Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2007

Efeito das leis de proibição do fumo sobre os lucros de bares

A indústria do tabaco declarou que as leis de proibição do fumo em bares causaram redução de 30% no rendimento destes estabelecimentos.

Esta questão foi analisada por um estudo recentemente publicado no periódico American Journal of Public Health. Após o controle de variáveis econômicas, notou-se que os bares localizados em áreas com leis de proibição do tabagismo vendiam seus produtos por preços comparáveis aos preços de bares situados em áreas sem restrições ao fumo.

Outros estudos relatam que as vendas dos bares não declinaram, o que também foi constatado neste estudo.

Portanto, as preocupações de proprietários de bares de que as leis de proibição do fumo reduziriam as vendas e os lucros em seus estabelecimentos são infundadas.

Quando o estado consciente se torna perfeccionismo?

O perfeccionismo constitui um estilo de personalidade neurótico envolvendo traços, modos de auto-apresentação e cognições.

Um estudo de revisão do Current Psychiatry.Online abordou este tema. O perfeccionismo pode resultar em psicopatologias graves, incluindo problemas de relacionamento, depressão, anorexia nervosa e suicídio.

A determinação de traços é essencial para avaliação de indivíduos que procuram tratamento, especialmente para angústias comportamentais, assim como para pacientes em tratamento para outras questões e que possuem personalidade perfeccionista.

A avaliação acurada do perfeccionismo pode ajudar a predizer e antecipar a não obediência, analisar o risco de suicídio, determinar a abordagem adequada e identificar circunstâncias em que o paciente está particularmente vulnerável a recidiva.

No estudo são analisadas características do perfeccionismo, comportamentos dos pacientes, traços de psicopatologia e os limitados tratamentos disponíveis.

O Sistema Nervoso Central - Um Looongo Resumo

Imagem
O SNC divide-se em encéfalo e medula. O encéfalo corresponde ao telencéfalo (hemisférios cerebrais), diencéfalo (tálamo e hipotálamo), cerebelo, e tronco cefálico, que se divide em: BULBO, situado caudalmente; MESENCÉFALO, situado cranialmente; e PONTE, situada entre ambos.

No SNC, existem as chamadas substâncias cinzenta e branca. A substância cinzenta é formada pelos corpos dos neurônios e a branca, por seus prolongamentos. Com exceção do bulbo e da medula, a substância cinzenta ocorre mais externamente e a substância branca, mais internamente.

Os órgãos do SNC são protegidos por estruturas esqueléticas (caixa craniana, protegendo o encéfalo; e coluna vertebral, protegendo a medula - também denominada raque) e por membranas denominadas meninges, situadas sob a proteção esquelética: dura-máter (a externa), aracnóide (a do meio) e pia-máter (a interna). Entre as meninges aracnóide e pia-máter há um espaço preenchido por um líquido denominado líquido cefalorraquidiano ou líquor.

O TELE…

Tomate, licopeno e câncer

Vários estudos têm relatado associação inversa entre tomate e/ou licopeno e risco para vários tipos de câncer. Em 2004, o órgão norte-americano FDA (Food and Drug Administration) recebeu petições para declaração de qualidade à saúde de tomates, licopeno e a redução de risco de alguns cânceres.

O periódico Journal of the National Cancer Institute traz um estudo que descreve a revisão do FDA. O FDA não encontrou evidências confiáveis para confirmar a associação entre ingestão de licopeno e redução do risco de câncer de próstata, pulmão, colo-retal, gástrico, mama, ovariano, endometrial ou pancreático.

Também não foram verificadas evidências de associação entre consumo de tomate e redução do risco de câncer de pulmão, colo-retal, mama, cervical ou endometrial.

Por fim, o FDA encontrou evidências muito limitadas da associação entre consumo de tomate e risco reduzido de câncer de próstata, ovariano, gástrico e pancreático.

Consumo de refrigerantes aumenta o risco de síndrome metabólica

A prevalência de síndrome metabólica*, uma série de fatores de risco para problemas cardiovasculares, é maior entre adultos de meia idade que consomem regularmente refrigerantes, inclusive as bebidas livres de calorias, segundo estudo publicado hoje na revista Circulation.

