Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2008

Fumante passivo sofre!

Imagem
Pesquisadores norte-americanos descobriram um gene responsável pelo agravamento da mucoviscidose (uma doença pulmonar) em pessoas expostas ao tabagismo passivo.

A informação é de um estudo publicado 29 de janeiro de 2008 nos Estados Unidos.

De acordo com os pesquisadores, a variação de um gene enfraquece as funções pulmonares e encurta o tempo de vida das pessoas que sofrem desta doença hereditária - caracterizada pela hipersecreção de um muco muito viscoso que bloqueia as vias dos órgãos afetados, podendo predispor a pessoa a infecções respiratórias mortais.

Os pacientes com uma variação do gene TGFbeta1 têm suas funções pulmonares duas vezes mais deterioradas quando são expostos ao tabagismo passivo do que aqueles que não o são, afirmam os autores, em estudo publicado no "Journal of the American Medical Association".

"Sempre suspeitamos que o tabagismo passivo era nocivo para as pessoas que sofrem de doenças pulmonares. Agora apontamos para um gene específico cuja va…

Exercício físico melhora qualidade de vida em mulher com fibromialgia

Imagem
Estudo realizado na Divisão de Medicina de Reabilitação (DMR) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP comprova a elevação da qualidade de vida em mulheres portadoras de fibromialgia submetidas a um programa de condicionamento físico. A pesquisa, realizada pela médica cardiologista da DMR, Lívia Maria dos Santos Sabbag, foi premiada no 4º Congresso Mundial da Sociedade Mundial de Medicina Física e Reabilitação, realizado na Coréia do Sul.

"Há piora da dor nos três primeiros meses, mas após esse período a recuperação é significativa, com melhora da capacidade funcional e da qualidade de vida", destaca Lívia. “Já se sabia que o condicionamento físico é benéfico, mas não havia um estudo predeterminando como deveria ser, freqüência, intensidade, duração dos treinos e a partir de quando o benefício seria notado". Com a pesquisa, confirmaram-se os benefícios e padronizou-se um protocolo de treino.

As pacientes tinham em média 46 anos de idade, e durante o…

Dores nas costas e na região cervical - Vamos Aprender mais um pouco?

Imagem
“Pinçamento de nervos” é uma expressão que pode ser utilizada para descrever a dor na região afetada ou perda de capacidade funcional, na mesma área. Isto acontece em nervos que sejam responsáveis por movimentos musculares ou levem a sensibilidade local para o cérebro.

Os sintomas iniciais do pinçamento de nervos são o formigamento, dormência, queimação, pontadas com irradiação para as extremidades (no caso de problemas lombares, irradiação para as nádegas e pernas).

Algumas vezes as sensações dolorosas surgem distantes do local de pressão do nervo. Por exemplo, pode surgir dor na panturrilha (atrás do joelho) por conta de uma pressão de um dor nervos que descem para a perna na região lombar, próxima ao quadril. Quando o nervo é submetido a uma pressão constante, pode surgir atrofia do membro no qual o mesmo nervo se prolonga, com perda de reflexos, de massa muscular e de agilidade do membro afetado.

Acima você pode visualizar um desenho que demonstra um disco intervertebral (em azul) ro…

Doença de Creutzfeldt-Jakob

Imagem
A doença de Creutzfeldt-Jakob, embora uma forma rara de demência, ganhou enorme publicidade ao longo dos anos, pelo fato de ser o protótipo de um grupo de doenças relacionadas aos prions e, mais recentemente, pela descrição de uma nova variante possivelmente relacionada à encefalopatia espongiforme bovina (EEB), também conhecida como "doença da vaca louca".

As encefalopatias espongiformes são um grupo de enfermidades que acometem tanto homens quanto animais e se caracterizam por longos tempos de incubação (meses a anos) e por um curso sempre fatal.

A doença de Creutzfeldt-Jakob foi descrita pela primeira vez em 1920. Em 1968, foi transmitida com sucesso para chimpanzés, provando a existência de um agente infeccioso. Contudo, este agente era resistente a métodos que inativavam ácidos nucléicos (álcool, formalina, radiação ionizante, nucleases), mas não a métodos que provocavam proteólise (autoclavagem, fenol, detergentes e extremos de pH).

No início da década de 80, foi identifi…

Hiper-hidrose

Imagem
É um excesso desagradável de suor, em uma ou várias partes do corpo.

A Hiperhidrose definida como sudorese que ultrapassa a necessidade de termoregulação ( controle da temperatura corporal) , é uma condição benigna, mas que pode trazer desagrado a seus portadores.

É uma afecção que atinge até 1% da população. Pode-se imaginar que numa cidade como São Paulo, com 12 milhões de habitantes, existam 120.000 pessoas com esse problema.

Provavelmente todos têm em seu círculo familiar, profissional ou de amizade alguém que apresente Hiperhidrose. Às vezes isso não é tão visível , porque por constrangimento ou desconhecimento , as pessoas não gostam de revelar a sua presença.

As pessoas que tem Hiperhidrose podem apresentar um aumento de sudorese em situações inexplicáveis e sem qualquer causa aparente. Este aumento pode aparecer na axila, nas mãos, nos pés, no rosto ou em qualquer outra parte do corpo.

As emoções podem piorar o processo de Hiperhidrose. As pessoas podem se tornar inseguras, acha…

Unicamp desenvolve creme de insulina p/acelerar cicatrização

Imagem
Pesquisadores brasileiros da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) desenvolveram um creme à base de insulina, que acelera a cicatrização de ferimentos em diabéticos. Nestes pacientes, o proceso de cicatrização é bastante lento, colocando a saúde sob risco, com exposição a infecções e, em alguns casos, exigindo amputações.

