Chocolate NÃO causa acnes (espinhas)!




Muitas pessoas acreditam que determinados alimentos, como chocolate, frituras ou nozes, podem provocar o aparecimento de espinhas!

ETs, como dizem os jovens atualmente!

Isso é algo que foi rejeitado há algumas décadas, por estudos técnicos, por estudos científicos, que provaram que a alimentação não interfere nesse problema e, sim, fatores genéticos e, até certo ponto, os cuidados com a pele, que se rompe quando os poros ficam "entupidos" por óleo e micróbios, é que seriam os fatores causadores desse verdadeiro estígma para muitas pessoas.

Para muitos, a condição se agravaria com a excessiva produção de hormônios, durante a adolescência, a gravidez e até mesmo o climatério (menopausa).

Mas há muitas dúvidas a respeito dessas questões.

Certamente, o que você come não tem a tendência de gerar acnes.

Elas podem ser aliviadas pelo uso de medicamentos que mantenham os poros abertos, que controlem a oleosidade e que eliminem os micróbios causadores de problemas da pele.

A isotretinoína (medicamento derivado da vitamina A, a isotretinoína acaba com a doença, na maioria dos casos, em cerca de 6 a 8 meses; a medicação age nas glândulas sebáceas reduzindo o seu tamanho, diminuindo a secreção do sebo e alterando a sua composição, além de evitar a obstrução da abertura do folículo piloso e de reduzir a inflamação.) pode ajudar muito no tratamento da acne, mas devemos lembrar de que ela é teratogênica (agente teratogênico tudo aquilo capaz de produzir dano ao embrião ou feto durante a gravidez) e deve ser usada com muito cuidado.

De qualquer modo, pode comer chocolate. Com moderação, pois ele engorda!
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Duloxetina: para tratamento de dores neurogênicas e enxaquecas.

Exame de urina

Equimoses