Pesquisadores analisaram dados de pessoas com idade entre os 50 anos, livres de doenças cardiovasculares no início do estudo, e que foram avaliadas duas vezes entre 1998 e 2001.

Na primeira análise, as pessoas que consumiam um ou mais refrigerantes carbonatados por dia apresentavam 48% maior prevalência da síndrome, comparados com os que bebiam menos. Na segunda, eles tinham 44% maior risco, apresentando aumento de cada componente da síndrome, como hipertensão, colesterol alto e excesso de gordura abdominal.

*A Síndrome Metabólica (SM) é um transtorno complexo, caracterizada por um conjunto de fatores de risco cardiovasculares, relacionados com resistência à insulina e obesidade abdominal. É importante assinalar a as…

PSICONEUROIMUNOLOGIA - Leia com atenção- é longo, mas vale a pena!

As relações mais íntimas entre o cérebro e sistema imunológico começaram a ser melhor esclarecidas na década de 70, quando o psicólogo Robert Ader e o imunologista Nicholas Conhem realizaram um importante experimento, envolvendo a administração a ratos de uma droga imunossupresora, junto com água adoçada com sacarina. O sistema imunológico dos ratos fica condicionado ao sabor da sacarina; por fim, a administração da água adoçada, isoladamente, levou à supressão do sistema imunológico, à doenças e à morte. Oferecem-se provas irrefutáveis de que o cérebro poderia influenciar diretamente a imunidade.

A partir daí, numerosas pesquisadores descobriram diversas conexões fisiológicas entre o cérebro e o sistema imunológico. Eles mostraram que as células do sistema imunológico podem reagir as substâncias químicas e que as células nervosas reagem a mensageiros químicos secretados pelo sistema imunológico, estabelecendo uma comunicação plausível entre os dois sistemas.

Essa descobertas fisiol…

Procura de contraceptivos de emergência por mulheres pela internet

Um estudo do periódico Obstetrics & Gynecology avaliou a busca de mulheres por anticoncepcionais de emergência pela internet, através do site The Emergency Contraceptive Website (http://ec.princeton.edu).

Segundo os resultados, as participantes eram, em sua maioria, brancas, com nível superior e residentes na zona urbana. Foram citadas dificuldades estruturais no acesso a pílulas de emergência. Houve pouco entusiasmo para acesso sem prescrição devido à preocupação de que os parceiros pudessem ter comportamentos sexuais de risco. A consulta com um profissional de saúde foi valorizada; 42% declararam que conversariam com um médico mesmo se o acesso sem prescrição fosse disponível.

Pode-se concluir que a internet, como fonte de contracepção de emergência, mostra-se limitada para mulheres de elevado status sócio-econômico na amostra analisada. Os médicos devem estar preparados para orientar as pacientes, apesar de as pílulas de emergência serem agora disponíveis para muitas mulheres s…

O uso de cinto de segurança em bancos traseiros pode salvar vidas

O periódico British Medical Journal traz um estudo que avalia a eficácia do uso de cinto de segurança em bancos traseiros.

A análise norte-americana de 10.738 acidentes fatais envolvendo passageiros de veículos sugere que o uso de cinto de segurança no banco traseiro pode reduzir o risco de morte em cerca de 60% em automóveis e 70% em caminhões leves.

A diferença é explicada pelo fato de o último ser mais propenso a tombar durante a colisão, de modo que o cinto previne a ejeção do passageiro.

Durante o período de estudo de 2000 a 2004, 57% dos motoristas usavam cintos, o que se repetia em 15% dos passageiros que assentavam no centro dos bancos traseiros e 29% dos que estavam na lateral. Nos países cujas leis requerem o uso de cintos de segurança nos bancos da frente, poucos ocupantes morrem.

Este estudo sugere que leis que exijam uso de cinto pelos passageiros do banco de trás, acompanhadas de campanhas educacionais, podem levar a um desfecho similar.