O novo creme já está registrado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi), só dependendo da finalização dos testes em humanos para ser lançado no mercado brasileiro. A previsão para que isto aconteça é final de 2008.
Segundo o coordenador da pesquisa, endocrinologista Mário Saad, os estudos com animais já foram finalizados e o creme de insulina - como foi batizado popularmente -está sendo testado em 14 pessoas, mostrando alta eficácia.

O produto desenvolvido na Unicamp conseguiu igualar o tempo de cicatrização de ferimentos em animais diabéticos e não-diabéticos. Saad explicou que, nos testes, um corte de um centímetro levou nove dias para cicatriza…

Consumir fibras sem água não resolve.

Imagem
As fibras insolúveis estão presentes em muitos alimentos como frutas, legumes, verduras e grãos (feijão, ervilha, lentilha, grão de bico, soja e cereais integrais).

É comprovado que o consumo regular de alimentos fontes de fibras melhora a motilidade intestinal, aumenta o volume das fezes e, assim, auxilia contra a prisão de ventre.

No entanto, para que isso aconteça, é necessário que, além destes alimentos, você ingira bastante água.

Para que o efeito das fibras seja completo, distribua grãos, frutas, verduras e legumes pelas suas refeições e consuma cerca de dois litros de água, o que equivale a dez copos, diariamente.

A "cura" da fibromialgia

Imagem
Recentemente, foi veiculado, em programa de alcance nacional, um tratamento baseado nos princípios da medicina ortomolecular para a "cura da fibromialgia". O tratamento baseado em soros para "matar" os micro-organismos que causariam a fibromialgia, duraria três meses e custaria cinco mil reais. Associado a isso, um programa de musculação para transformar as fibras 2b em 2a.Tive a oportunidade de assistir à matéria e gostaria de fazer alguns comentários:

1) A medicina ortomolecular não é baseada em evidências científicas, e por esse motivo não é reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina como especialidade médica.

2) Não existe nenhuma evidência científica que a fibromialgia é causada por micro-organismos. Isto é uma afirmação falsa.

3)A musculação pode ser útil na fibromialgia, mas não para a transformação de fibras musculares e sim por que toda a atividade física é importante no tratamento da fibromialgia.

4) Infelizmente não existe uma cura para a fibromialgia…

AFTAS!

Imagem
Estomatite aftosa ou aftóide-recorrente

É um distúrbio comum, caracterizado por lesões ulceradas (abertas, profundas, ovais, sem cobertura) e dolorosas da mucosa da boca, de caráter recorrente (em surtos), não traumática, em geral com duração de até 2 semanas.

Predomina em mulheres, em qualquer idade, podendo ter um padrão familiar. Afeta mais indivíduos da classe média e alta.

A causa é muito controversa, mas é, sem dúvida, múltipla, havendo uma alteração das respostas imunológicas. Os fatores desencadeantes incluem estresse (pesquisar ansiedade, depressão), hematológica (baixa de leucócitos), (nutricional, deficiente de ferro e vitamina B12), gastro-intestinal, endócrina (desaparece na gravidez, vai da menarca à menopausa), infecciosa, alérgica e alimentar.

Parece ter importância a hereditariedade e fator auto-imune.

Há muitas ligações das aftas com erro ou inadequação da higiene bucal: quem não se higieniza adequadamente, está mais propenso a ter aftas!

A lesão começa com vago desconfor…

Regras para anorexígenos começam a valer.

Imagem
Entrou em vigor nesta quinta-feira (03) a RDC 58, que estabelece critérios ainda mais rígidos para a prescrição e comercialização de anorexígenos (moderadores de apetite). A principal mudança é um novo tipo de receita médica, criado especificamente para estes medicamentos.

A prescrição e a dispensação (entrega ao paciente) de medicamentos ou fórmulas que contenham substâncias psicotrópicas anorexígenas ficam sujeitas à notificação de receita do tipo “B2”. A receita, de cor azul, terá validade máxima de 30 dias.

Outras mudanças

Os medicamentos ou fórmulas com finalidade exclusiva de tratamento da obesidade deverão respeitar a dose máxima diária recomendada conforme a resolução. A dose de medicamentos à base de femproporex, por exemplo, não deverá ultrapassar os 50,0 mg/dia.

Ficam proibidos os medicamentos que contenham substâncias anorexígenas associadas entre si ou com ansiolíticos, antidepressivos, diuréticos, hormônios e laxantes.

O descumprimento das novas exigências fica sujeito às…

Células Tronco e as Novidades

Imagem
O futuro se tornou um pouco mais presente, depois que cientistas americanos e japoneses anunciaram ter conseguido transformar células da pele em células embrionárias – as quais, por sua vez, foram reprogramadas para se tornar células cardíacas e neurônios (foto acima).

As embrionárias são um dos dois tipos de células-tronco. O outro é formado pelas adultas, encontradas, sobretudo, no cordão umbilical e na medula óssea. Células-tronco são indiferenciadas.

Ou seja, podem adquirir as características dos variados tecidos do corpo humano.

Quando for possível direcionar, sob total controle, a metamorfose de uma célula-tronco numa célula especializada, distúrbios degenerativos, como a doença de Parkinson, o Alzheimer e disfunções cardiovasculares, por exemplo, poderão ser curados.

Bastará, para tanto, substituir os tecidos doentes por aqueles novinhos em folha.

Dos dois tipos de células-tronco, as embrionárias demonstram ser mais versáteis do que as adultas. Elas são capazes de se transformar…