começa como uma erupção de pápulas pequenas e discretas que logo se combinam até formarem placas rugosas e escamativas (placas salientes). A causa do líquen plano é desconhecida.

Alopecias cicatriciais secundárias: por queimaduras, radioterapia, morféia (Variante da esclerodermia localizada geralmente ocorrendo ao longo do comprimento d…

Mais sobre alopecias...

Imagem
Queda de cabelo não cicatricial

Alopecia areata: doença autoimune, mediada por linfócitos T - a queda de cabelo é mais comumente local, mas pode ser difusa e completa, atingindo inclusive outras áras que não somente o couro cabeludo.

Outras: queda de cabelo decorrente do ato compulsivo de puxar (tricotilomania), torcer ou pentear exageradamente os cabelos; alopecia lipedematosa (rara e de origem desconhecida, com espessamento amolecido do vértex), alopecia pós-operatória (induzida por pressão), anormalidades congênitas da haste capilar, sífilis secundária (forma tardia da sífilis que atinte os cabelos e pelos) e alopecia triangular temporal (veja foto), mais comum na infância e de evolução benigna, embora associada, também a outras doenças, como a Síndrome de Down, por exemplo.

Há, ainda, as Tinhas de couro cabeludo (micoses), provocadas por várias espécies de Microsporum e Trichophiton (fungos).

A alopécia de tração por tranças, bobes e rabos de cavalo fazem parte das chamadas não c…

Cardiomiopatia Hipertrófica

Imagem
A cardiomiopatia hipertrófica ou miocardiopatia hipertrófica, mas adequadamente escrevendo (MCH), é uma condição na qual há o aumento do músculo cardíaco. Essa hipertrofia dificulta a saída do sangue do coração forçando-o a trabalhar mais para bombear o sangue.

Ela é frequentemente assimétrica, o que significa que uma parte do coração é maior do que as outras.

A condição geralmente é passada para as gerações seguintes de uma família (herdada).

Acredita-se que seja um resultado de vários problemas (defeitos) com os genes que controlam o crescimento do músculo cardíaco.

Pessoas mais jovens têm mais probabilidade de ter uma forma mais grave de MCH.

No entanto, a condição é observada em pessoas de todas as idades.

O médico realizará um exame físico e auscultará o coração e os pulmões com um estetoscópio. Auscultar com um estetoscópio pode revelar sons cardíacos anormais ou sopro. Esses sons podem mudar de acordo com diferentes posições do corpo.

A pulsação em seus braços e pescoço tam…

Sem cabelos: alopécias!

Imagem
Não, nada a ver com calvice! Uma doença que se define como sendo a queda do cabelo que, com frequência, provoca constrangimento ao paciente, por motivos cosméticos ou psicológicos e que é sinal de alguma doença realmente importante fazendo companhia.

Há dois tipos fundamentais: a alopécia cicatricial - resultado de destruição ativa de folículos pilosos e a não cicatricial, que é decorrente de processos que reduzem ou retardam o crescimento capilar.

Vou citar algumas causas de alopécia, tentando classificar, ao mesmo tempo:

Queda de cabelo difusa e não cicatricial:

Eflúvio anágeno - causado por condições que impedem ou comprometem o ciclo anágeno (fase longa do crescimento capilar) - por quimioterápicos, venenos e radiação;

Alopécia androgenética - queda de cabelo com padrão masculino ou feminino - andrógeno (di-hidrotestosterona), familiar (essa não tem como evitar) e hiperandrogenismo patológico (em mulheres informe-se sbre hirsutismo);

Doenças congênitas - atriquia congênitas com …