Tabagismo: algumas curiosidades!



Quanto mais cedo você parar de fumar, melhor para você!

Oito horas depois que você pára de fumar, os níveis sangüíneos de nicotina e monóxido de carbono caem pela metade!

Em vinte e quatro horas, ambos são eliminados do corpo e em quarenta e oito horas, o declínio no funcionamento dos pulmões e o risco excessivo de câncer (do pulmão) ficam estacionados.

Após um ano sem fumar, o risco de "ataques cardíacos" é reduzido pela metade, se comparado a um fumante habitual.

Depois de quinze anos sem fumar, esse risco passa a ser o mesmo de alguém que nunca fumou.

Isso mesmo! QUINZE anos para "limpar" seu organismo do tabaco!

Mas - e sempre há um "mas" - diferente do coração ou dos pulmões, o intestino não "esquece" da agressão sofrida com tanta facilidade.

Pesquisas científicas demonstram que o tabaco cria um dano genético conhecido como instabilidade de microssatélites (IMS), que leva ao intestino o câncer, por interferir na capacidade celular de reparar danos ao DNA (molécula que carrega consigo a carga genética do organismo), um processo importantíssimo para evitar que as células eventualmente danificadas se tornem cancerosas.

A pesquisa mostrou que nossas atitudes podem de fato causar mudanças genéticas nas células que têm a capacidade de iniciar um tumor.

Essa é, no mínimo, mais uma razão para parar de fumar e mais motivo para ficar atento aos exames preventivos desse câncer relativamente comum.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Duloxetina: para tratamento de dores neurogênicas e enxaquecas.

Exame de urina

Equimoses