Transtorno de ansiedade generalizada e ingresso em matrimônio ou relacionamento semelhante

Estudos prévios sugerem que indivíduos com transtorno de ansiedade generalizada relatam níveis significativamente maiores de conflitos matrimoniais e estão sob maior risco de divórcio do que aqueles sem o transtorno.

A literatura demonstrou, ainda, que as dificuldades de relacionamento dos pacientes predizem pior resposta ao tratamento e desfecho em longo prazo. Num estudo do periódico Journal of Anxiety Disorders, foi examinada a relação entre o diagnóstico de transtorno de ansiedade generalizada e a história matrimonial.

Observou-se que o transtorno de ansiedade generalizada está significativamente associado à probabilidade de ingresso em uma relação semelhante a casamento. Os resultados reforçam o prosseguimento da investigação da associação entre o funcionamento do casal e o início, curso e tratamento do transtorno de ansiedade generalizada.

Assim, as intervenções de casais podem constituir um recurso no tratamento

Exercícios previnem quedas em pessoas com doença de Parkinson

Imagem
Para algumas pessoas com doença de Parkinson, um programa personalizado de exercícios em casa e instruções podem prevenir quedas, comuns a esses pacientes, segundo estudo da Universidade de Southampton, no Reino Unido.

De acordo com os pesquisadores, muitas vezes, os medicamentos e estímulos mentais não conseguem melhorar o equilíbrio e diminuir as quedas. Na pesquisa, participaram 142 pacientes com o distúrbio que haviam caído pelo menos uma vez no ano anterior à pesquisa – um grupo continuou o tratamento convencional, e o outro recebeu um programa de exercícios em casa, acompanhado de perto por um fisioterapeuta nas primeiras seis semanas.

E o programa foi responsável, em seis meses, pela redução das quedas e dos ferimentos, e pela melhora funcional e da qualidade de vida.

Neuroplasticidade

Imagem
Neurônios crescem em adultos? Apesar de os livros de biologia dizerem que não, estudos recentes têm apontado o contrário. A mais recente novidade nesse sentido vem do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos.

Uma pesquisa liderada por Elly Nedivi, do Departamento de Ciências Cerebrais e Cognitivas, verificou o crescimento de células em cérebros adultos. Segundo os autores, os resultados sugerem a possibilidade de que se possa promover o crescimento de novas células para substituir outras danificadas por doenças ou lesões na medula espinhal resultantes de acidentes.

"Saber que neurônios são capazes de crescer no cérebro adulto nos oferece uma chance de tentar incrementar o processo e de explorar em quais condições podemos fazer com que esse crescimento ocorra", disse Elly em comunicado do MIT. Os resultados foram publicados na edição de 27 de dezembro do periódico Biology, da Public Library of Science (PLoS).

CPMF o imposto para a Saúde!

Quando o Prof. Dr. Adib Jatene promoveu a campanha para que se criasse uma taxação nova com a finalidade de auxiliar a Saúde do País, ele não poderia imaginar que este imposto seria mais um problema para o povo brasileiro.

Um imposto cruel, recolhido da classe média diretamente na conta corrente, sem perspectivas de controle do indíviduo, mas com absoluto controle do Governo sobre a pessoa, com mecanismo de recolhimento direto.

Paga-se um imposto que não vai realmente, ou pelo menos em sua totalidade, para o SUS, para a Saúde Pública. Ou você tem visto, nesses últimos dez anos, alguma melhoria REAL da Saúde no País?

Agora em setembro o Congresso Nacional deverá decidir pela manutenção ou não dessa taxação estranha (qual delas não é?). Aqui temos um link para você votar CONTRA a manutenção da CPMF.

VAMOS LÁ?

http://apps.fiesp.com.br/pesquisas/cpmf/cpmf.asp

Nova proteína ajuda a combater sintomas de Parkinson

Imagem
Cientistas finlandeses descobriram uma nova proteína que, segundo eles, pode ajudar a diminuir ou até reverter os sintomas do mal de Parkinson.

O Parkinson destrói as células nervosas do cérebro que produzem o químico dopamina, causando problemas de movimento e de equilíbrio.

Os pesquisadores descobriram uma molécula que pode prevenir a degeneração destes neurônios e ajudar na regeneração das células danificadas.

Segundo artigo publicado na revista científica Nature, os sintomas do Parkinson diminuíram em ratos que receberam injeção com a proteína.

Os remédios anti-Parkinson atualmente disponíveis não impedem as células nervosas de degenerarem-se e morrerem. Por isso, os efeitos dessas drogas são curtos e ineficazes.

Os pesquisadores da Universidade de Helsinki acreditam que a nova molécula – chamada de fator neurotrópico conservador de dopamina (ou CDNF, na sigla em ingês) – tem grande potencial para ser usada em tratamentos de Parkinson.

Pesquisas anteriores tinham como foco outra proteín…

Depressão pode estar ligada a baixos níveis de folato

Um estudo da Universidade de York, no Reino Unido, sugere que pessoas com baixos níveis de folato, tipo de vitamina B, no organismo, tem maior risco de ter depressão.

O ácido fólico, um tipo de folato, pode ser encontrado em hortaliças verdes (espinafre, couve, couve flor), cogumelos, músculos, ovos, frango, batata, cenoura e até em algumas marcas de pão de fôrma.

Os especialistas avaliaram 11 estudos sobre a associação entre o folato e a depressão, envolvendo um total de mais de 15 mil participantes.

E os pesquisadores concluíram que pessoas com baixos níveis da vitamina têm o risco de depressão aumentado em 55%.

Por isso, recomendam a identificação dos níveis da vitamina como forma de prevenir e tratar a depressão.

Exercícios físicos melhoram a qualidade de vida em idosos

Imagem
Um novo estudo publicado no Journal of the American Geriatrics Society confirma que exercícios físicos promovem uma melhor qualidade de vida em pessoas idosas.

A pesquisa comparou a eficiência de três programas feitos para reduzir quedas e melhorar a qualidade de vida de pessoas com mais de 65 anos de idade – instrução; avaliação e modificação da segurança da moradia; e exercícios.

Participaram do estudo, idosos que haviam sofrido quedas até quatro semanas antes da pesquisa.

E os especialistas observarm que todos os programas levaram a alguma melhora na qualidade de vida, porém, aqueles que passaram pelo programa de exercícios apresentaram melhoras mais significativas na capacidade física (equilíbrio, alcance funcional), no bem-estar psicológico e nas relações sociais.

Pesquisadores descobrem pista importante nos processos de depressão.

Cientistas americanos podem ter encontrado um centro cerebral importante nos processos que levam à depressão, e ele poderia servir como foco para tratamentos futuros.

Os pesquisadores da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, analisaram a atividade elétrica de fatias do hipocampo de ratos, que, segundo eles, tem sintomas comportamentais e cerebrais parecidos com os humanos.

Com o uso de câmeras de alta velocidade e resolução, eles observaram que os comportamentos da depressão se manifestam por mudanças em sinais elétricos que passam por esse circuito, ligado ao nascimento de novos neurônios.

E essas alterações poderiam ser reajustadas com o uso de drogas contra a depressão. De acordo com os especialistas, a descoberta pode levar a diagnósticos e tratamentos mais eficazes da depressão em humanos.

Recusa de tratamento

Estudo mostra que mais da metade dos jovens com ansiedade ou depressão não procura ajuda médica. Estudos recentes feitos nos Estados Unidos indicam um aumento na incidência de problemas de saúde mental em estudantes do ensino superior. Agora, um trabalho divulgado na edição de 24 de junho da revista Medical Care aponta que mais da metade dos alunos com fortes sintomas de ansiedade ou de depressão não procura ajuda. Pesquisas sobre o assunto aumentaram após a tragédia ocorrida no campus da Universidade do Estado da Virgínia, em 16 de abril, quando o aluno Seung-Hui Cho matou 32 pessoas. O novo estudo foi conduzido com 2.785 alunos da Universidade de Michigan, que responderam a um questionário publicado na internet. O trabalho, conduzido por Daniel Eisenberg, professor da Escola de Saúde Pública da universidade, será seguido por outro, que envolverá de 12 a 15 universidades e começará no segundo semestre deste ano. Na Universidade de Michigan, estudantes contam com acesso a serviços grat…

Patch test para atopia permite diagnóstico em pacientes pediátricos portadores de sintomas gastrintestinais relacionados à alergia alimentar

Imagem
Pouco se sabe sobre a acurácia diagnóstica de patch tests para atopia na prática clínica da gastroenterologia pediátrica. Além disso, patch tests contendo extratos alimentares purificados tornaram-se disponíveis recentemente, porém sua acurácia diagnóstica é extensamente indefinida.

Pesquisadores italianos publicaram, recentemente, no Allergy, um estudo em que avaliaram a acurácia diagnóstica de testes de provocação alimentar, prick tests cutâneos, determinação sérica de IgE específica e patch tests para atopia utilizando extratos alimentares comerciais e extratos alimentares frescos em paralelo em pacientes pediátricos encaminhados por suspeita de sintomas gastrintestinais relacionados à alergia alimentar.

Os pesquisadores concluíram que o patch test para atopia é ferramenta diagnóstica útil em pacientes pediátricos portadores de sintomas gastrintestinais relacionados à alergia alimentar. A acurácia diagnóstica do patch test para atopia foi superior com a utilização de extratos aliment…

Consumo exagerado de bebidas de cola é relacionado a problemas renais

Imagem
Pessoas com alto consumo de refrigerantes de cola podem estar colocando em risco a saúde de seus rins, segundo pesquisadores dos Estados Unidos.

De acordo com o estudo, publicado na edição de julho da revista científica Epidemiology, beber mais de dois copos dessas bebidas por dia mais do que dobra a possibilidade de ter doença crônica nos rins.

Foram pesquisados os tipos de bebida e a freqüência de consumo de 465 pessoas que tinham sido recentemente diagnosticadas com a doença e 467 saudáveis. E os pesquisadores acreditam que nem a cafeína, nem o açúcar são os culpados pelo maior risco da doença; e sim o ácido fosfórico presente nessas bebidas.

Os especialistas destacam que mais pesquisas são necessárias, mas defendem que a moderação "é sempre uma coisa boa".

CID e Exames Médicos

A Associação Paulista de Medicina (APM) divulgou comunicado à classe médica referente à decisão judicial sobre preenchimento da CID em documentos médicos e sobre solicitações de exames.

A decisão proíbe a exigência do preenchimento da CID como condição para realização de exames e pagamentos de honorários médicos. Além disso autoriza a realização de exames ou outros procedimentos médicos solicitados por profissionais não credenciados à operadora de plano de saúde.

Leia abaixo o comunicado na íntegra:

Informamos que a Justiça proferiu a sentença de ação pública impetrada pelo Ministério Público Federal, proibindo, permanentemente, a Agência Nacional de Saúde e as operadoras de planos de saúde, de exigirem o preenchimento da CID como condição para a realização de exames e pagamento dos honorários médicos.

Em sua decisão, o juiz ainda determinou à ANS e às operadoras autorizar a realização de exames ou outros procedimentos médicos afins solicitados por profissionais não cre…

Exposição ao sol pode ser insuficiente para garantir vitamina D

Em muitas pessoas, a abundante exposição ao sol não é suficiente para o aumento dos níveis de vitamina D, segundo pesquisa da Universidade de Wisconsin, nos Estados Unidos.

A falta de tomar sol adequadamente é, muitas vezes, culpada pelos baixos níveis da vitamina, importante para manter os ossos saudáveis. Porém, segundo os autores do estudo, essa verdade ainda não está clara.

Na pesquisa, apesar dos 93 participantes, moradores do Hawaii, tomarem bastante sol (média de 11,1 horas por semana de exposição da pele), 51% apresentavam baixos níveis de vitamina D.
Com isso, os especialistas afirmam ser importante, mas insuficiente, a exposição adequada ao sol recomendada pelos médicos.